Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Diprosalic - para que serve

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo: Betametasona, dipropionato / ácido Salicélico

Classe terapêutica: Medicamentos usados em afecções cutâneas. Medicamentos queratolticos e antipsoriticos. De aplicação tópica.

Apresentação:

0,5 mg/g + 30 mg/g - Pomada

Diprosalic 0,5 mg/g + 20 mg/g - Solução cutânea

Indicação: O dipropionato de betametasona, um corticosteride fluoretado sintético, possui ação anti-inflamatória, anti-pruriginosa (contra comicháo cutânea) e vasoconstritora.

O ácido salicílico tópico amolece a queratina, solta o epitélio endurecido e descama a epiderme, tornando o epitélio subjacente sensível sua ação bacteriostática e fungicida e acessvel aos efeitos terapêuticos do dipropionato de betametasona.

Diprosalic pomada é indicado no tratamento inicial de psorase em placas moderada a grave.

ANTES DE UTILIZAR Diprosalic

Não utilize Diprosalic

-Se tem alergia (hipersensibilidade) s substâncias ativas ou a qualquer outro componente de Diprosalic.

Tome especial cuidado com Diprosalic

Ao utilizar Diprosalic com outros medicamentos

Informe o seu médico e farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Se toma determinado tipo de medicamentos para a tensão alta (do grupo dos diuréticos, inibidores da enzima de conversão da angiotensina IECA ou antagonistas da angiotensina II) informe o seu médico antes de iniciar a utilização de Diprosalic (ver secção 2. “Tome especial cuidado com Diprosalic”.

Ao utilizar Diprosalic com alimentos e bebidas

Não aplicvel.

Gravidez e Aleitamento

Não foi ainda definitivamente estabelecida a segurança de Diprosalic em mulheres grávidas. Esta classe de fármacos não deve, portanto, ser usada em grandes quantidades ou por perãodos prolongados em doentes grávidas.

Desconhece-se se a aplicação tópica de corticosteróides pode provocar uma absorção sistémica suficiente para produzir quantidades detectveis no leite materno. Não se recomenda portanto Diprosalic, excepto se claramente necessário.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não aplicvel.

3.É coMO UTILIZAR Diprosalic
Uso cutâneo.

Utilizar Diprosalic sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Aplicar uma camada fina de Diprosalic pomada de modo a cobrir completamente a rea afectada, duas vezes por dia, de manhã e à noite. Em alguns doentes, pode conseguir-se uma terapêutica de manutenção adequada com aplicações menos frequentes.

Se utilizar mais Diprosalic do que deveria

O uso excessivamente prolongado de corticosteróides tópicos pode suprimir a função do eixo hiPófiso-supra-renal, resultando em insuficiência secundária das supra-renais.

O uso excessivamente prolongado do ácido salicílico pode causar sintomas de salicilismo. é indicado um tratamento sintomático adequado.

Se parar de utilizar Diprosalic

Não aplicvel.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, Diprosalic pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Em estudos clínicos, Diprosalic demonstrou ser bem tolerado.

Foram referidas com o uso de corticosteróides tópicos, as seguintes reações adversas locais: sensação de calor, comicháo, irritação, secura, inflamação de um folculo piloso, desenvolvimento de Pólos numa regio que habitualmente não os possui, erupções acneiformes, diminuição da pigmentação, dermatite em redor da boca e dermatite de contacto alérgica.

Com o uso de pensos oclusivos, podem ocorrer mais frequentemente as seguintes reações: inchao da pele seguido de amolecimento, infecção secundária, redução cutânea, estrias e inflamação aguda das glndulas sudorparas.

A aplicação cutânea prolongada de preparados contendo ácido salicílico pode causar dermatite.

É coMO CONSERVAR Diprosalic

Manter fora do alcance e da vista das crianças. Não conservar acima de 30ºC.

Não utilize Diprosalic após o prazo de validade impresso na embalagem exterior e na bisnaga, a seguir a “Exp”.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6.é outras informações
Qual a composição de Diprosalic

-As substâncias ativas são: Betametasona, na forma de dipropionato e ácido salicílico. Cada grama de pomada contém 0,64 mg de dipropionato de betametasona, equivalente a 0,5 mg de betametasona e 30 mg de ácido salicílico.

-Os outros componentes são: vaselina branca e parafina líquida.

Qual o aspecto de Diprosalic e conteúdo da embalagem

Diprosalic pomada apresenta-se na forma farmacêutica de pomada, esbranquiada, acondicionada em bisnaga de alumínio. Embalagem contendo uma bisnaga com 30 g de pomada.

Fabricante:

Schering-Plough Farma, Lda Rua Agualva dos Aores, n.162735-557 162735-557 à 162735-557 à 162735-557 Agualva-Cacm Portugal

Tel.: 21 433 93 00


Advertências:

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos:

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma:

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.