Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Dexalgen - bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Dexametasona e Hidroxicobalamina.

Apresentação : Solução injetável - Cartucho contendo 6 ampolas de 1,0 ml (3 doses)

Indicação : Como antiinflamatório, Analgésico e antineurtico nas afecções reumáticas agudas, tanto nos processos inflamatórios articulares, extra articulares e degenerativos, assim como em diversas afecções não reumáticas, cujos principais sintomas sejam inflamação e dor. Processos reumáticos inflamatórios agudos ou em fase de reagudização: reumatismo articular agudo, artrite reumatéide, espondilite anquilosante. Processos reumáticos degenerativos agudos ou em fase de reagudização: artrose, discopatias em fase aguda. Reumatismo extra articular nas suas fases agudas: periartrites, bursite s. Outras afecções reumáticas agudas: crises de gota e artropatias que acompanham as colagenoses. Processos não reumáticos agudos: reuralgias cervicais, lombares, intercostais, do trigemeo e braquiais, assim como traumatismos.

Efeito Colateral :

Dexametasona: A Incidência e gravidade de efeitos colaterais estáo relacionadas diretamente com a dose e a duração do tratamento; podem ocorrer, principalmente, retenção de sódio e água com edema e hipertensão, úlcera péptica, osteoporose, aumento do risco de infecções, hiperglicemia, aumento de peso e de apetite, retardamento de cicatrização, aumento do risco de fenmenos tromboemblicos, hirsutismo, acne e estrias. Dipirona: reações de hipersensibilidade, com manifestações cutâneas do tipo alérgico, agranulocitose e choque. Muito raramente foram relatados, com medicamentos contendo dipirona, reações cutâneas bolhosas graves ou até com risco de vida, geralmente com envolvimento de membranas mucosas (síndrome de Stevens - Johnson, síndrome de Lyeil). Se ocorrer este tipo de reação, o tratamento com Dexalgen deve ser suspenso e um médico imediatamente consultado.

Fórmula :

Solução injetável:
Cada ampola I contém:
Hidroxocobalamina (vit. B12) 5.000 mcg
veículo q.s.p 1 ml
veículos: Cloreto de sódio, Metilparabeno, Propilparabeno, ácido acético glacial, Acetato de sódio anidro e água bidestilada.
Cada ampola II contém:
21 - Fosfato dissódico de dexametasona 1,5 mg
Dipirona Sódica 500 mg
veículo q.s.p 1 ml
veículos: Metabissulfito de sódio e água destilada.
Uso adulto

Contra indicação :

úlcera gastroduodenal, infecções graves, doenças tromboemblicas, psiconeuroses, diabete melitus, osteoporose, insuficiência cardíaca congestiva, hipertensão, glaucoma, gravidez, lactação, intolerância conhecida aos derivados pirazolúnicos, doenças metabólicas, tais como porfiria ou deficiência congnita da glicose-6-fosfato-desidrogenase.

Gravidez e Lactação

Informar ao médico Ocorrência de gravidez na vigncia do tratamento ou após o seu trmino.
Informar ao médico se está amamentando.

Interação Medicamentosa :

O uso concomitante de barbitúricos, fenitoina ou rifampicina pode reduzir o efeito da dexametasona. Os diuréticos podem aumentar a excreção urinária de potássio. Os corticóides podem reduzir o efeito anticoagulante dos derivados cumarúnicos. antiinflamatórios não esteroides podem aumentar o risco de hemorragias gastrintestinais dos corticóides.
O produto não deve ser utilizado simultaneamente com álcool, pois pode ocorrer Interações entre álcool e o produto.

Modo de Usar :

Solução injetável: A dose média de1 aplicação a cada 24 horas. Em casos mais graves pode-se administrar 1 dose a cada 12 horas. A duração média do tratamento de 5 a 7 dias. O conteúdo das duas ampolas deve ser misturado numa mesma seringa no momento da aplicação . As injeções devem ser aplicadas por via intramuscular ou endovenosa, lentamente.

Precauções e Advertências

Pela presença de dipirona, o produto pode produzir reações idiossincrsicas caracterizadas por neutropenia e agranulocitose. Aconselha-se, pois, nos tratamentos prolongados, o controle hematológico. O surgimento ocasional de uma coloração avermelhada na urina deve ser atribudo a presença de metabólito inativo da dipirona e não tem significado clínico.

Superdosagem :

O tratamento da superdosagem depende da dose elevada e/ou uso prolongado, e inclui a redução da dose ou a suspensão do medicamento, medidas sintomáticas, monitorização das funções vitais com terapia de suporte. quando necessário, eventualmente a dilise (dipirona dialisvei).

Fabricante :

EUROFARMA LABORATÓRIOS LTDA.
Av. Ver. José Diniz, 3.465
São Paulo – SP
SAC 0800-704-3876
euroatende@eurofarma.com.br
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

Medicamentos do mesmo fabricante :

Acetilcisteina, Aciclovir, Aires, Algiprofen, Amoxicilina, Amplacilina, Anastrozol, Andolba, Anginorub, Benzetaci, Bromazepam, Calfolin, Cefadroxil, Cefalexina, Cefazol, Cefotax, Ceftazidima, Cetoprofeno, Ciprocin, Cisplatex, Citab, Citavir, Closecs, Debei, Dexalgen, Digestbem, Diupress, Diurisa, Doxina, Equitam, Etopos, Fisiofer, Flusan, Fluxene, Helmiben, Hiperex, Inotam, Lamivudina, Lento C, Locoid, Lorium, Mantidan, Mecacin, Mepraz, Micotrizol, Minilax, Mucodestrol, Mud, Nistatina, Norelbin, Omnic 04, Paclitax, Paracetamol, Pipurol, Pondera, Proflan Comprimidos, Proflan Creme, Rubina, Selene, Siludrox, Simeco Plus, Stimulance Multi Fiber, Subitan, Superhist, Vagitrene, Vagivit, Vasativ, Wycillin, Zart 50 mg, Zart H, Zart, Zidix, Zina 5 mg, Zina,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.