Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Clotan - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Ácido Tolfenamico.

Classe terapêutica : Analgésicos, antiinflamatórios e Antipireticos.

Apresentação : Cápsula. Apresentado em embalagem com 10 cápsulas.

Indicação : é indicado como antiinflamatório, Analgésico e antipirático.

Efeito Colateral :

Nenhum afeito colateral grave ou irreversível foi relatado. As seguintes reações adversas foram observadas: diarreia, náusea, dor gástrica, vômito, dispepsia, exantema, eritema, prurido, urticária. Disria leve sob a forma de ardncia pode ocorrer ocasionalmente, sendo mais comum nos homens, e está relacionada É concentração de um metabólito. O efeito, provavelmente, devido a uma irritação local da uretra. O aumento do consumo de líquidos ou a redução da dosagem diminui o risco da ardncia. Os seguintes efeitos colaterais raramente foram relatados: dor de cabeça, vertigem, tremor, euforia, fadiga, dispnéia, infiltração pulmonar, broncoespasmo e crise de asma. trombocitopenia, anemia hemoltica, leucopenia, distúrbios reversíveis da função hepática a hepatite tóxica, suor, rubor, edema, eczema, hematiuria, úlcera gástrica, úlcera esofgica, icterícia, aminotransferase aumentada, hiperestesia, amnsia, distúrbios menstruais, hipertonia, dor no trax, perda de peso, febre, alergia.

Precauções :

A segurança de CLOTAN durante a gravidez não foi estabelecida, portanto o seu uso, neste caso, deve ser evitado. O ácido tolfenmico, como outras drogas antiinflamatórias, deve ser usado com cautela em pacientes com história de úlcera gastrintestinal e funções renal e hepática reduzidas.

Fórmula :

Cada cápsula contém: ácido tolfenmico 200 mg; excipiente q.s.p. 1 cápsula. Excipientes: amido, lactose, polietilenoglicol, polivinilpirrolidona, talco.
Informação ao paciente Conservar o produto ao abrigo da luz, umidade e calor excessivo (temperatura superior a 25ºC). O prazo da validade do produto de 60 meses, a contar da data de sua fabricação .
Não use medicamentos com prazo de validade vencido.
Caso ocorra gravidez durante ou logo após o tratamento com CLOTAN, suspenda a medicação e comunique imediatamente ao seu médico. O uso de CLOTAN não é recomendado durante a gravidez e É contra indicado a pacientes com história de úlcera e problemas renal e hepático. Comunique ao seu médico se estiver fazendo uso de outros medicamentos. O produto deve ser usado de acordo com a orientação dada pelo médico e somente ele poderá recomendar a sua interrupção. Caso surjam reações desagradveis, tais como diarreia, náusea, dor gástrica, vômito, prurido, urticária, ardncia ao urinar, procure orientação médica.
TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. não é recomendado o uso de CLOTAN em crianças.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. Pode ser perigoso para sua Saúde.

Contra indicação :

CLOTAN É contraindicado nos casos de úlcera péptica ativa e funções hepática ou renal bastante reduzidas.

Interação Medicamentosa :

O ácido tolfenmico potencializa a ação dos anticoagulantes, e reduz o efeito dos diuréticos de ala.

Modo de Usar :

Adultos: 200 mg 3 vezes ao dia. A dose mais alta pode ser usada durante os primeiros dias do tratamento. Em tratamentos prolongados, muitos pacientes podem apresentar bons resultados com dose mais baixa. Crianças: Um esquema posológico pediátrico ainda não foi estabelecido.

Superdosagem :

Nenhum sintoma de superdosagem foi demonstrado em seres humanos. nos casos em que for necessário um tratamento, este deve ser sintomático. não existe antídoto específico para o ácido tolfenmico.

Fabricante :

GlaxoSmithKline Brasil Ltda.

Estrada dos Bandeirantes, 8.464
Rio de Janeiro - RJ
CNPJ: 33.247.743/0001-10
SAC: 0800 701 2233
Indústria Brasileira

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aas 150, Aeroflux, Aerolin Comprimido, Aerolin Spray, Aerolin Xarope, Aerolin, Aerotide, Agenerase, Alkeran, Altargo, Amoxil 500 mg, Amoxil 500 mg, Amoxil BD, Amoxil, Antak 300 mg, Antak 150 mg, Antak, Atenol, Atinac, Aturgyl, Augmentin Duo Comprimidos, Augmentin Duo, Augmentin ES, Augmentin SR, Augmentin, Biovir, Calpol, clavulin BD, clavulin, clotan, Dequadin, Fisohex_ii, Flixonase, Fluarix, Flutivate, Fortaz, Fraxodi, Havrix, Hiberix, Imigran solução, Imigran, Imigranradis, Imuran, Infanrix, Lacipil, Lamictal, Lanoxin, Lanvis, Leite Magnésia, Lidosporin, Loncord, Marevan, Mebenix, Naramig, Nimbium, Nimovas, Niquitin CQ 2, Niquitin, Otosporin, Panadol Extra, Panadol, Pronazol, Pylorid, Relifex 500 mg, Relifex, Ridaura, Seretide, Seroxat 20, Seroxat, Valtrex, Varilrix, Wellbutrin SR 150 mg, Wellbutrin SR, Wellbutrin XL 150 mg, Wellbutrin XL 300 mg, Wellbutrin XL, Wellbutrin xr, Welleferon, Zantac, Zeffix, Zentel, Ziagenavir, Zinacef-750-mg, Zinacef, Zinnat 125 mg, Zinnat Suspensão, Zinnat, Zofran, Zovirax 200 mg, Zovirax 250 mg, Zovirax 400 mg, Zovirax, zyban, Zyloric, zyrtec


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.