Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Energripc - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : ácido ascórbico.

Apresentação :

Comprimidos 500mg: caixa com 20 comprimidos.
Solução Oral: frasco gotejador com 20ml de solução oral

Indicação : Profilaxia e tratamento da carncia de VITAMINA C (ácido ascórbico) devido a suprimento deficiente, ou por aumento das necessidades, como ocorre nas gripes e resfriados intensos, queimaduras profundas, fraturas e infecções crônicas.
Na profilaxia e tratamento do escorbuto, da metemoglobinemia idioPótica, da crie dentária, da desnutrição, das infecções em geral e como acidificante da urina.

Efeito Colateral :

Doses altas de VITAMINA C (ácido ascórbico) (acima de 1g/dia) podem causar distúrbios gastrintestinais, tais como, náusea, vômito, diarreia, bem como provocar hemlise em pacientes com deficiência de glicose-6-fosfato-desidrogenase. Em pacientes predispostos, o uso de altas doses de VITAMINA C (ácido ascórbico) pode desencadear o aparecimento de litase oxlica ou rica

Precauções :

Varfarina Sódica: pode ocorrer aumento do tempo de protrombina. Deferoxamina: tem atividade diminuída e potenciados os efeitos txicos do ferro. Vitamina B12: tem atividade reduzida. VITAMINA C (ácido ascórbico) pode interferir nos resultados para determinação de glicemia, glicosria no sangue e urina, e dos níveis séricos das transaminases de creatinina e bilirrubina. Pode condicionar resultados falso-negativos em pesquisas de sangue oculto nas fezes.

Fórmula :

Cada comprimido contém:
ácido ascórbico....................500mg
Excipientes: estearato de magnésio, celulose microcristalina, EDTA dissódico e talco.
Cada ml da solução oral contém:
ácido ascórbico....................200mg
Excipientes: glicerina, metabissulfito de sódio, propilenoglicol, sacarina, propilparabeno, metilparabeno, EDTA dissódico, bicarbonato de sódio, álcool etlico, aroma de caramelo e água deionizada.

Contra indicação :

Litase urinária oxlica e rica; insuficiência renal.

Interação Medicamentosa :

VITAMINA C (ácido ascórbico) por diminuição da excreção renal de salicilatos pode aumentar a saliciemia.
A acidificação urinária produzida pelo ácido ascórbico pode facilitar a precipitação de cristais de sulfonamidas e seus metabólicos.

Modo de Usar :

Estados de carncia ou necessidades aumentadas: 50-200 mg/dia, via oral.
Na terapia contra gripes e resfriados: até 4g diárias.
No escorbuto a dose diária de 20 a 500 mg.
Lactentes: 10 gotas ao dia.
Crianças maiores: 20 gotas ao dia.
Adultos: doses maiores a critério médico.

Superdosagem :

Não existem relatos de intoxicação por superdosagem de ENERGRIPóC. A utilização de sais de cálcio em doses excessivas e por tempo prolongado pode ocasionar intoxicação , que se manifesta por sede, poliria, polidipsia, náuseas, vômitos, desidratação, hipertensão arterial, alterações vasomotoras e constipação. Em crianças pode haver parada no crescimento e do desenvolvimento ponderal antes de surgir um dos sinais ou sintomas anteriormente descritos. O tratamento compreende interrupção da administração do cálcio, hidratação e, dependendo da gravidade do caso, utilização isolada ou associada de diuréticos, corticóides, calcitonina e dilise.

Uso em Idosos

Não existem recomendações ou cuidados especiais sobre o emprego de VITAMINA C (ácido ascórbico) em pacientes idosos.

Fabricante :

Vitapan Indústria farmacêutica Ltda.

Endereço: Rua VPR 01, Quadra 02-A, Modulo 01, Daia
Anápolis - GO, 75132-020
Telefone: (62) 3902-6100
CNPJ: 30.222.814/0001-31
Industria Brasileira.

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aceclofenaco, Alendrin, Algy Flanderil, Amlodil, Ancloric, Assedatil, Atenoclor, Baczin, Beritin BC, Binafin, Bronquil, Butacid, Cecoflan, Celoxin, Cifloxan, Cinazin, Clarivit, Clordilon, Cloridrato de Amilorida Hidroclorotiazida, Clotigen, Dermitrat, Dermonil, Descoflan, Dexamex, Dibetam, Digoxan, Dimedril, Dimenidrin, Diureclor, Doralex, Dorfenol, Doxilina, Dnergrip-C, Feldran, Ferrison, Flamalgen, Flamatrat, Fluconid, Fungitrin, Gellat, Ginecol,
  • Glicomet, Hemodase, Ivermectina, Katrizan, Lisinoprid, Lorasc, Lorasliv, Losacoron, Mebendathil, Meloflan, Micotrin, Miocardil, Mucovit, Nimelid, Nimelit, Nistagen, Panvermin, Peptovit, Permitrat, Predcort, Pressomet, Pulmotrat, Quadrineo, Renapril, Resfriol, Reumotec, Ritroxim, Secdazol, Sivastin, Soripan, Suavebaby, Sulfato de Salbutamol, Tenolon, Ulcevit, Vertizan, Vitaglos, Vital Colírio, Vitromicin,

    Advertências :

    Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

    Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

    Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

    Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

    Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

    O ministério da saúde adverte:

    A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

    Como descartar os medicamentos :

    Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

    Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

    Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

    Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

    Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

    As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

    Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

    Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

    No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

    Mantenha-o longe do alcance de crianças.

    Manuseie-o com as mãos limpas.

    Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

    O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

    Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

    Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

    Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

    Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


  • Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio