Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Cisticid - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Praziquantel.

Apresentação : Embalagem contendo 50 comprimidos.

Indicação : Tratamento de infecções provocadas pelo Cysticercus cellulosae (forma larvar da Taenia solium), com localização no sistema nervoso central, no tecido subcutâneo e na musculatura estriada esqueltica. O praziquantel igualmente eficaz nas formas adultas de Taenia solium e Taenia saginata bem como em outros cestáides e trematédeos.

Efeito Colateral :

Até o presente não existem relatos de reações tóxicas graves atribuveis ao praziquantel.
As reações adversas são de pouca intensidade e transitérias, ocorrendo vrias horas após a administração. As mais comuns são dor abdominal, náusea, diarreia, vômitos, tonteira, sonolência, cefaleia e aumento da sudorese.
após a morte dos parasitas, causada pelo praziquantel, são liberadas na corrente circulatéria substâncias resultantes da decomposição de seus corpos.
Por reação a essas substâncias, podem ocorrer fenmenos alérgicos como urticária, erupções cutâneas pruriginosas, eosinofilia e febre.
Em alguns casos pode haver intensificação temporria de sintomas pré-existentes causados pela hipertensão intracraniana decorrente da neurocisticercose e, ocasionalmente, convulsões focais.
Existem relatos de reações alérgicas ao praziquantel.

Precauções :

O tratamento da neurocisticercose Deverá ser realizado unicamente em hospital especializado, sob estrito controle médico.
Casos de cisticercose subcutânea ou muscular, não associados neurocisticercose, poderão, a critério médico, ser tratados ambulatorialmente.
Experiências em animais não demonstraram efeitos embriotxicos ou teratogúnicos, mas, por não existirem estudos que adequadamente comprovem a segurança de seu uso durante a gravidez, CISTICID só deve ser prescrito a gestantes em caso de extrema necessidade. A mesma precaução deve ser observada em relação a mulheres que estejam amamentando, pois o praziquantel aparece no leite materno, embora em concentração mínima. As mulheres que estejam amamentando e venham a usar CISTICID deverão suspender o aleitamento durante os dias de uso do produto e nos três dias subseqentes ao trmino do tratamento. Não existem, até o momento, relatos de danos a lactentes ocasionados pelo praziquantel.
O praziquantel pode reduzir a vigilância e prejudicar a coordenação motora. Por essa razo, o paciente deve ser aconselhado a não dirigir veículos e a não operar máquinas durante os dias de tratamento com praziquantel e no dia seguinte. Nesse mesmo perãodo deve abster-se de ingerir bebidas alcolicas.
limitada a experiência em crianças com idades inferiores a 4 anos. Assim sendo, nesses casos, o emprego do praziquantel só pode ser feito sob estrito controle médico.

Fórmula :

Cada comprimido contém:
Praziquantel 500mg
e excipientes (amarelo crePósculo, amido, celulose, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio e polividona)

Contra indicação :

CISTICID não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade ao praziquantel ou a qualquer um dos excipientes.
está igualmente contra indicado em casos de cisticercose ocular. Por não atingir concentrações terapêuticas no humor aquoso, não consegue destruir a larva, mas pode danific-la temporariamente, ocasionando reações inflamatórias lesivas ao tecido ocular.

Interação Medicamentosa :

O uso simultâneo de dexametasona ou medicamentos que estimulam o sistema enzimático metabolizador de drogas do citocromo P450, como antiepilpticos (carbamazepina, fenitona, fenobarbital), pode reduzir a concentração sanguínea de praziquantel.
a administração concomitante de preparados que inibem o sistema enzimático do citocromo P450, como por exemplo a cimetidina, pode causar níveis plasmáticos elevados e maior tempo de retenção do praziquantel.

Modo de Usar :

A quantidade de comprimidos deve ser estabelecida pelo médico, em função do peso corporal do paciente.
Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, com líquido, durante as refeições.
Cisticercose subcutânea e/ou muscular: 30mg/kg/dia, subdivididos em três tomadas diárias, com intervalos de 4-6 horas, durante sete dias consecutivos.
Neurocisticercose - o critério básico para utilização do praziquantel no tratamento da neurocisticercose consiste na verificação de que a doença está em atividade. A presença de cistos viveis, visíveis (por exemplo, na tomografia computadorizada de crnio), juntamente com os testes imunológicos, de soro e liquor, positivos, são fundamentais para a confirmação do diagnóstico. O achado isolado de calcificações cerebrais, que traduzem a morte e a degeneração dos cisticercos, não justifica o tratamento com praziquantel.
O esquema posológico atualmente preconizado é o seguinte:
1 dia - 3 x 10mg/kg
2 dia - 3 x 20mg/kg
do 3é ao 12 dia - 3 x 30mg/kg
As três doses diárias devem ser administradas com intervalos de quatro horas, por exemplo, s 8,12, e 16h.
A convenincia da administração suplementar de corticosteróides deve ser avaliada caso a caso, podendo administrar-se, por exemplo, doses diárias de 4-16mg de
dexametasona.
Igual avaliação Deverá ser feita quanto necessidade de se prescrever anticonvulsivos.
Tenase - 10mg/kg de peso - em dose única.
Pacientes idosos
Não existem Advertências ou recomendações especiais sobre o uso do produto em pacientes idosos.

Superdosagem :

O praziquantel é um produto de baixa toxicidade. não existem relatos de fenmenos decorrentes de superdose em humanos.
Em caso de ingestão de doses elevadas, recomenda-se administrar carvo ativado ou laxativos de ação rápida, tais como sulfato de magnésio (15g) ou fosfato de sódio (4g). considerando a rapidez com que o praziquantel é absorvido, a administração desses produtos s eficaz se feita nas primeiras três horas após a ingestão do praziquantel.
As reações alérgicas ao praziquantel ou aos produtos de decomposição dos vermes devem ser tratadas com Anti-histamínicos e/ou corticóides.
Em pacientes com cisticercose cerebral, a superdose pode ocasionar crises convulsivas e manifestações de edema cerebral. nesse caso recomenda-se diazepam - 10mg por via endovenosa, seguidos de outra dose se necessário; corticoterapia - 10mg de dexametasona, por via endovenosa, de 12 em 12 horas; manitol a 20 ou 25% em infusão endovenosa - 500ml a cada 12 horas.

Fabricante :

Merck S.A. Indústrias Químicas

Estrada dos Bandeirantes, 1099
Jacarepaguá – Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 (21) 2444-2000
Fax: + 55 (21) 2444-2060

SAC Farmacêutica - 0800 727 7293
contato.merck@merck.com.br
SAC Química - 0800 727 7292
quimica@merck.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aciclovir, Adronat 70 mg, Adronat, Alergomed, Alginac, Arcoxia, Asalit, Asmalergin, Biconcor, Bionorm, Cebion 500 mg, Cebion, Cestox, Cetirizina Mylan, Chibroxin, Cisticid, Clinfar, Co Renitec, Concor, Cronodipin, Cronomet, Dancor, Denapril, Diclin, Droptison, Elas, Emecort, Endrox, Euthyrox, Eutirox, Fem 7, Flaxin, Flogan AI, Flogan, Floratil, Floxacin, Fosamax 5, Fosamax, Glifage 850 mg, Glifage, Glucophage, Gludon, Hyzaar, Iloban, Kiadon 80 mg, Kiadon, Laxtam, Lipril 5, lipril 20, Lisinopril Mylan, Lisinopril, Loratadina, Lortaan 100, Lortaan, Maxalt 2, Maxalt, Mefoxin, Metformed, Mevacor, Midecamin, Mucoflux, Neobar, Nutrizim, Olfen Gel, Omcilon A M, Pan Emecort, Paracetamol, Pinapaz, Piroxicam, Plenax, Propecia, Proscar, Psiquial, Renitec, Roxflan, Septopal, Singulair, Tornassol, Vaqta, Vioxx, Zocor,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.