Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Dermimade - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Cloranfenicol

Classe terapêutica : Medicamentos usados em afecções cutâneas. Antiinfecciosos de aplicação na pele. Antibacterianos.

Apresentação : 20 mg/g Pomada

Indicação :

Dermimade Cloranfenicol É um medicamento sujeito a receita médica, cuja substânciaativa é o cloranfenicol dodeado a 20 mg/g, que se destina é aplicação tópica na pele, isto, a uso cutâneo.

Dermatologia: Em todas as dermatites causadas por microrganismos sensíveis a esteantibiótico.

2. ANTES DE UTILIZAR Dermimade Cloranfenicol

Não utilize Dermimade Cloranfenicol
- Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância ativa (cloranfenicol) ou a qualqueroutro componente de Dermimade Cloranfenicol.
- Se tem depressão medular ou discrasias sanguíneas.
- Nunca deve ser administrado em infecções ligeiras ou a tátulo profilctico.
- Se tem porfiria aguda.

- Em recêm-nascidos, em mulheres grávidas ou em fase de amamentação. O cloranfenicolsó deve ser administrado a recêm-nascidos em caso de perigo de vida em que não hajatratamento alternativo.
- Se tem insuficiência hepática grave.

Tome especial cuidado com Dermimade Cloranfenicol
- A utilização prolongada de antibióticos pode, por vezes, resultar na proliferação demicroorganismos não sensíveis ao cloranfenicol, incluindo fungos. Devem evitar-se ostratamentos repetidos ou prolongados com Dermimade Cloranfenicol.
- Recomenda-se a vigilância periódica dos parâmetros hematológicos, o que no entantonão despista uma anemia aplástica. Em doentes de risco recomenda-se igualmente amonitorização das concentrações plasmáticas.
- Evitar a utilização simultânea do cloranfenicol com outros fármacos que deprimam amedula.
- Se tem alterações da função hepática, deve utilizar doses reduzidas.
- Podem ser atingidas concentrações elevadas em doentes com insuficiência renal severae nos recêm-nascidos, por terem um sistema metabólico imaturo.
- O cloranfenicol pode interferir com o desenvolvimento da imunidade e não deve seradministrado durante a imunização ativa.

Utilizar Dermimade Cloranfenicol com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver tomando ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Embora se trate de um medicamento para uso cutâneo, o cloranfenicol metabolizado nofgado e, como tal, pode interagir com os fármacos metabolizados pelas enzimasmicrossomais hepáticas.

Efeitos secundários
Irritação local provocada por hipersensibilidade do doente ao fármaco.

Utilizar Dermimade Cloranfenicol com alimentos e bebidas
Não se aplica.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Os estudos em animais e os dados clínicos, existentes até data, são insuficientes no quediz respeito aos efeitos sobre a gravidez, desenvolvimento embrionrio ou fetal, parto oudesenvolvimento Pós-natal. Desconhece-se o risco potencial para o ser humano. Ocloranfenicol não deve ser utilizado durante a gravidez, particularmente no 3 trimestre.

Não foram realizados estudos adequados e bem controlados com Dermimade
Cloranfenicol em mulheres grávidas ou a amamentar. Como o cloranfenicol passa para oleite materno, a utilização de Dermimade Cloranfenicol desaconselhada durante alactação.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não estáo descritos efeitos.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de Dermimade Cloranfenicol
Dermimade Cloranfenicol contem polietilenoglicis como excipientes.

3. COMO UTILIZAR Dermimade Cloranfenicol

Uso cutâneo.
Utilizar Dermimade Cloranfenicol sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Falecom o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

A dose habitual é, na maioria dos processos infecciosos cutâneos e salvo indicação médica em contrrio, a aplicação da pomada uma vez por dia suficiente.

Se utilizar mais Dermimade Cloranfenicol do que deveria
Não se encontram descritos casos de sobredosagem relacionados com a aplicação cutâneade cloranfenicol.

Caso se tenha esquecido de utilizar Dermimade Cloranfenicol
Não se aplica.

Se parar de utilizar Dermimade Cloranfenicol
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

Efeitos secundários possíveis

Como os demais medicamentos, Dermimade Cloranfenicol pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

O cloranfenicol tem associada uma toxicidade dose dependente e não dose dependente.

A administração cutânea prolongada de cloranfenicol pode originar irritação localprovocada por hipersensibilidade do doente ao fármaco, incluindo ?rash? cutâneo, febre eangioedema. Podem também surgir infecções secundárias e ocorrer anafilaxia, masraramente. Podem ainda ocorrer reações do tipo Jarisch-Herxheimer e muito raramenteefeitos sistémicos.

O efeito adverso mais grave do cloranfenicol é a depressão medular que pode assumirduas formas diferentes. A primeira é uma depressão reversível relacionada com a dose,ocorrendo normalmente quando as concentrações de cloranfenicol ultrapassam os 25
g/ml, caracterizada por alterações morfológicas da medula, diminuição da utilização deferro, reticulocitoPónia, anemia, leucoPónia e trombocitoPónia. A segunda forma dedepressão medular que pode ocorrer é a anemia aplástica irreversível. relativamenterara e aparentemente não relacionada com a dosagem. A aplasia normalmentedesenvolve-se após um perãodo de laténcia de semanas ou mesmo meses. Considera-seque as vtimas podem ter alguma predisposição genética ou bioquímica, mas não existeforma de identificar os pacientes sucetíveis. A sobrevivncia mais frequente noscasos de aplasia recentemente instalados, mas estes podem subsequentementedesenvolver leucemia mieloblstica.

Em recêm-nascidos que receberam doses elevadas de cloranfenicol foi descrito umsndroma txico (sndroma cinzento) que se caracteriza por vômitos, distensãoabdominal, cor acinzentada, hipotermia, cianose progressiva, respiração irregular ecolapso circulatério a que se segue a morte em algumas horas ou dias. O sndroma estáassociado com elevadas concentrações plasmáticas de cloranfenicol devidas à reduzidacapacidade de metabolização e filtração glomerular em crianças desta idade, levando acumulação do fármaco. A recuperação é normalmente completa se o fármaco forretirado rapidamente após o incio dos sintomas.

5. COMO CONSERVAR Dermimade Cloranfenicol

Conservar a temperatura inferior a 25 C. Proteger da humidade.
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não utilize Dermimade Cloranfenicol após o prazo de validade impresso na bisnaga ouna embalagem exterior, a seguir a VAL.. O prazo de validade corresponde ao últim diado mês indicado.
Não utilize Dermimade Cloranfenicol se verificar quaisquer sinais visíveis dedeterioração.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. Outras informações

Qual a composição de Dermimade Cloranfenicol
- A substância ativa é o cloranfenicol levgiro. Um grama de pomada contém 20 mg decloranfenicol levgiro.
- Os outros componentes são: polietilenoglicol 400 e polietilenoglicol 4000.

Qual o aspecto de Dermimade Cloranfenicol e conteúdo da embalagem

Dermimade Cloranfenicol apresenta-se na forma farmacêutica de pomada, acondicionadaem bisnaga de alumínio. Embalagem com uma bisnaga com 30 g de pomada.

Fabricante :

Titular da AIM: Laboratórios ESFAR ? Especialidades farmacêuticas, S.A.
Rua da Escola de Medicina Veterinária, 15-17
1049-029 Lisboa
Portugal


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular