Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Digoxina - mecanísmo de ação

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Digoxina.

Apresentação : Frasco conta-gotas x 10 ml. caixa contendo 100 e 500 comprimidos.

Indicação : Nos casos de insuficiencia cardiaca, fibrilacao atrial, flutter atrial e taquicardia paroxistica, quando se fizer necessaria a digitalizacao rapida do paciente. em emergencias, tais como: insuficiencia cardiaca descom-pensada e edema pulmonar agudo.

Efeito Colateral :

As reacoes adversas estao principalmente associadas a sinais de superdose e, normalmente, desaparecem dentro de poucas horas apos a suspensao da administracao da droga. gastrintestinais: anorexia e um sintoma comum inicial de superdose. pode ser seguida de nausea e vomito. pode tambem ocorrer diarreia. e aconselhavel considerar a nausea como um sinal inicial de excessiva digoxina, uma vez que arritmias podem ocorrer primeiro. sistema nervoso central: fraqueza, apatia, fadiga, mal-estar, cefaleia, disturbios visuais, depressao e ate psicose foram relatados. disritmias: uma traco caracteristico de intoxicacao pela digoxina e uma combinacao de arritmias. normalmente o primeiro sinal de um efeito adverso iminente e a ocorrencia de contracoes ventriculares prematuras. elas passam para a bigeminia ou trigeminia. as taquicardias atriais, frequentemente uma indicacao para a digoxina, podem, entretanto, ocorrer apos a administracao de uma alta dose da droga. a taquicardia atrial com bloqueio e particularmente caracteristica e a taxa de pulso nao e necessariamente rapida. a bigeminia persistente em repouso, mas nao em exercicio, quando a taxa de sinus aumenta, tem tradicionalmente sido aceita no controle de algumas arritmias. mas isto sugere a aproximacao de toxicidade e uma dose menor de digoxina, e uma pequena dose de betabloqueadores podem ser administradas para um melhor controle (ver precaucoes).

Fórmula :

Liquido: cada ml contem digoxina 0,5 mg; veiculo aquoso q.s.p. 1 ml. comprimido: cada comprimido contem digoxina 0,25 mg; excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Contra indicação :

Fibrilacao ventricular; em alguns pacientes submetidos a terapeutica com o produto, que necessitam da suspensao devido a ocorrencia de algum efeito indesejavel; hipersen-sibilidade a digoxina; alergia a digoxina embora rara. esta alergia nao se estende a todas as preparacoes digitalicas, mesmo assim a instituicao da terapeutica com outros glicosideos digitalicos deve ser tentada com cautela.

Modo de Usar :

Adultos: digitalizacao rapida: 1 - 1,5 mg/dia; manutencao: 0,25 - 0,5 mg/dia. criancas: digitalizacao: 0,04 mg/kg/dia; manutencao: 20 30% desta dose. a dose de digoxina deve ser ajustada individualmente por paciente, e as doses sugeridas devem ser interpretadas somente como uma diretriz inicial. adultos e criancas como mais de dez anos: digitalizacao rapida: 0,75 a 1,5 mg em dose unica. em pacientes idosos e quando ha menos urgencia ou maior risco de toxicidade, uma pequena dose inicial de 0,5 a 0,75 mg pode ser administrada. digitalizacao lenta oral: 0,25 a 0,75 mg diariamente por mais ou menos uma semana, seguidos de doses de manutencao apropriadas. a melhora clinica normalmente e observada entre uma e tres semanas. a escolha entre uma digitalizacao rapida ou lenta depende da urgencia das indicacoes clinicas. manutencao: 0,25 a 0,5 mg diariamente, como for necessario, em doses divididas, e a faixa em pacientes com funcao renal relativamente normal, mas, nos mais sensiveis, a dose pode ser de 0,0625 mg diariamente ou com menor frequencia. criancas com menos de 10 anos: digitalizacao: 0,01 a 0,02 mg/kg de peso corporal, repetidos a cada seis horas, ate que o resultado terapeutico seja obtido, geralmente, apos administracao de 2 a 4 doses. manutencao: 0,01 a 0,02 mg/kg de peso corporal diariamente em doses unicas. a faixa de dose mais baixa aplica-se a recem-nascidos. recomendacoes de dose na presenca de disturbios renais ou tratamento com Diuréticos (ver precaucoes). radioimunoensaio: a adequacao de doses pode ser avaliada atraves da determinacao da concentracao serica ou plasmatica da digoxina, usando-se radioimunoensaio. as concentracoes plasmaticas otimas, mais ou menos seis horas apos a administracao das doses, sao de 1,0 a 2,0 mg/ml. os valores acima de 3,0 mg/ml sugerem toxicidade digitalica, nao obstante concentracoes mais baixas possam ser toxicas em hipocalemia. - conduta na superdosagem: o tratamento da toxicidade digitalica quase sempre e bem sucedido se se utilizam meios apropriados. o paciente deve ser internado em unidade de tratamento intensivo e ter seu ecg monitorizado. nao se deve administrar digital adicional. os Diuréticos que provocam deplecao de potassio devem ser suspensos. se houver arritmias graves, ha necessidade de tratamento adicional, fenitoina, lidocaina e sais de potassio sao as drogas mais eficazes. a administracao de 40 a 80 meq k+ por via oral ou intravenosa, reduz a ligacao da digital ao coracao e antagoniza diretamente certos efeitos cardiotoxicos do glicosideo (3 a 6 g de cloreto de potassio, por via iv em uma injecao de dextrose a 5% diluido a uma concentracao de 40 meq por 500 ml, a uma velocidade que nao exceda a 20 meq por hora). as outras drogas antiarritmicas (quinidina, procainamida e propranolol) sao eficazes as vezes, mas estao associadas a maior probabilidade de produzir novas arritmias.

Fabricante :

EUROFARMA LABORATÓRIOS LTDA.
Av. Ver. José Diniz, 3.465
São Paulo – SP
SAC 0800-704-3876
euroatende@eurofarma.com.br
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

Biliflux, Carbolitium, Dacarb, Digoxina, Dopamina, Drocef, Hioscina, Hydroplus, Isacilin, Megapen, Pantocal, Primera, Probecilin, Pulmocilin


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular