Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Flamalgen - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Diclofenaco sódico.

Apresentação :

Comprimido revestido 50mg: Embalagem com 20 comprimidos
Solução injetável 75mg: Embalagem com 05 ampolas de 3ml

Indicação : Afecções reumáticas, inflamatórias e degenerativas: Artrite reumatéide, artrite reumatéide juvenil, espondilite anquilosante, osteoartrose e espondilartrites. Afecções dolorosas na coluna vertebral. Reumatismo extra-articular. Crises agudas de gota. célicas renal e biliar. Inflamação e dor nos estados Pós-traumático e Pós-operatérios e após cirurgias dentárias. Condições dolorosas e/ou inflamatórias em ginecologia, tratamento sintomático da dismenorria primria.

Efeito Colateral :

Ocasionalmente podem ocorrer náuseas, vômitos, diarreia, célicas abdominais, flatulência, anorexia, cefaleia, tontura ou vertigem, erupções cutâneas e elevação dos níveis séricos de TGO e TGP. Casos raros de sangramentos gastrintestinais, diarreia sanguinolenta e sonolência já foram relatados. Casos isolados de estomatite, constipação, distúrbios da memria e da visão, convulsões, depressão, síndrome nefrtica, trombocitopenia e leucopenia. Muito raramente podem ocorrer edema e alterações no local da aplicação da injeção.

Precauções :

Pacientes com sintomas indicativos de distúrbios gastrintestinais, insuficiência hepática grave, deficiência da função cardíaca ou renal e idosos, devem ser tratados com cautela e sob rigorosa supervisão médica.
Durante tratamento prolongado recomenda-se monitorizar o hemograma.
Uso em mulheres grávidas ou em fase de lactação deve preceder de avaliação médica dos fatores riscos/benefícios, e quando houver a indicação , esta deve ser feita utilizando-se a menor posologia eficaz.
Pacientes que apresentarem vertigens deverão evitar dirigir veículos e operar máquinas.
Uso em idosos (acima de 65 anos) requer prescrição e acompanhamento médico.

Fórmula :

Cada comprimido contém:
Diclofenaco sódico....................50mg
Excipientes: estearato de magnésio, manitol oral, lauril sulfato de sódio, amido de milho, dióxido de titânio, polietilenoglicol, talco, eudragit L-100, corante amarelo FDC N6, microcel MC e explocel A; q.s.p ....................1 comprimido
Cada 3 ml da solução injetável contém:
Diclofenaco sódico....................75mg veículos: metabissulfito de sódio, propilenoglicol, manitol injetível, água para injeção e álcool benzlico; q.s.p ....................1ml

Contra indicação :

FLAMALGEN É contraindicado para crianças, pacientes portadores de úlcera péptica, hipersensibilidade a qualquer dos compostos da fórmula e que apresentarem crises de asma, urticária ou rinite aguda após o uso de Ácido acetilsalicílico ou outros inibidores da prostaglandina sintetase.

Interação Medicamentosa :

Pode elevar as concentrações plasmáticas do lítio e da Digoxina; inibe a atividade dos diuréticos; eleva a concentração sérica do Metotrexato; pode ocorrer elevação dos riscos de hemorragia com o uso concomitante com anticoagulantes; aumenta a nefrotoxicidade da Ciclosporina.

Modo de Usar :

Comprimido:
Como regra, a dose diária inicial é de 100 a 150mg. Em casos mais leves, bem como para terapias prolongadas, 75 a 100mg por dia são geralmente suficientes. A dose diária pode ser geralmente prescrita em 2 a 3 doses fracionadas.
Os comprimidos devem ser tomados com um pouco de líquido, de pReferência antes das refeições. Os comprimidos não são recomendados para uso infantil.
Injetível:
1 ampola (75mg) diária, por via intramuscular profunda, aplicada no quadrante superior externo da regio gltea.
A posologia adequada deve ser ajustada pelo médico de acordo com a indicação e o quadro clínico do paciente. não é recomendável usar a forma injetável por mais de 2 dias; quando necessário, dar continuidade ao tratamento com comprimidos. Os comprimidos devem ser ingeridos com um pouco de líquido, de pReferência antes das refeições. O medicamento não é recomendável para crianças.

Superdosagem :

Tratamento de intoxicação aguda com agentes antiinflamatórios não esteroides, consiste essencialmente em medidas sintomáticas e de suporte.
Não há quadro clínico tópico resultante da superdosagem do FLAMALGEN.
As medidas terapêuticas a serem tomadas em casos de superdosagem são a lavagem gástrica e o tratamento com carvo ativado, to cedo quanto possível após a superdosagem para ajudar evitar a absorção. Tratamento sintomático e de suporte devem ser administrados em casos de complicações, tais como hipotensão, insuficiência renal, convulsões, irritação gastrintestinal e depressão respiratéria. Terapias especficas tais com diurese forçada, dilise ou hemoperfusão, não são teis na eliminação de agentes antiinflamatórios não esteroides em decorrência de seu alto ndice de ligação a proteínas plasmáticas e metabolismo extenso.

Uso em Idosos

Pacientes idosos, com problemas de rins, fgado ou coração devem ser tratados com cautela. portanto, pacientes acima de 65 anos requerem prescrição e acompanhamento médico.

Fabricante :

Vitapan Indústria farmacêutica Ltda.

Endereço: Rua VPR 01, Quadra 02-A, Modulo 01, Daia
Anápolis - GO, 75132-020
Telefone: (62) 3902-6100
CNPJ: 30.222.814/0001-31
Industria Brasileira.

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aceclofenaco, Alendrin, Algy Flanderil, Amlodil, Ancloric, Assedatil, Atenoclor, Baczin, Beritin BC, Binafin, Bronquil, Butacid, Cecoflan, Celoxin, Cifloxan, Cinazin, Clarivit, Clordilon, Cloridrato de Amilorida Hidroclorotiazida, Clotigen, Dermitrat, Dermonil, Descoflan, Dexamex, Dibetam, Digoxan, Dimedril, Dimenidrin, Diureclor, Doralex, Dorfenol, Doxilina, Dnergrip-C, Feldran, Ferrison, Flamalgen, Flamatrat, Fluconid, Fungitrin, Gellat, Ginecol,
  • Glicomet, Hemodase, Ivermectina, Katrizan, Lisinoprid, Lorasc, Lorasliv, Losacoron, Mebendathil, Meloflan, Micotrin, Miocardil, Mucovit, Nimelid, Nimelit, Nistagen, Panvermin, Peptovit, Permitrat, Predcort, Pressomet, Pulmotrat, Quadrineo, Renapril, Resfriol, Reumotec, Ritroxim, Secdazol, Sivastin, Soripan, Suavebaby, Sulfato de Salbutamol, Tenolon, Ulcevit, Vertizan, Vitaglos, Vital Colírio, Vitromicin,

    Advertências :

    Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

    Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

    Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

    Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

    Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

    O ministério da saúde adverte:

    A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

    Como descartar os medicamentos :

    Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

    Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

    Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

    Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

    Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

    As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

    Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

    Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

    No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

    Mantenha-o longe do alcance de crianças.

    Manuseie-o com as mãos limpas.

    Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

    O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

    Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

    Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

    Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

    Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.