Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Colircusi Atropina 0-,5% - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Colircusi Atropina 0,5%

Classe terapêutica : Grupo 15.5 Medicamentos usados em afecções oculares. Anestésicos locais.

Apresentação :
Indicação : COLIRCUSé aTROPINA 0,5% é utilizado num exame ao olho para dilatar a pupila e evitar a focagem dos olhos. COLIRCUSé aTROPINA 0,5% pode ser utilizado antes ou após o procedimento cirúrgico, antes de examinar o interior do globo ocular ou para tratar determinadas condições oculares, como irite.

ANTES DE UTILIZAR COLIRCUSé aTROPINA 0,5%
Não utilize COLIRCUSé aTROPINA 0,5%:
- se tem hipersensibilidade (alergia) é atropina ou a qualquer outro componente de COLIRCUSé aTROPINA 0,5%.
- se tem glaucoma primrio ou predisposição a glaucoma de ângulo fechado.

Tome especial cuidado com COLIRCUSé aTROPINA 0,5%:
- no caso dos seus olhos não terem sido examinados recentemente, especialmente para pessoas mais idosas. Os seus olhos deverão ser examinados quanto existância de glaucoma antes de utilizar COLIRCUSé aTROPINA.
- em condições de luz intensa ou se sente sensibilidade luz. Tome precauções, proteja os seus olhos da luz utilizando culos de sol.
- se tem a próstata aumentada. O COLIRCUSI ATROPINA pode causar ou agravar retenção urinária (dificuldade ou incapacidade de urinar).
- para evitar efeitos sistémicos, pressione as vias lacrimais quando as gotas são instiladas (ver NORMAS PARA A CORRECTa administração mais adiante).
COLIRCUSé aTROPINA 0,5% contém parabenos. Pode causar reações alérgicas (possivelmente retardadas).

- Gravidez:
Uma vez que não estáo disponíveis estudos completos ou devidamente controlados sobre a utilização de COLIRCUSé aTROPINA 0,5% em mulheres grávidas, recomenda-se prudncia na utilização deste medicamento durante a gravidez.
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de utilizar qualquer medicamento.

Aleitamento:
Deve ser-se prudente uma vez que há a possibilidade de o medicamento passar para o leite materno.
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de utilizar qualquer medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas:
COLIRCUSé aTROPINA 0,5% aumenta o dimetro das suas pupilas, causando visão enevoada e sensibilidade luz. Não Deverá conduzir, utilizar máquinas ou realizar qualquer outra atividade perigosa enquanto a sua visão não normalizar.

Utilizar COLIRCUSé aTROPINA 0,5% com outros medicamentos:
Aguarde 15 minutos antes de utilizar outros medicamentos nos olhos.
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver tomando ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Modo de Usar :

COLIRCUSé aTROPINA 0,5%
Este medicamento é apenas para utilizar nos olhos.
Utilize COLIRCUSé aTROPINA 0,5% sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
Antes de uma intervenção cirúrgica ou exame ocular o seu médico colocar-lhe- no(s) olho(s) o nmero de gotas correcto.
Se lhe foi prescrito COLIRCUSé aTROPINA 0,5% para utilizar fora do consultrio, o seu médico dir-lhe-é o nmero de gotas que deve colocar. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

NORMAS PARA A CORRECTa administração
Com a cabeça inclinada para três, afastar a Pólpebra inferior para baixo e instilar as gotas no saco conjuntival (espao entre o olho e a Pólpebra) dirigindo o olhar para cima e sem tocar com a extremidade do conta-gotas no olho. Mantenha os olhos fechados durante 2 minutos e pressione as vias lacrimais com o dedo durante 2 minutos.
Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que COLIRCUSé aTROPINA 0,5% é demasiado forte ou demasiado fraco.

Se utilizar COLIRCUSé aTROPINA 0,5% mais do que deveria:
Se necessário, COLIRCUSé aTROPINA 0,5% pode ser retirado dos seus olhos com água tpida.
Se acidentalmente tiver ingerido COLIRCUSé aTROPINA 0,5%, consulte imediatamente o seu médico, farmacêutico ou centro anti-venenos.

Caso se tenha esquecido de utilizar COLIRCUSé aTROPINA 0,5%:
Se se esqueceu de utilizar COLIRCUSé aTROPINA 0,5%, aplique o medicamento logo que possível. No entanto, se estiver quase na hora da dose seguinte, salte a dose esquecida e retome o esquema normal da aplicação do medicamento. Não aplique uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de aplicar.

Efeitos secundários COLIRCUSé aTROPINA 0,5%
Como os demais medicamentos, COLIRCUSé aTROPINA 0,5% pode ter efeitos secundários.

Se utilizar COLIRCUSé aTROPINA 0,5% durante um perãodo de tempo prolongado, poderá ocorrer irritação ocular. Em casos raros, poderá ocorrer diminuição da pressão sanguínea ou dificuldade em respirar.

Caso detecte efeitos secundários não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Conservação DE COLIRCUSé aTROPINA 0,5%
O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de Conservação.
Por se tratar de um medicamento estáril recomenda-se seguir as instruções seguintes:
Cada embalagem não deve ser utilizada por mais de um doente;
A aplicação do Colírio Deverá ser realizada com a máxima higiene; limpeza das mos e evitar na medida do possível qualquer contacto da extremidade do contagotas com qualquer superfcie (incluindo o olho);
Lavar as mos após a instilação;
após cada aplicação fechar bem o frasco;
Finalizado o tratamento Deverá rejeitar o produto não utilizado;
O medicamento deve ser rejeitado 4 semanas após a primeira abertura do frasco.
MANTER FORA DO ALCANCE E DA VISTA DAS crianças
Não utilize COLIRCUSé aTROPINA 0,5% após expirar o prazo de validade indicado no frasco e cartonagem.

Outras informações
Para quaisquer informaçães sobre este medicamento, queira contactar o Fabricante :.

COLIRCUSé aTROPINA 0,5%, 5 mg/ml Colírio, solução
- A substância ativa é o sulfato de atropina 5,0 mg/ml.
- Os outros componentes são: p-hidroxibenzoato de metilo (Nipagin sódico), phidroxibenzoato de propilo (Nipasol sódico), fosfato monopotássico, fosfato dissódico, cloreto de sódio e água purificada.

Fabricante :

para o COLIRCUSé aTROPINA 0,5%
é a Alcon Portugal Produtos e Equipamentos Oftalmológicos, Lda., Quinta da Fonte,
Edifício D. Sancho I Piso 3, Rua dos Malháes, n 4, 2770-071 Pao D’Arcos.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.