Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Dysport - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Toxina botulúnica tipo A

Efeitos Colaterais :

reações adversas com o tratamento com Dyspor t (Toxina botulúnica tipo A) es to relacionadas, em geral, com a fraqueza temporria da musculatura adjacente, que pode ser minimizada com uso de doses mínimas nos grupamentos mais envolvidos com a patologia.
a) reações adversas no tratamento de blefarospasmo e espasmo hemifacial
Injeções profundas ou posicionadas incorretamente de DYSPORT (Toxina botulúnica tipo A) podem paralisar temporariamente grupos musculares próximos.

Contra indicação :

O produto es tÉ contra- indicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade toxina botulúnica ou qualquer outro componente da formulação.
está contraindicado na gravidez .

Interação Medicamentosa :

O efeito da toxina botulúnica pode ser potencializado por antibióticos aminoglicosdeos ou quaisquer outras drogas que interfiram com a transmissão neuromuscular. Os pacientes que fazem uso dessas drogas devem ser cuidadosamente observados quando utilizarem DYSPORT (Toxina botulúnica tipo A).

Modo de Usar :

1) Em hiperidrose axilar de moderada a grave, a dose total utilizada por axila de 100-250 U. após a Identificação apropriada das reas hiperidrticas pelo teste iodoamido de Minor, delimita- se 10-25 pontos com distribuição uniforme. após assepsia local, cada sítio de injeção recebe 10 U de Dyspor t (Toxina botulúnica tipo A) subdrmico. A necessidade de repetição das injeções tem prazo varivel, em média 6 meses. Na hiperidrose palmar, a dose total usual utilizada por palma é de 100 a 150 U, distribudas em 10-15 sítios diferentes de injeção subcutânea, sendo 10 U por sítio.

2) Para o tratamento de linhas faciais hiperfuncionais recomenda-se a utilização da eletromiografia para obtenção do máximo efeito terapêutico com as mínimas doses possíveis.

A dose Deverá ser estabelecida pelo médico baseado na fora e cinética muscular do paciente.

A aplicação deve ser feita por via IM no mêsculo as sociado linha hiper funcional, com seringa e agulha de insulina de 30 G . O volume pode var iar de acordo com a reconstituição (diluição) que o médico julgar mais apropriado para cada paciente.

Na regio glabelar recomenda-se uso de 60 a 80 U no total, para os dois lados, distribudas entre os mêsculos prcero e a parte medial do corrugador. Divide-se a dose em 15 a 20 U para o prcero, 10 a 12 U para a parte medial do corrugador e 6 a 9 U para o mêsculo orbicular, logo acima da regio medial do corrugador. As injeções no mêsculo prcero são realizadas na junção entre a borda óssea e uma linha imaginária que passa na altura do incio dos supercélios. As aplicações seguintes ocorrem na junção entre uma linha que passa no canto interno dos olhos e na borda superior do osso orbital; os próximos pontos ficam 1 cm acima destes.
Em homens, cuja musculatura responsável por estas rugas possuem maior massa muscular, pode-se acrescentar mais 1 ponto de aplicação de cada lado situado 1 cm acima da borda do osso orbital e de uma linha vertical que passa na altura das pupilas. importante que seja 1 cm acima do supercélio para evitar ptose palpebral.

Pós de galinha: 30 a 45 U cada lado, distribudas em três pontos de 10 a 15 U ao nível do canto do olho e 1 cm lateral parede lateral da rbita. O outro ponto fica a 1,5 cm inferior a este e ligeiramente medial ao primeiro ponto de aplicação . Pode- se massagear gentil mas firmemente em direção externa, pois isto produz melhor resultado. Pode-se aumentar pontos de aplicação (mais superior), lembrando que o efeito da toxina se estende em média num raio de 1 cm a partir do ponto de aplicação .

Adultos e idosos: No tratamento de blefarospasmo bilateral, a dose inicial recomendada é de 120 Unidades (abreviação = U) por olho. Injeções de 0,1 ml (20 U) devem ser aplicadas medialmente e injeções de 0,2 ml (40 U) devem ser aplicadas lateralmente na junção entre as regiões pré-septal e orbital de ambos os mêsculos orbiculares inferior e superior de cada olho.

Superdosagem :

Doses excessivas podem produzir paralisia neuromuscular distante e intensa. Suporte respiratério pode ser necessário se doses excessivas provocarem paralisia dos mêsculos respiratérios. Não existe antídoto específico; não se deve
esperar que a antitoxina seja benfica e cuidados gerais de suporte são recomendados .

Fabricante :

Fabricante : s Biosintética Ltda.

Medicamentos do mesmo fabricante :

adalat_oros., anangor., ansentron, arovit., avalox., baycuten-n, bayro-gel, benerva, bepantol, biocarbo, biometrox, biopaxel, biorrub, bioxifeno, bonar, brozepax, canesten, cipro, copaxone, corus_50_mg, corus_h, corus-h, deprilan_5_mg, dermomax, disgren, dysport, ephynal, eupressin, eupressin, ezulen, filgrastima, fluticaps, formocaps, gino-canesten_1, gino-canesten_3, leucovorina, lipobay, lisinopril, litiocar, loratadina, micetal, minor, miodaron, naproxeno, nicolan, nifelat, nootron, oceral, omeprazol, ondansetron, one-a-day_50, osteocalcic, osteotrat, oxcord, paclitaxel, pantopept, paracetamol, prevax, progresse, revangel, ribavirina, rupafin, saridon, sinergen, somatrop, supradyn, vincetron


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.