Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Elocom - creme ou pomada

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Furoato de Mometasona - Não Fluorado.

Apresentação : Bisnagas com creme e pomada com 20 g.

Indicação : ELOCOM Creme ou Pomada é indicado para o alívio das manifestações inflamatórias e pruriginosas das dermatoses sensíveis aos corticosteróides como psorase e dermatite atépica.

Efeito Colateral :

As reações adversas locais, relatadas apenas raras vezes com o uso de ELOCOM Creme a 0,1%, incluem ardor (1%), prurido (1%) e sinais de atrofia cutânea (3%).
As reações locais, relatadas também raras vezes com o uso de Apresentação : pomada a 0,1%, incluem ardor, prurido, atrofia cutânea, formigamento/queimação e furunculose.
O componente propilenoglicol potencialmente irritante e pode causar sensação de queimação, se usado sobre rea inflamada.
As seguintes reações adversas locais foram relatadas com pouca freqencia com o uso de corticosteróides tópicos: ardor, prurido, irritação, ressecamento, foliculite, hipertricose, erupção acneiformes, hipopigmentação, dermatite perioral, dermatite de contato alérgica, maceração da pele, infecção secundária, atrofia cutânea, estrias e miliria.

Precauções :

Se ocorrer irritação ou sensibilização com o uso de ELOCOM Creme ou Pomada, a medicação Deverá ser suspensa e instituído tratamento adequado.
Em caso de infecção, Deverá ser instituído o uso de um agente antimictico ou antibiótico apropriados. Se uma resposta favorvel não ocorrer rapidamente, o corticosteride Deverá ser suspenso até que a infecção tenha sido controlada adequadamente.
Qualquer um dos efeitos secundários relatados com o uso de corticosteróides sistémicos, inclusive supressão da supra-renal, também poderá ocorrer com a administração tópica de corticosteróides, principalmente em crianças e lactentes.
A absorção sistémica de corticosteróides tópicos poderá aumentar se forem tratadas reas extensas ou com o uso de Técnica oclusiva. Nestes casos, deve-se tomar as precauções necessárias, assim como quando houver previsão de tratamento a longo prazo, especialmente em crianças e lactentes.
O uso excessivo e prolongado de corticosteróides pode suprimir a função hiPófise supra-renal, resultando em insuficiência supra-renal secundária.
Pacientes pediátricos poderão demonstrar aumento da suscetibilidade indução pelo corticóide tópico da supressão do eixo hipotAlémico-pituitério e síndrome de Cushing. Isso poderá ocorrer devida razo entre a rea de superfcie da pele e o peso corporal. O uso de corticosteróides tópicos em crianças Deverá ser limitado mínima dose possível a qual seja compatével a um regime terapêutico efetivo. O tratamento crônico com corticosteróides pode interferir no crescimento e desenvolvimento das crianças.
ELOCOM Creme ou Pomada não é indicado para uso oftálmico.
Uso Durante a Gravidez e a Lactação
Como a segurança do uso de ELOCOM nas formas creme ou pomada durante a gravidez não está estabelecida, Deverá ser usado com cautela durante a gestação, apenas se o possível benefício justificar o risco potencial para o feto. Corticosteróides não devem ser usados em mulheres grávidas em grandes quantidades ou durante perãodos prolongados.
Como não se sabe se os componentes do produto são excretados no leite, recomenda-se cautela quando for administrado em mulheres lactantes.

Contra indicação :

ELOCOM está contraindicado em pacientes sensíveis ao furoato de mometasona, a outros corticosteróides ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Modo de Usar :

Deve-se aplicar em uma fina camada de ELOCOM Creme ou Pomada a 0,1% nas reas afetadas, uma vez por dia.
Não fazer uso de curativos oclusivos.

Superdosagem :

Sintomas: o uso excessivo e prolongado de corticosteróides tópicos pode suprimir a função do eixo hiPófise-supra-renal, causando insuficiência supra-renal secundária.
Tratamento: é indicado tratamento sintomático apropriado. Os sintomas de hipercorticoidismo agudo são virtualmente reversíveis. Se necessário, tratar o desequilíbrio eletrolítico. Em casos de toxicidade crônica, aconselha-se suspender lentamente o uso dos corticosteróides.

Fabricante :

Indústria Química e Farmacêutica Schering-Plough S/A.

Rua Antônio das Chagas 1623
São Paulo Sp, 04714-002, Brasil

FONE: (11) 5188-5150
SAC SCHERING-PLOUGH: 0800 770 2477

Bazoton, Cedrin, Claritin, Clopixol, Coristina d, Coristina r, Daivonex, Diprogenta, Diprospan, Disofrol, Elocom, Episol fps 15, Fareston, Fluir, Furacin, Garasone, Gets it, Lioram, Nujol, Octelmin


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Curso Master O Cara da Foto