Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Doralex - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Dipirona Sodica.

Apresentação : Comprimido 500mg: Caixa com 100 comprimidos
Solução Oral 500mg/ml: Caixa com 01 frasco contendo 10ml

Indicação : Medicação analgésica e antitrmica. No tratamento auxiliar do estados gripais, dores nevrlgicas e reumáticas. Nas célicas renais e hepáticas.

Efeito Colateral :

Em pacientes sensíveis, independente da dose, DIPIRONA pode provocar reaces de hipersensibilidade. As mais graves, embora bastante rara, são choque e discrasias sanguíneas (agranulocitose, leucopenia e trombocitopenia), que sempre um quadro muito grave. Outros efeitos indesejados, que podem ocorrer, incluem reações de hipersensibilidade, que afetam a pele (urticária), a conjuntiva e a mucosa nasofarngea, muito raramente progredindo para reações cutâneas bolhosas, Às vezes com risco de vida, geralmente com comprometimento da mucosa (na síndrome de Stevens-Johnson ou na síndrome de Lyell). No evento de tais reações cutâneas, o tratamento deve ser suspenso imediatamente e o médico consultado. Pacientes com história de reação de hipersensibilidade a outras drogas ou substâncias podem constituir um grupo de maior risco e apresentar reações adversas mais intensas, até mesmo choque. Neste caso, o tratamento deve ser imediatamente suspenso e tomadas as providncias médicas adequadas: colocar o paciente deitado com as pernas elevadas e as vias aéreas livres; diluir 1 ml de epinefrina a 1:1.000 para 10ml e aplicar 1ml, por via intravenosa e, a seguir, uma dose alta de glicocorticoide. Se necessário, fazer reposição do volume sanguíneo com plasma, albumina ou soluções eletrolíticas. Em situações ocasionais, principalmente em pacientes com histricos de doença renal preexistente, ou em caso de sobredosagem houve distúrbio renais transitórios com oligúria ou anúria, proteinária e nefrite intersticial. Podem ser observados ataques de asmas em pacientes predispostos a tal condição.

Precauções :

O uso de DORALEX em casos de amigdalite ou qualquer outra afecção da bucofaringe deve merecer cuidado redobrado. Esta afecção preexistente pode mascarar os primeiros sintomas de agranulocitose (angina agranuloctica), Ocorrência rara, mas possível, quando se faz uso de produto que contenha DIPIRONA. Seu uso deve ser evitado nos primeiros 3 meses e nas últimas 6 semanas de gestação e, mesmo fora destes perãodos, DORALEX somente deve ser administrado a gestantes em casos de absoluta necessidade. Quando usado por mulheres que estejam amamentando, DIPIRONA passa para o leite materno; entretanto, até o momento desconhecem-se Ocorrências de efeitos prejudiciais para o lactente. Pacientes com asma ou infecções respiratórias crônicas, bem como pacientes com hipersensibilidade a qualquer tipo de substância, podem desenvolver choque. O uso de comprimidos inadequado para crianças e adolescentes abaixo de 15 anos. Crianças menores de três meses de idade ou pesando menos de 5kg não devem ser tratadas com DIPIRONA, devido à possibilidade de interferncia na função renal, a menos que seja absolutamente necessário. Em pacientes com distúrbios hematopoticos, DORALEX somente deve ser administrado sob controle médico. Cuidados são necessários em pacientes com pressão arterial abaixo de 100mmHg ou com condições circulatérias instveis (p. ex.: deficiência circulatéria incipiente associada ao infarto do miocárdio, lesões múltiplas ou choque recente). Usar com cuidado em pacientes idosos, com obstrução pilrica ou intestinal, ou com a função metabólica, renal ou hepática, debilitada.

Advertências

Interromper imediatamente o uso e consultar o médico se surgirem manifestações alérgicas na pele, como prurido e placas vermelhas, se houver dor de garganta ou qualquer outra anormalidade na boca ou garganta.

Fórmula :

Cada comprimido contém:
Dipirona sódica....................500mg
Excipientes: amido de milho, manitol oral, estearato de magnésio, polivinil pirrolidona.
Cada ml de solução oral contém:
Dipirona sódica....................500mg
Excipientes: água deionizada, sacarina sódica, corante amarelo tartrazina, metilparabeno, propilparabeno, sorbitol 70%, EDTA dissódico, metabissulfito de sódio.

Contra indicação :

DORALEX não deve ser administrado a pacientes com intolerância conhecida aos derivados pirazolúnicos (hipersensibilidade aos medicamentos que contém DIPIRONA Sódica, isopropilaminofenazona, propifenazona, fenazona ou fenilbutazona) ou com determinadas doenças metabólicas tais como: porfiria hepática e deficiência congnita de glicose-6-fosfato-desidrogenase.
Como os demais Analgésicos, DORALEX não deve ser administrado em altas doses ou por perãodo prolongados, sem controle médico.

Interação Medicamentosa :

Deve-se evitar o uso concomitante de álcool, pois pode ocorrer interação entre o álcool e o produto. No caso de tratamento concomitante com ciclosporina, pode ocorrer uma diminuição no nível de ciclosporina. Produtos contendo DIPIRONA não devem ser administrados a pacientes sob tratamento com clorpromazina, pois pode ocorrer hipotermia grave.

Modo de Usar :

Comprimidos: Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 1 a 2 comprimidos, até 4 vezes ao dia. Doses maiores, somente a critério médico. Solução oral (gotas):1ml = 30 gotas. As doses a seguir aplicam-se a pacientes de peso normal. Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 30 a 60 gotas, até 4 vezes ao dia. Crianças e adolescentes menores de 15 anos: 13 a 14 anos (46 a 53 kg): 30 a 37 gotas, até 4 vezes ao dia; 10 a 12 anos (31 a 45 kg): 22 a 30 gotas, até 4 vezes ao dia; 7 a 9 anos (24 a 30 kg): 18 a 21 gotas, até 4 vezes ao dia; 4 a 6 anos (16 a 23kg): 13 a 16 gotas, até 4 vezes ao dia; 1 a 3 anos (9 a 15 kg): 7 a 12 gotas, até 4 vezes ao dia; 3 a 11 meses (5 a 8 kg): 3 a 6 gotas, até 4 vezes ao dia. Crianças menores de três meses de idade ou pesando menos de 5 kg não devem ser tratadas com DIPIRONA, a menos que seja absolutamente necessário. Neste caso a dose de 1 gota até 3 vezes ao dia não deve ser excedida. Doses maiores, somente a critério médico.

Superdosagem :

Em caso de superdosagem, os cuidados deverão ser os classicamente utilizados lavagem gástrica, monitorização das funções vitais com terapêutica de suporte, quando necessário; eventualmente, diurese forçada e dilise (DIPIRONA dialisvel).

Fabricante :

Vitapan Indústria farmacêutica Ltda.

Endereço: Rua VPR 01, Quadra 02-A, Modulo 01, Daia
Anápolis - GO, 75132-020
Telefone: (62) 3902-6100
CNPJ: 30.222.814/0001-31
Industria Brasileira.

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aceclofenaco, Alendrin, Algy Flanderil, Amlodil, Ancloric, Assedatil, Atenoclor, Baczin, Beritin BC, Binafin, Bronquil, Butacid, Cecoflan, Celoxin, Cifloxan, Cinazin, Clarivit, Clordilon, Cloridrato de Amilorida Hidroclorotiazida, Clotigen, Dermitrat, Dermonil, Descoflan, Dexamex, Dibetam, Digoxan, Dimedril, Dimenidrin, Diureclor, Doralex, Dorfenol, Doxilina, Dnergrip-C, Feldran, Ferrison, Flamalgen, Flamatrat, Fluconid, Fungitrin, Gellat, Ginecol,
  • Glicomet, Hemodase, Ivermectina, Katrizan, Lisinoprid, Lorasc, Lorasliv, Losacoron, Mebendathil, Meloflan, Micotrin, Miocardil, Mucovit, Nimelid, Nimelit, Nistagen, Panvermin, Peptovit, Permitrat, Predcort, Pressomet, Pulmotrat, Quadrineo, Renapril, Resfriol, Reumotec, Ritroxim, Secdazol, Sivastin, Soripan, Suavebaby, Sulfato de Salbutamol, Tenolon, Ulcevit, Vertizan, Vitaglos, Vital Colírio, Vitromicin,

    Advertências :

    Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

    Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

    Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

    Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

    Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

    O ministério da saúde adverte:

    A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

    Como descartar os medicamentos :

    Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

    Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

    Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

    Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

    Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

    As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

    Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

    Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

    No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

    Mantenha-o longe do alcance de crianças.

    Manuseie-o com as mãos limpas.

    Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

    O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

    Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

    Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

    Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

    Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.