Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Fansidar - bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Pirimetamina e Sulfadoxina.

Apresentação : Caixas com 50, caixas com 30 comprimidos; ampolas 2,5 ml.

Indicação : Tratamento e profilaxia da malria. Fansidar também eficaz em infecções causadas por Toxoplasma gondii e na profilaxia de pneumonia por Pneumocystis carinii. Tratamento da malria: Fansidar é indicado no tratamento da malria por P. falciparum, quando infecção ocorre em rea de resistância cloroquina. Profilaxia da malria: é indicado para viajantes que se destinam a reas onde a malria por P. falciparum resistente cloroquina endmica. Sempre que se desejar fazer profilaxia da malria, deve ser considerada a situação da doença, a possibilidade de Ocorrência de efeitos colaterais e, em particular, a tendência resistância na rea para a qual se destina o viajante. até o momento, não existe nenhum agente antimlarico que proteja totalmente o paciente contra a malria, mas a administração consciente de medicamentos profilticos pode, habitualmente, prevenir uma evolução da doença. As mulheres grávidas devem ser alertadas para o risco de contrair a doença e aconselhadas a não fazer viagens desnecessárias para as zonas endmicas.

Efeito Colateral :

cansaço, cefaleias, febre e polineurite podem ocorrer ocasionalmente.

Precauções :

Deve-se evitar exposição excessiva ao sol. Quando o Fansidar é administrado durante mais de 3 meses deve-se fazer hemograma regularmente. Durante a administração prolongada de altas doses, como no tratamento da toxoplasmose, pode-se prevenir a deficiência de ácido fólico pela administração de ácido folúnico. O uso profiltico (repetido) de Fansidar está contra-indicado em pacientes com insuficiência renal grave, acentuado dano do parênquima hepático ou discrasia sanguínea. As observações clínicas não revelaram qualquer dano fetal como se poderia prever a partir dos resultados da experimentação animal. Mesmo assim, o Fansidar não deve ser administrado no incio da gravidez ou a mulheres nas quais não se pode afastar com segurança o risco de gravidez, a não ser nos casos de absoluta necessidade. Fansidar não deve ser administrado a mulheres que estáo amamentando. Caso seja necessário, deve-se interromper a alimentação ao seio. O Fansidar não deve ser administrado a crianças com menos de 2 meses de vida. - Interações Medicamentosas:: deve-se evitar a administração concomitante de Fansidar e trimetoprima ou trimetoprima-sulfonamida, pois isto pode prejudicar ainda mais o metabolismo do ácido fólico e, em conseqncia, originar reações adversas hematológicas. Quando a cloroquina é associada ao Fansidar observa-se aumento da Incidência e da gravidade das reações adversas.

Fórmula :

Sulfadoxina 500 mg e pirimetamina 25 mg.

Contra indicação :

Pacientes com conhecida hipersensibilidade a sulfonamidas. A Ocorrência de reações cutâneas exige a suspensão imediata da droga e a consulta a um médico.

Modo de Usar :

Tratamento curativo da malria com dose única: comprimidos e ampolas: adultos 3; crianças com 5 - 10 kg 1/2; crianças com 11 - 20 kg 1; crianças com 21 - 30 kg 1 e 1/2; crianças com 31 - 45 kg 2. As ampolas devem ser aplicadas em injeção intramuscular profunda. Não devem ser adicionadas a soluções para infusão venosa. Profilaxia ou tratamento supressivo da malria. Para profilaxia da malria, a primeira dose de Fansidar deve ser administrada 1 semana antes da viagem para a rea endmica; a administração deve ser continuada conforme o esquema posológico mencionado, durante o perãodo de permanncia na rea e nas 6 primeiras semanas após o retorno. Para conseguir resposta terapêutica mais rápida e evitar recadas (recrudescncias), recomenda-se administrar quinina concomitantemente, na posologia usual durante 3 a 7 dias, por via oral ou, em casos graves, por infusão venosa. Duração da profilaxia ou do tratamento supressivo: no máximo durante 2 anos, pois não existe, até o momento, nenhuma experiência de Administração durante perãodo mais prolongado. - Tratamento de toxoplasmose: O seguinte esquema posológico tem demonstrado ser eficaz em adultos: 2 comprimidos uma vez por semana durante 6 a 8 semanas (quando existe comprometimento do SNC, associar espiramicina na dose de 3 g por dia durante 3 a 4 semanas). até o momento não existe experiência em crianças. Profilaxia de infecção por Pneumocystis carinii. Crianças: 40 mg/kg (tomando-se como base a sulfadoxina) a cada 2 semanas. Dosagem proposta para adultos: 1 a 2 comprimidos por semana. Sintomas e tratamento de superdosagem. Sintomas possveis: anorexia, náusea, vômito, sinais de excitação e possivelmente convulsões e alterações hematológicas (anemia megaloblstica, leucopenia, trombocitopenia). Tratamento: lavagem gástrica, reposição hádrica na intoxicação aguda, diazepam ou barbitúricos por via parenteral nos casos de convulsões. Monitoramento da função renal e hemogramas repetidos no mínimo durante 4 semanas após a superdosagem. Se forem encontradas as alterações hematológicas mencionadas, administrar ácido folúnico por via intramuscular.

Fabricante :

Roche Químicos Farmacêuticos S/A

Estrada dos Bandeirantes, 2020 – cep 22775-109
Rio de Janeiro – RJ - Brasil

Canal do Médico: 0800 77 20 292
Canal do Paciente: 0800 77 20 289

Ancotil, Bactrim, Cellcept, Coreg, Efurix, Fansidar, Fortovase, Globocef, Granulokine, Herceptin, Hivid, Lanexat, Lariamar, Limbitrol, Liquemine, Mabthera, Marcoumar, Pegasys, Posicor, Prolopa, Prostigmine, Protamina, Protovit, Pulmozyme, Rennie, Roacutan, Rocaltrol, Rocefin im, Rocefin iv, Rochagan, Roferon a, Uro bactrim, Verutex, Vesanoid


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Curso Master O Cara da Foto