Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Elixir Paregórico - Bula

Bula do Medicamento elixir paregórico, tintura do extrato seco do ópio, empregada como calmante de dores intestinais.

Apresentação: Solução oral, cartucho com frasco plástico opaco branco x 30ml

Classe terapêutica: Antidiarréico.

Indicação : indicado como antiespasmódico, contra gases, dores estomacais e dores intestinais.

Fórmula:

Cada ml contém 0,05ml ,

Tintura desodorizada (ópio) de Papaver somniferum L. (equivalente a 0,05% ou 0,5 mg de morfina) ,

Excipientes (ácido benzóico, cânfora, essência de anis, álcool etílico e água de osmose reversa).

Posologia: 1 colher das de sobremesa às refeições; Crianças:1 colher das de chá às refeições, ou segundo critério médico.

Como funciona:

O ópio (que em grego quer dizer “suco”) é um extrato seco obtido da planta Papaver somniferum L. (Papaverácea). A tintura canforada de ópio ou Elixir Paregórico é uma preparação farmacêutica descrita nas Farmacopéias.

A palavra paregórico é derivada do grego e significa “acalmando” e de fato pode ser utilizada para desordens gastrintestinais como dor abdominal. Estudos confirmam os efeitos analgésicos e antiespasmódicos desse medicamento.

Contra Indicações : Elixir Paregorico é contra indicado caso reconhecida hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Por um medicamento considerado narcótico, tem seu uso controlado. Segundo estudos pré-clínicos e clínicos realizados com o Elixir Paregórico, os efeitos adversos encontrados foram de baixa intensidade e somente observados em doses acima do recomendado na posologia.

Um estudo pioneiro foi realizada pelo Departamento de Fisiologia e Farmacologia da Universidade Federal do Ceará a fim de verificar se a administração desse medicamento pode provoca efeitos tóxicos significativos.

A pesquisa foi realizada sobre uma amostra de 28 voluntários. Alguns eventos leves foram relatados mas regrediram espontaneamente. O estudo concluiu que se administrado até quatro vezes ao dia durante 10 dias, é seguro e não causa nenhum efeito tóxico perceptível, em indivíduos saudáveis.

Efeitos Colaterais: Xerostomia (boca seca), náuseas, vómitos, redução da motilidade gastrointestinal, obstipação, tontura, sonolência, fadiga, hipotensão, sedação, depressão respiratória, taquicardia, bradicardia, cefaléia, nervosismo, confusão e alterações visuais. Reduz o volume e a frequência da micção.

Interações medicamentosas: Interage com substâncias antidepressivas tais como os inibidores da monoaminoxidase e antidepressivos tricíclicos, as anfetaminas.

Farmacologia: A ação é via estimulação dos receptores opioides intestinaisdo tipo mu, causando diminuição do pentaltísmo intestinal. As encefalinas são opioides endógenos que atual como neurotransmissores entéricos importantes. Elas inibem a secreção intestinal sem alterar a motilidade.

A racecadotrila, um inibidor dipeptídico da encefalinase , reforça os efeitos das encefalinas endógenas no receptor opioide de forma a exercer um efeito antidiarréico.


Informações Legais:

M.S. 1.0066.3392.001-5
Farm. Resp.: T. Fujii - CRF-SC No 947

Fabricante:

Laboratório Catarinense S.A.
Rua Dr. João Colin, 1053
89204-001 - Joinville - SC
CNPJ 84.684.620/0001-87
Indústria Brasileira
SAC 0800-474222

Bibliografia:

_Anvisa. Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998. Anexo I. Lista - A1 Lista das substâncias entorpecentes (sujeitas a Notificação de Receita "A", que deve ser firmada por profissional inscrito no Conselho Regional de Medicina, no Conselho Regional de Medicina Veterinária ou no Conselho Regional de Odontologia).

BRUTON, Laurence L., Bruce A. Chabner, Björn C. Knollmann. As Bases Farmacológicas da Terapêutica de Goodman & Gilman - 12.ed. - AMGH Editora, 2012.

HILAL_DANDA, Randa e Laurence Brunton. Manual de Farmacologia e Terapêutica de Goodman & Gilman - 2. Edição, MGH Editora, 2015.

MORAES, Safety evaluation of Elixir Paregorico in healthy volunteers: a phase study, por MORAES et al. Departamento de Fisiologia e Farmacologia. Faculdade de Medicina. Unidade Clínica Farmacológica. Universidade Federal do Ceará

PAPICH, Mark G. Papich., Manual Saunders de Terapia Veterinária, Pequenos e Grandes Animais - 3. Edição, Elsevier Brasil, 2012

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular