Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Clenil a - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : dipropionato de beclometasona

Apresentação : Suspensão para aerossolterapia: embalagens com 10 flaconetes monodoses plásticos contendo 2 ml cada.

Indicação : Prevenção e tratamento da asma brônquica e demais condições de broncoestenose, bem como da rinite alérgica perene ou sazonal, da rinite vasomotora, das rinofaringites, sinusites e outras afecções inflamatórias e alérgicas das cavidades nasais e paranasais ou da faringe. é indicado, ainda, na prevenção da recorrência de Pólipos nasais após remoção cirúrgica.

Efeito Colateral :

Os efeitos sistémicos são extremamente improváveis em virtude das baixas doses recomendadas. Deve-se tomar cuidado durante o uso prolongado, controlando o paciente para detectar o mais precocemente possível efeitos colaterais sistémicos como osteoporose, úlcera péptica ou sinais de insuficiência adrenal secundária. Em alguns pacientes submetidos é aerossolterapia poderá ocorrer candidase da boca e da faringe. A Incidência de candidase parece estar relacionada dose administrada. Esta doença responde ao tratamento e pode ser prevenida pela lavagem da cavidade bucal com água. Podem ocorrer, da mesma forma que com quaisquer outros produtos tópicos nasais, queimação no local, irritação, secura da mucosa nasal e raramente epistaxe.

Precauções :

Utilizar o produto somente nas fases agudas ou iniciais da doença e evitar os tratamentos em longo prazo. O uso prolongado de medicamentos tópicos pode causar fenmenos de sensibilização e, excepcionalmente, efeitos colaterais sistémicos tópicos desta classe terapêutica. Neste caso o tratamento deve ser interrompido e instituído um tratamento adequado. Eventuais infecções das cavidades nasais e paranasais deverão ser tratadas com terapêutica especfica, não constituindo porêm, Contra indicação especfica ao tratamento com Clenil A. Embora o produto controle a maioria dos casos de rinite alérgica por mudança de estação (sazonal), um estémulo alergúnico excepcionalmente alto pode requerer um tratamento suplementar, especialmente para os sintomas oculares. A mudança de um tratamento com esteroides sistémicos para Clenil A deve ser feita com cuidado, quando houver suspeita de insuficiência adrenal. Caso o paciente esteja submetido a intenso estresse ou apresente grave crise asmática, Deverá ser feito um tratamento suplementar com corticosteride sistémico. Não há relato, até o momento, do aparecimento de redução dos níveis de cortisol plasmático com o tratamento com Clenil A. Entretanto, tal redução pode ocorrer em pacientes que recebam o dobro da dose máxima recomendada de dipropionato da beclometasona administrado mediante aerossol pressurizado. Deve-se manter controle adequado dos pacientes sob tratamentos prolongados. A terapia com corticosteróides pode aumentar o risco de desenvolvimento de infecções graves ou fatais em indivíduos expostos a doenças virais, como varicela. Uso durante a gravidez ou lactação: nos estudos de reprodução em animais, os efeitos colaterais tópicos dos corticosteróides potentes foram observados apenas com Administração sistémica de altas doses. Entretanto, a administração por via inalatéria nasal ou oral do dipropionato de beclometasona evita que altos níveis plasmáticos sejam alcançados como ocorre com a administração sistémica. O uso de Clenil A durante a gravidez deve ser considerado apenas quando os benefícios esperados para a me excederem em muito os possíveis riscos para o feto. O dipropionato de beclometasona tem sido amplamente usado durante Vários anos de clínica diária, sem relato de danos aparentes. razovel supor que haja passagem de dipropionato de beclometasona para o leite materno, mas improvável que os níveis alcançados seja significativos nas doses usadas em aerossol. Entretanto, o uso do dipropionato de beclometasona durante a lactação requer uma avaliação cuidadosa da relação risco/benefício, tanto para a me, quanto para o filho.

Fórmula :

Cada 1 ml contém: dipropionato de beclometasona 0,400 mg; água deionizada q.s.p. 1 ml. Excipientes: fosfato de sódio, fosfato de potássio, álcool cetoestearlico, cloreto de sódio, polissorbato 20, monolaurato de sorbitano, metilparabeno, propilparabeno.

Contra indicação :

Hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula. presença de infecções virais, fngicas ou de tuberculose pulmonar.

Modo de Usar :

Aerossolterapia: colocar o volume indicado no aparelho. Adultos: 1 flaconete 2 ml a cada administração, 1 ou 2 vezes ao dia. Crianças: metade de um flaconete 1 ml a cada administração, 1 ou 2 vezes ao dia. (1 ml corresponde a 30 gotas). Agitar o flaconetes antes de usar. - Superdosagem: a administração da doses elevadas de dipropionato de beclometasona em curto intervalo de tempo pode induzir supressão temporria da função hipotAlémica-hipofisria-adrenal. Neste caso, a posologia deve ser imediatamente reduzida aos níveis recomendados e o paciente observado cuidadosamente. Pacientes idosos: as doses prescritas para adultos são muito bem toleradas pelos pacientes idosos, não havendo necessidade de redução posológica.

Fabricante :

Farmalab Indústria Química e Farmacêutica Ltda.

Fábrica :

Rua Giacomo Chiesi, 151, km 39,2
Estrada dos Romeiros
Santana de Parnaíba - SP
CEP: 06513-005
PABX: 11 4622-8500

Escritório :

Rua Alexandre Dumas, 1658, 12º. e 13º. Andares
Chácara Santo Antonio
São Paulo – SP
CEP: 04717-004
PABX: 11 3095-2300

E-mail: cientifico@chiesi.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Albicon pó, Alvent, Anacervix Forte, Asmen, Bamifix, Bramitob, Budiair, Cinet, Clenil A, Clenil, Curosurf, Debridat, Delakete, Dyazide, Enalapril Inventis, Estimoral, Ferriprox, Fluibron A, Fluibron, Forten, Fostair, Frutarine, Frutovena, Hipertil, Hipotensil, Inflamene, Jumexil, Manivasc, Micoliv, Miocalven, Momen, Mucodrenol, Natigesta, Osteoplus, Pridecil, Proton, Verzatec Ramipril,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.