Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Escandine - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Ibopamina.

Classe terapêutica : Drogas Vasoativas e Vasodilatadores.

Apresentação : Caixas com 5 str. de 6 comprimidos revestidos de 50 e 150 mg.

Indicação : Insuficiência cardíaca congestiva. Desmame de paciente com insuficiência cardíaca congestiva grave em tratamento com fármacos adrenérgicos endovenosos. Insuficiência renal leve e moderada. Ascite e/ou anasarca.

Efeito Colateral :

A administração de Escandine é algumas vezes acompanhada de sintomas de intolerância gástrica (queimação retroesternal, náuseas ou, raramente, epigastralgias); na maioria dos casos estes sintomas não requerem a interrupção do tratamento e desaparecem espontaneamente; os mesmos podem ser prevenidos e/ou corrigidos com a administração de Escandine com um antiácido. a administração de Escandine está raramente associada palpitação; neste caso o sintoma, que tende a desaparecer espontaneamente durante o tratamento, pode Às vezes requerer a diminuição da dose.

Precauções :

Deve ser administrado com cautela, ou em doses baixas e sob controle médico, a pacientes com infarto do miocárdio recente ou que apresentem sinais de cardiopatia em fase de instabilidade. De fato, em alguns pacientes, Escandine poderia condicionar um incremento do consumo de oxignio do coração, superior s possibilidades de adequação do leito coronariano. A eventual interrupção de um tratamento digitlico ou diurético, concomitante ao uso de Escandine, nos pacientes muito graves, deve ser efetuada sob rigoroso controle médico. - Superdosagem: em estudos desenvolvidos em voluntários sadios, foram empregadas doses de 2 g sem o aparecimento de efeitos indesejáveis. Entretanto, nos casos de ingestão de doses elevadas, acidentais ou voluntárias, pode ser feita a lavagem gástrica, quando o fármaco foi ingerido há pouco tempo. Caso tenha transcorrido maior tempo desde a ingestão, o tratamento deve ser sintomático, levando-se em consideração que as atividades farmacológicas podem ser utilmente antagonizadas pelo uso de medicamentos bloqueadores dos receptores adrenérgicos e por antagonistas específicos como o haloperidol e a sulpirida.

Fórmula :

Cada comprimido contém: ibopamina (sob forma decloridrato) 50 mg e 100 mg, cloridrato do ster diisobutrico da N-metil-3-hidroxitiramina.

Contra indicação :

Pacientes com conhecida hipersensibilidade ao farmaco; com feocromocitoma e naqueles com arritmias graves, em especial arritmias ventriculares (classe IV de Lown). Advertências: como a segurança do produto, durante a gravidez, não está ainda bem estabelecida, não deve ser usado na gravidez e amamentação. Devido ao fato de que dados preliminares de um ensaio clínico controlado versus placebo mostraram, em pacientes com insuficiência cardíaca grave (classes IV e III/IV da NYHA), em tratamento concomitante com diuréticos, IECAs e/ou digitlicos, um aumento estatisticamente significativo de mortalidade no grupo tratado com ibopamina, após um perãodo mdio de tratamento de 18 meses, o uso desta, neste grupo de doentes, deve ser ponderado em função da relação risco-benefício.

Interação Medicamentosa :

Considerando as possveis Interações farmacológicas, Escandine deve ser administrado com cautela nos pacientes em tratamento com medicamentos bloqueadores adrenérgicos ou inibidores da monoaminoxidase. há Contra indicação absoluta ao uso concomitante de agonistas dopaminrgicos, tais como metoclopamida, haloperidol e sulpirida.

Modo de Usar :

Insuficiência cardíaca congestiva leve: 100 mg 2 a 3 vezes ao dia, seja como monoterapia ou em associação. Insuficiência cardíaca congestiva moderada: 100 mg 3 vezes ao dia, habitualmente em associação com outros fármacos. Em pacientes mantidos com infusão endovenosa de dopamina, É possível modificar a terapêutica através da administração oral de Escandine, em doses divididas a cada 4 a 6 horas, até o máximo de 800 mg por dia. Escandine pode ser usado em monoterapia com alta eficácia. Entretanto, sendo a terapêutica da insuficiência cardíaca congestiva frequentemente polifarmacológica, Escandine permite o uso com vantagens em associação com outros fármacos, tais como: digitlicos: nos pacientes que requerem especificamente uma atividade inotrpica, especialmente nos casos com taquicardia ou fibrilação atrial com alta resposta ventricular; diuréticos: nos pacientes com sinais de retenção excessiva de água; inibidores da ECA: nos pacientes cujo problema se relaciona predominantemente com o aumento da resistância vascular perifrica.

Fabricante :

Zambon Laboratórios Farmacêuticos LTDA

Avenida Ibirapuera, 2332 - 12º andar - torre 1 - CEP 04028-002 Moema São Paulo - SP

Medicamentos do mesmo fabricante :

Cardioregis, Cobactin, Coenzima b12, Cortasm, Desacil, Dividol, Escandine, Fenozan, Fluibil, Fluimucil 20, Fluimucil 600, Fluimucil a 10, Fluimucil d, Glitisol 500, Glitisol g, Glitisol, Gratusminal, H sal, Iguassina, Iprabon, Mercaptina, Monuri, Panotil_nf, Panotil, Procamide, Revivan, Saltamol, Seki, Spidufen 400, Spidufen, Ursacol


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.