Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Diamicron 60 mg - bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Gliclazida

Apresentação : Os comprimidos de DIAMICRON são brancos, redondos, achatados e com uma ranhura numa das faces e estáo disponíveis em blister, embalados em caixas de 20 e 60 comprimidos.

Indicação :

DIAMICRON é um antidiabético oral. é utilizado para tratamento de todas as formas de diabetes sensíveis ao tratamento oral, como: diabetes do adulto com ou sem obesidade, diabetes do idoso, diabetes com complicações vasculares.

Antes de tomar DIAMICRON

Não tome DIAMICRON:

  • Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância ativa ou a qualquer outro componente de DIAMICRON,
  • Se tem diabetes infantil ou juvenil (tipo 1),
  • Se tem cetose grave, acidose,
  • Em caso de pré-coma e coma diabético,
  • Se sofre de insuficiência renal e hepática grave,
  • Se tem antecedentes alérgicos conhecidos s sulfamidas,
  • Se está a tomar miconazol comprimidos,
  • Se está grávida ou a amamentar.
  • Tome especial cuidado com DIAMICRON:

  • Se tem antecedentes familiares ou tem uma deficiência em glucose-6-fosfato desidrogenase (G6PD), informe o seu médico antes de tomar este medicamento.
  • Ao tomar DIAMICRON com outros medicamentos:

    Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver tomando ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

    Certos medicamentos são sucetíveis de potencializar o efeito hipoglicemiante do DIAMICRON: anti-inflamatórios não esteroides (particularmente salicilados), sulfamidas antibacterianas, anticoagulantes cumarinicos, IMAO, beta bloqueantes, diazepam, tetraciclinas, maleato de perhexidina, cloranfenicol, clofibrato, miconazol comprimidos e danazol.

    Certos medicamentos podem, pelo contrrio, diminuir o efeito hipoglicemiante do DIAMICRON: barbitúricos, salidiuréticos, estroprogestativos.

    Associações que requerem precauções de utilização: Cloropromazina (neurolptico);

    Ritodrina, salbutamol, terbutalina (agonistas beta-2, via i.v.).

    Ao tomar DIAMICRON com alimentos e bebidas:

    A ingestão de álcool pode potencializar o efeito hipoglicemiante.

    Gravidez e aleitamento:

    Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

    Gravidez:

    Não utilizar durante a gravidez.

    Aleitamento:

    Não utilizar durante o aleitamento.

    Condução de veículos e utilização de máquinas:

    Caso tenha sintomas de hipoglicmia, deve ser prudente no caso de condução e utilização de máquinas, especialmente no incio do tratamento.

    Informaçães importantes sobre alguns componentes de DIAMICRON:

    DIAMICRON contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

    COMO TOMAR DIAMICRON

    Tomar DIAMICRON sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. A posologia não deve ser aumentada nem diminuída sem conselho médico. O medicamento deve ser tomado de pReferência durante as refeições.

    Os comprimidos não devem ser divididos. Se tomar mais DIAMICRON do que deveria:

    A sobredosagem acidental ou voluntária, provoca essencialmente manifestações de hipoglicmia. Em caso de manifestações hipoglicmicas moderadas ou benignas (suores, palidez, aceleração do ritmo cardíaco, mau estar) deve absorver açúcar ou bebida açucarada) e prevenir o médico assistente. Em casos graves com alterações da consciência deve ser contactado o médico assistente ou um hospital.

    Caso se tenha esquecido de tomar DIAMICRON:

    Tome a próxima dose hora habitual. Não tome uma dose dobrada para compensar a dose que se esqueceu de tomar.

    Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

    Efeitos secundários possíveis

    Como todos os medicamentos, DIAMICRON pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

    Os efeitos indesejáveis são apresentados por ordem decrescente de gravidade dentro de cada classe de frequência.

    Doenças do sangue e do sistema linfático:

    Muitos raros ( < 1/10000): alteração dos parâmetros sanguíneos: trombocitoPónia, agranulocitose ou leucopenia, anemia.

    Doenças gastrointestinais:

    Muito raras ( < 1/10000): náuseas, vômitos, gastralgias, diarreia, obstipação.

    Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneas:

    Pouco frequentes (1/1000, <1/100): particularmente prurido, eritema, urticária.

    Afecções hepatobiliares:

    Muito raros (< 1/10000): casos de icterícia colestática de origem alérgica.

    Hipoglicmia

    Como para as outras sulfonilureias, no caso de as refeições serem tomadas em intervalos irregulares e, muito particularmente, em caso de omissão de uma refeição, o tratamento com DIAMICRON pode provocar hipoglicmia. Os sintomas possíveis duma hipoglicmia são: cefaleias, fome intensa, náuseas, vômitos, lassidão, sonolência, perturbações do sono, agitação, agressividade, diminuição da concentração, da consciência e das reações, depresses, confusão, perturbações visuais ou da fala, afasia, tremores, paresia, perturbações sensoriais, vertigens, sensação de falta de fora, perda de autocontrole, delírio, convulsões, respiração fraca, bradicardia, sonolência e perda de consciência, podendo ir até ao coma e morte.

    Além disso, podem ainda ser observados sinais de contra-regulação adrenérgicos: hipersudação, pele hámida, ansiedade, taquicardia, hipertensão, palpitações, angina de peito e arritmia cardíaca.

    Regra geral, os sintomas desaparecem após a absorção de hidratos de carbono (açúcar). Em contrapartida, os edulcorantes artificiais não tém qualquer efeito. A experiência com as outras sulfonilureias demonstra que, mesmo quando as medidas se revelam inicialmente eficazes, a hipoglicmia pode recidivar.

    Em caso de hipoglicmia grave ou prolongada, mesmo se temporariamente controlada por uma absorção de açúcar, necessário um tratamento médico imediato, ou mesmo a hospitalização.

    COMO CONSERVAR DIAMICRON
    Conservar a temperatura inferior a 25 C.

    Manter o medicamento fora do alcance e da vista das crianças.

    Não utilize DIAMICRON após o prazo de validade impresso na embalagem exterior e no blister (VAL). O prazo de validade corresponde ao últim dia do mês indicado.

    Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

    Outras informações
    Qual a composição de DIAMICRON:

    A substância ativa é a gliclazida. Cada comprimido contém 80 mg de gliclazida.

    Os outros componentes são: lactose; estearato de magnésio; slica coloidal anidra;

    behenato de glicerilo; povidona.

    Fabricante :

    IBERFAR Indústria farmacêutica S/A

    Endereço: Estrada Consiglieri Pedroso 123, 2730, Portugal
    Telefone:+351 21 434 8100

    Medicamentos do mesmo fabricante :

    Arcalion, Diamicron lm 30, Diamicron, Dualgan, Gliclazida Servier, Stablon


    Advertências :

    Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

    Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

    Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

    Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

    Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

    O ministério da saúde adverte:

    A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

    Como descartar os medicamentos :

    Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

    Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

    Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

    Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

    Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

    As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

    Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

    Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

    No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

    Mantenha-o longe do alcance de crianças.

    Manuseie-o com as mãos limpas.

    Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

    O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

    Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

    Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

    Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

    Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.