Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Dialudon - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : fenitona

Apresentação : Cartucho contendo 20 comprimidos.

Indicação : Controle e supressão das crises epilpticas túnico-clínicas, tipo grande-mal, psicomotoras e que possam ocorrer durante ou após neurocirurgias.

Efeito Colateral :

Os efeitos colaterais mais comuns da fenitona estáo ligados ao Sistema Nervoso Central e incluem nistagmo, vertigem, ataxia, nervosismo, tremores, diplopia, visão turva, ptose palpebral, dor ocular, fala indistinta ou arrastada. Alguns pacientes podem apresentar insônia e irritabilidade, enquanto outros passam a se sentir fatigados, aPóticos ou confusos. A fenitona pode ainda elevar o estado de nimo, chegando a causar agitação em pacientes idosos. As ações da fenitona sobre o fgado e medula óssea bem como os seus efeitos dermatológicos mais sários, do tipo lpus eritematoso, podem vir a exigir, por parte do médico, a imediata suspensão da droga. após tratamentos prolongados, a fenitona pode ainda causar discrasias sanguíneas com febre e icterícia, anemia megaloblstica e macrocitose. A hiperplasia gengival devida fenitona perfeitamente controlvel. Os efeitos colaterais mais comuns do diazepam, relacionados com a dose administrada, são cansaço, sonolência e relaxamento muscular.

Fórmula :

Cada comprimido contém: fenitona 200 mg,diazepam 12 mg. Excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Contra indicação :

Hipersensibilidade aos benzodiazepúnicos e a qualquer anticonvulsivante hidantoúnico, pois pode ocorrer sensibilidade cruzada. Comprometimentos cardíacos (síndrome de Adams-Stokes, bradicardia sinusal, bloqueio atrioventricular de segundo e terceiro graus). Glaucoma de ângulo estreito. Miastenia grave.

Modo de Usar :

Deve ser ajustada pelo médico, em função da resposta terapêutica de cada paciente. A dose eficaz usualmente recomendada é de 1/2 a 1 comprimido a cada 12 horas, durante ou imediatamente após as principais refeições. Pacientes idosos e debilitados, com função hepática e/ou renal comprometidas ou outras doenças graves podem necessitar de doses iniciais mais baixas, por causa das variações da sensibilidade individual, com ajuste posterior da posologia. - Superdosagem: os sintomas iniciais de superdosagem podem incluir nistagmo, ataxia e disartria, tremores, hiperflexia, letargia, náusea e vômitos. O tratamento é sintomático e de suporte das funções vitais, dependendo, portanto, do critério médico. Este inclui indução de vômito ou lavagem gástrica, múltiplas doses orais de carvo ativado e catértico podem diminuir a duração dos sintomas. Oxignio, vasopressores e ventilação assistida podem ser necessários para a depressão do SNC, respiratéria ou cardiovascular. A avaliação cuidadosa dos rgos formadores do sangue após a recuperação é aconselhável.

Fabricante :

Novaquímica Natures Plus

Rod. SP 101, Km. 08
Hortolândia/SP - CEP: 13186481
Tel: (19 )887-1209
Fax: (19 )887-2242

Medicamentos do mesmo fabricante :

Cenalfan, Daforin, Deposteron, Dialudon, Diazepan nq, Digecap, Doxal, Dozeneurin 5000, E-radicaps, Fosfocaps, Levordiol, Megestran, Mesmerin, Migrane, Mucotoss, Neurolil, Novazepam, Repovit, Somalgin, Sonebon


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.