Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

EmlA - Creme - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : lidocana/prilocarna

Classe terapêutica : Anestésicos locais e antiprurigisosos.

Apresentação : 1 g de creme EmlA Creme contém 25 mg de lidocana e 25 mg de prilocana.

O nome do seu medicamento EmlA Creme e apresenta-se sob a forma farmacêutica de creme.

As substâncias ativas são a lidocana e a prilocana. EmlA Creme contém outros ingredientes não activos, carboxipolimetileno, óleo de rcino polioxil-hidrogenado, hidróxido de sódio e água purificada. Não contém conservantes.

Indicação :

EmlA Creme é um anestásico local. EmlA Creme é usado sobre a pele, na mucosa genital e nas úlceras de perna, a fim de provocar uma perda temporria de sensibilidade ou torpor na rea ou perto da rea em que é aplicado. poderá, no entanto, continuar a ter sensibilidade pressão e ao tacto nessa rea.

EmlA Creme é usado no alívio da dor, sendo aplicado na pele antes de procedimentos relacionados com inserção de agulhas ou pequena cirurgia dermatológica.

Pode também ser aplicado na mucosa genital em adultos antes de intervenções cirúrgicas superficiais ou de anestesia de infiltração (injecção de anestásicos locais).

EmlA Creme pode também ser usado no alívio da dor das úlceras de perna em adultos, para facilitar a limpeza cirúrgica.

2.é antes de utilizar EmlA CREME

Antes de aplicar o creme, não se esquea de informar o seu médico ou farmacêutico de todos os medicamentos que estiver a tomar, incluindo os que comprou sem receita médica.

Não aplique EmlA Creme:

Emla Creme está contra-indicado em crianças com idade compreendida entre os 0 e 12 meses em tratamento com agentes indutores de meta-hemoglobinmia (ver secção Interações Medicamentosas: e outras formas de interação).

Tome especial cuidado com EmlA CREME:

Antes de aplicar o creme informe o seu médico ou farmacêutico, caso:

necessário precaução na utilização de Emla Creme em adultos e crianças medicadas com agentes indutores de meta-hemoglobinmia (ver secção Interações Medicamentosas: e outras formas de interação).

Deve tomar-se precaução de modo a evitar o contacto de EmlA Creme com os olhos, visto provocar irritação ocular. também a perda de reflexos protectores pode permitir a irritação da crnea e potencial abrasão. Se ocorrer contacto com os olhos, lavar imediatamente com água ou solução de cloreto de sódio e proteger o olho até a sensibilidade voltar.

EmlA Creme não deve ser aplicado numa membrana timPónica deficiente.

Quando usar EmlA antes da injecção superficial (intracutânea) de vacinas vivas (por ex. vacina da tuberculose), deve consultar o seu médico ou enfermeiro após o perãodo de tempo necessário para verificar o resultado da vacinação.

Utilizar EmlA Creme com outros medicamentos:

Informe o seu médico ou farmacêutico se está a tomar outros medicamentos, incluindo aqueles que comprou sem receita médica. Em particular, informe o seu médico se está a tomar algum dos seguintes medicamentos: fármacos indutores da meta-hemoglobinmia (por exemplo sulfonamidas, acetominofeno/paracetamol, benzocana, cloroquina, primaquina, quinidina, dapsona, nitrofurasona, nitroglicerina, fenitona e fenobarbital) ou, outros anestásicos locais ou agentes estruturalmente relacionados com anestásicos locais e medicamentos anti-arritmcos de classe III (por exemplo, amiodarona, tocainida e mexiletina) sendo portanto aconselhável prudncia (ver secção Advertências e Preucações especiais de utilização).

Em neonatais com idades compreendidas entre 0-12 meses apenas se deve considerar a interação com as sulfonamidas, não sendo provável o tratamento com outro dos fármacos mencionados.

Gravidez e aleitamento:

Se estiver grávida ou a amamentar, deve ter sempre muito cuidado com a utilização de medicamentos. Não se observaram quaisquer efeitos prejudiciais decorrentes da aplicação de EmlA nestas situações. Apesar disso, deve sempre consultar o seu médico antes de utilizar qualquer medicamento durante a gravidez ou o perãodo de amamentação.

Condução de veículos e utilização de máquinas:

Não existem indcios de que EmlA Creme afecte a capacidade de condução de veículos ou de uso de máquinas.

3.COMO UTILIZAR EmlA CREME

INSTRUções DE utilização

EmlA Creme

Aplique uma camada espessa de creme (cerca de V tubo 2,5 g) sobre a pele.

NOTA: Instruções especficas para crianças com menos de 1 ano.

Pegue num penso oclusivo e remova a parte central recortada.

Segure no penso pela fita de papel envolvente, sem tocar a película.

4.Cubra o creme EmlA com o penso, firmemente mas sem espalhar o creme. Pressione suavemente as extremidades do penso, colando-as pele.

Remova a moldura de papel. Escreva a hora da aplicação directamente no penso.

NOTA: O EmlA deve ser aplicado pelo menos 1 hora antes do incio do acto médico e pode ficar na pele, com o penso, durante vrias horas mantendo-se o efeito.

Remova o penso oclusivo, retire o creme EmlA, limpe cuidadosamente a rea com álcool e prepare o doente para o acto médico

EmlA Creme (úlceras de perna)

Aplicar uma camada espessa de creme na úlcera de perna, aprox. 1-2 g por 10 cm2. Aplicar um máximo de 10 g. Deitar fora o restante creme, não usado.

Cobrir o creme aplicado com um penso oclusivo (película plástica, por exemplo)

EmlA creme deve ser aplicado na úlcera de perna pelo menos durante 30 minutos. Um tempo de aplicação de 60 minutos poderá melhorar o efeito anestásico.

Retirar o penso oclusivo e remover o creme. Iniciar a limpeza da lesãonos 10 minutos imediatamente a seguir remoção do creme.

Não use o medicamento se a embalagem estiver danificada.

Como se deve usar EmlA Creme?

Se o seu médico lhe recomendar este medicamento, não deixe de seguir as instruções de uso que lhe forem dadas. Se estiver a tratar-se a si prprio, siga as instruções acima mencionadas, para obter o pleno efeito de EmlA Creme.

A membrana protectora no tubo deve ser perfurada com a ajuda da tampa do tubo invertida.

Uso de EmlA Creme na pele

Aplicar uma camada fina de creme sobre a pele e cobrir com um penso hermático, como o Tegadermé ou adesivo plástico (tipo película aderente).

Adultos

Pequenas intervenções dermatológicas em reas reduzidas: por ex. inserção de agulhas ou tratamento cirúrgico de lesões localizadas: aproximadamente 1/2 tubo (2 g) durante um mínimo de 1 hora, e um máximo de 5 horas.

Intervenções dermatológicas em reas maiores (por ex. enxertos de pele): aproximadamente 1,5-2 g/10 cm2 durante um mínimo de 2 horas, e um máximo de 5 horas.

Crianças

Pequenas intervenções dermatológicas em reas reduzidas: por ex. inserção de agulhas ou tratamento cirúrgico de lesões localizadas.

recêm-nascidos e crianças com idade inferior a 3 meses (peso corporal < 5kg)

Até 1 g de creme numa rea total de pele não superior a 10 cm2. Tempo de aplicação : 1 hora, não mais.

Crianças com idade entre 3 e 11 meses (peso corporal 5-10 kg)

Até 2 g de creme numa rea total de pele não superior a 20 cm2. Tempo de aplicação : 1 hora, no máximo 4 horas.

Crianças com idade entre 1 e 5 anos (peso corporal 10-20 kg):

Até 10 g de creme numa rea total de pele não superior a 100 cm2. Tempo de aplicação : 1 hora, no máximo 5 horas.

Crianças com idade entre 6 e 11 anos (peso corporal > 20kg):

Até 20 g de creme numa rea total de pele não superior a 200 cm2. Tempo de aplicação : 1 hora, no máximo 5 horas.

Uso de EmlA Creme na membrana da mucosa genital ou na pele genital

Adultos

Membrana mucosa genital: Tratamento cirúrgico de lesões localizadas, por ex. remoção de verrugas genitais (condiloma acuminatum): EmlA Creme seré aplicado pelo seu médico ou enfermeiro aproximadamente 5-10 min de antes da intervenção.

Pele genital masculina: Antes da injecção de anestásicos locais: usar conforme as instruções do seu médico Pele genital feminina: Antes da injecção de anestásicos locais: usar conforme as instruções do seu médico

Crianças

O EmlA Creme não deve ser aplicado na membrana da mucosa genital em crianças.

EmlA Creme apenas deve ser aplicado na mucosa genital sob supervisão de um profissional de medicina.

Uso de EmlA Creme na(s) úlcera(s) de perna

Aplicar o creme na úlcera e cobrir com um penso oclusivo, como por ex. uma película plástica. A aplicação Deverá ser feita durante, pelo menos, 30 minutos. O prolongamento até aos 60 minutos pode melhorar o efeito anestásico. Remova o creme com gaze de algodão. A limpeza Deverá ser iniciada imediatamente após remoção do creme.

No caso da úlcera de perna, deitar fora o tubo com quaisquer restos, após cada tratamento. Dosagem adultos

Aplicar uma camada espessa de creme na pele, aproximadamente 1-2 g/10 cm2 até um total de 10 g na(s) úlcera(s) de perna.

EmlA Creme pode ser usado, na limpeza das úlceras de perna, até um máximo de 15 aplicações durante um perãodo de 1-2 meses.

Efeitos secundários POSSVEIS

Como todos os medicamentos, EmlA Creme pode ter efeitos secundários. Contacte o seu médico ou farmacêutico se sentir efeitos secundários e se os mesmos persistirem.

Na rea em que EmlA Creme é aplicado pode ocorrer uma reação ligeira (palidez ou vermelhidão da pele, ligeiro inchao, sensação inicial de queimadura ou comicháo). Estas reações são normais com anestásicos e desaparecerão pouco tempo depois, sem ser necessário tomar quaisquer medidas.

são raras outras reações ao EmlA Creme.

já foram observadas reações alérgicas associadas a anestásicos locais.

já foi observada meta-hemoglobinmia (descoloração azul-acinzentada da pele) em crianças.

Foram referidos casos raros de pequenos pontos vermelhos (lesões petequiais) no local de aplicação , especialmente em crianças com afecções drmicas (dermatite atépica ou molusco).

Irritação ocular após exposição acidental dos olhos a EmlA.

Se sentir quaisquer efeitos perturbadores ou invulgares enquanto estiver a usar o EmlA Creme, interrompa o tratamento e consulte o seu médico o mais rapidamente possível. Se sentir outros efeitos não mencionados nesta bula, por favor informe o seu médico ou farmacêutico.

CONSERVAção DE EmlA CREME

EmlA Creme poderá não fazer efeito se for armazenado incorrectamente. Não conservar acima de 30ºC.

Não congelar. Se congelar, pode não produzir o efeito pretendido. Manter fora do alcance e da vista das crianças.

O Fabricante : é astraZeneca Produtos farmacêuticos, Lda., Rua Humberto Madeira, 7, Valejas, 2745-663 Barcarena.

Data da última revisão aprovada do BULA INFORMATIVA:

Fabricante :

Zeneca Farmacêutica do Brasil Ltda.
Rod. Raposo Tavares, Km 26,9 - Cotia - SP - CEP 06707-000
CNPJ 60.318.797/0001-00
Cotia - SP - CEP 06707-000
SAC: 0800-0145578

Medicamentos do mesmo fabricante :

Accolate, Alzen 25 Quetiapina, Alzen 150 Quetiapina, Alzen 300 Quetiapina, Alzen Quetiapina, Arimidex, Budecort Aqua, Casodex, Diprivan, eEmla Creme, Emla Penso, Foscavir, Lidopass, LPisinopril, Meronem IM, Meronem IV, Mysoline, Nexium-20, Nexium, Nolvadex, Omeprazol, Propofol, Pulmicort Inalado, Pulmicort, Xylocaina Pomada, Zestoretic, Zestril, Zoladex,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio