Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Evertine - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : loratadina

Apresentação : 1mg / ml, xarope

Descrição completa da substância ativa e dos excipientes

Os outros ingredientes são: Maltitol líquido, Propilenoglicol, Sacarina sódica, Benzoato de sódio, ácido cítrico anidro, Aroma demorango, água purificada q.b.

Nome e endereo do Fabricante : e do titular da autorização de fabrico

Detentor da Autorização de Introdução no Mercado

FARMOZ - Sociedade Tecnico-Medicinal, S.A.
Rua Professor Henrique de Barros
Edifício Sagres, 3A
2685?338 Prior Velho

Fabricado por:
Sofarimex ? Industria química e farmacêutica L.da,

Av. das Indústrias, Alto de Colaride,
Agualva
2735 Cacm

Indicação :

Forma farmacêutica e conteúdo; grupo farmacoterapêutico

EVERTINE é um xarope que contém como Princípio activo a loratadina, estandodisponível no mercado a dosagem de 1 mg/ml.

Classe terapêutica : Anti-histamínicos H1 sedativos

EVERTINE xarope contendo 1 mg/ml de loratadina está disponível em embalagens com
100 ml.

Indicaçõesterapêuticas

EVERTINE é indicado: no tratament.

sintomático da rinite alérgica e urticária idioPóticacrônica.

Antes de TomarEVERTINE

Contra ? Indicações

Não tome EVERTINE:

Se tem hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer dos excipientes destaformulação.

Precauções de utilização adequadas; Advertências especiais

Tome especial cuidado com EVERTINE:

EVERTINE deve ser administrado com precaução emdoentes com alterações graves da função hepática.

A administração de EVERTINE deve ser interrompidapelo menos 48 horas antes de se proceder a testescutâneos uma vez que os Anti-histamínicos podemanular ou diminuir quaisquer reações positivas aosindicadores de reatividade drmica.

interações com alimentos ou bebidas

Tome EVERTINE com alimentos e bebidas:

A loratadina não exerce ação potenciadora dos efeitos do álcool.
O efeito clinico não influenciado, mas a administração concomitante de alimentos com aloratadina pode atrasar ligeiramente a absorção.

utilização durante a gravidez e o aleitamento

Gravidez e Aleitamento

A segurança de loratadina durante a gravidez não foi estabelecida. Não se recomenda,portanto, o uso de EVERTINE durante a gravidez.

A loratadina excretada no leite materno, pelo que não se recomenda o seu uso pormulheres a amamentar.

Efeitos sobre a capacidade de conduzir ou utilizar máquinas

Condução de veículos e utilização de máquinas:
Em ensaios clínicos que avaliaram a capacidade de conduzir, não ocorreu diminuiçãodessa capacidade em doentes que receberam loratadina. Contudo, os doentes devemser informados sobre o facto de que, muito raramente, alguns indivíduos podem sofrersonolência, a qual pode afectar a sua capacidade de conduzir e utilizar máquinas.

Interação com outros medicamentos

Tomar EVERTINE com outros medicamentos:

Dado o largo ndice terapêutico da loratadina, não são expectveis interaçõesclinicamente relevantes, não tendo sido observadas quaisquer interações nos ensaiosclínicos realizados.

Modo de Usar: EVERTINE

Modo de Usar :

Adultos e crianças com idade igual ou superior a 12 anos:
10 mg uma vez por dia (10 ml (10 mg) de xarope uma vez por dia). O xarope pode sertomado independentemente do horrio das refeições.
Crianças com idades compreendidas entre os 2 e os 12 anos:
Peso corporal superior a 30 Kg: 10 mg uma vez por dia (10 ml (10 mg) de xarope umavez por dia).
Peso corporal de 30 Kg ou inferior: 5 ml (5 mg) de xarope uma vez por dia.

Não foi estabelecida a eficácia e a segurança de EVERTINE em crianças com menos de
2 anos de idade.
Em doentes com alterações graves da função hepática deve administrar-se uma doseinicial menor uma vez que a depuração de loratadina pode apresentar-se diminuída.
Recomenda-se administrar-se uma dose inicial de 10 mg em dias alternados em adultose crianças com mais de 30 Kg de peso, e em crianças com peso igual ou inferior a 30 Kg,recomenda-se administrar 5 ml (5 mg) em dias alternados.

Não é necessário efetuar ajustes posológicos em doentes idosos ou com insuficiênciarenal.

Via e modo de Administração

EVERTINE é administrado oralmente.

Sintomas em caso de sobredosagem e medidas a tomar

Se tomar mais EVERTINE do que o devido:

A sobredosagem com a loratadina aumentou a Ocorrência de sintomas anticolinrgicos.
Foram notificadas sonolência, taquicárdia, e cefaleias com a sobredosagem.

Na eventualidade de sobredosagem, medidas sintomáticas gerais e de suporte deverãoser instituídas e mantidas durante o perãodo de tempo que for necessário. Podeexperimentar-se a administração de carvo ativado misturado com água. Podeconsiderar-se efetuar uma lavagem gástrica. A loratadina não eliminada porhemodilise e desconhece-se se eliminada por dilise peritonial. O doente Deverácontinuar sob observação médica após o tratamento de emergência.

Acções a tomar quando houver esquecimento da toma de uma ou mais doses

Caso se tenha esquecido de tomar EVERTINE:

Retome a administração do medicamento logo que seja possível; no entanto, não tomeuma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

Indicação de que existe um risco de sndroma de privação

Efeitos da interrupção do tratamento com EVERTINE:

Consultar o seu médico ou farmacêutico.

4. Efeitos secundários POSSVEIs

Descrição dos efeitos secundários

Como os demais medicamentos, EVERTINE,comprimidos, pode ter efeitos secundários.

Em ensaios clínicos realizados numa populaçãopeditrica, que incluiu crianças com idades entre os 2e os 12 anos, os efeitos secundários gerais notificadosforam cefaleias (2,7%), nervosismo (2,3%) e fadiga
(1%).

Em ensaios clínicos realizados em adultos eadolescentes em diversas Indicaçõesincluindo rinitealérgica e urticária idioPótica crônica, na doserecomendada de 10 mg por dia, os efeitos secundárioscom loratadina foram notificadas em 2% de doentes.
Os efeitos secundários mais frequentementenotificados foram sonolência (1,2%), cefaleias (0,6%),aumento do apetite (0,5%) e insônia (0,1%). Outros efeitos secundários notificados muito raramentedurante o perãodo após a comercialização são:

Doenças do Sistema Imunológico: Hipersensibilidade;

Doenças do sistema nervoso: Tonturas;

Cardiopatias: Taquicárdia, palpitações;

Doenças gastrointestinais: Nuseas, secura da boca, gastrite;

Afecções hepatobiliares: função hepática anormal;

Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneos: Manifestações cutâneas, quedatemporria dos Pólos ou dos cabelos;

Perturbações gerais e alterações no local de Administração: Fadiga.

5. CONSERVAção DE EVERTINE

Condições de conservação e prazo de validade

Não conservar acima de 25ºC. Conservar na embalagem de origem.

Não utilize EVERTINE após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.

Após a abertura do frasco o xarope estável durante 40 dias.

Esta bula foi revisto em Janeiro de 2005

Para qualquer informação adicional sobre este medicamento contactar:

FARMOZ ? Sociedade Tecnico-Medicinal, S.A.
Rua Professor Henrique de Barros
Edifício Sagres, 3A
2685?338 Prior Velho


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular