Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Cilergil - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Astemizol.

Apresentação : Comprimidos: embalagens contendo 10 a 20 comprimidos. suspensao: frascos contendo 60 ml.

Indicação :

Cilergil esta indicado no tratamento de alergias normalmente responsivas aos anti-histaminicos, incluindo urticaria, rinite e conjuntivite alergica.

Efeito Colateral :

Cilergil e desprovido de acao sedativa ou anticolinergica. durante tratamento prolongado pode ocorrer aumento de peso. casos, raros, relatados espontaneamente, apos o uso de cilergil, incluem: reacoes de hipersensibilidade (angioedemas, bronco-espasmos, fotossensibilidade, prurido, rash e reacoes anafilactoides). ha o relato isolado de casos de convulsoes, parestesias benignas, artralgias, mialgias, edemas, disturbios do humor, insonia, pesadelos, elevacao das transaminases e hepatite. na maioria destes casos a relacao causal com cilergil nao esta estabelecida com clareza. - superdosagem: embora haja relatos de superdose sem a ocorrencia de efeitos dignos de nota, em alguns casos de ocorrencia de reacoes adversas de carater serio foram relatados comprometimentos importantes do aparelho cardiovascular, incluindo prolongamento do intervalo qt, torsades des pointes (torcao das pontas), e outras arritmias ventriculares, apos ingestao de doses elevadas e nao recomendadas de astemizol. enquanto que a maioria destas reacoes tem sido observadas apos substancial superdose de astemizol, torcao das pontas (arritmias), raramente com doses entre 20 e 30 mg por dia (2 a 3 vezes a dose recomendada). em alguns casos arritmias graves tem sido precedidas, ou associadas, com episodios de sincope, portanto, a ocorrencia de sincope em pacientes recebendo astemizol deve levar a imediata suspensao da sua administracao, com observacao clinica concomitante, juntamente com avaliacao eletrocardiografica. medidas de suporte, incluindo lavagem gastrica e provocacao do vomito devem ser instituidas, alem da cuidadosa monitorizacao eletrocardiografica. no caso da ocorrencia de prolongamento do intervalo qt, a monitorizacao do ecg deve continuar ate que o quadro se normalize e o referido prolongamento desapareca. a administracao de antiarritmicos pode ser necessaria, mas deve se evitar aqueles antiarritmicos que, sabidamente, prolongam o intervalo qt. estudos em pacientes com insuficiencia renal sugerem que a hemodialise nao aumenta a remocao da droga no sangue.

Precauções :

A dose diaria nao deve ser excedida (um comprimido ao dia para adultos e a dose diaria recomendada para criancas). desde que cilergil e extensamente metabolizado por via hepatica, sua indicacao para pacientes portadores de insuficiencia hepatica deve, geralmente, ser evitada. pacientes em condicoes que possam favorecer o prolongamento do intervalo qt (no ecg) podem apresentar esta situacao ou arritmias ventriculares, como o uso de astemizol. desta maneira, devem ser alertados os pacientes com alteracoes eletrocardiagraficas congenitas (sindrome qt congenita) bem como aqueles que estao recebendo medicacoes que podem prolongar o intervalo qt (incluindo antiarritmicos, terfenadina e eritromicina) ou aqueles com hipocalemia nao corrigida, para evitar o uso de astemizol. - interacoes: cilergil nao potencializa os efeitos do alcool e de outras drogas depressoras do sistema nervoso central. a administracao concomitante com cetoconazol via oral (comprimidos) pode diminuir o metabolismo do astemizol e ocasionar niveis plasmaticos elevados. dessa forma, o uso concomitante de cetoconazol via oral (comprimidos) com cilergil e contra indicado. estudos sobre interacoes com outros antimicoticos imidazolicos e com antibioticos macrolideos estao em andamento, e enquanto os resultados desses estudos nao estiverem disponiveis, deve-se evitar a coadministracao de cilergil com esses agentes. uso em atividades que requeiram estado de alerta: nas doses recomendadas, cilergil nao interfere com as atividades que requeiram estado de alerta e atencao cuidadosa, como dirigir automoveis e operar maquinas. - gravidez e lactacao: a experiencia com cilergil em mulheres gravidas ou em aleitamento ainda e insuficiente para determinar se ha algum fator desfavoravel para o desenvolvimento fetal. assim sendo, a administracao de cilergil a mulheres gravidas ou em aleitamento devera ser feita a criterio medico e individual, ponderando-se os potenciais riscos e beneficios desta condicao.

Fórmula :

Cada comprimido contem: astemizol 10 mg. excipientes: lactose, amido, celulose microcristalina, polivinilpirrolidona, estearato de magnesio, dioxido de silicio coloidal, laurilsulfato de Sódio. cada 1 ml de suspensao contem: astemizol 1 mg. excipiente q.s.p. 1 ml. celulose microcristalina e carboximetilcelulose sodica, glicerina, sorbitol a a 70%, metilparabeno, propilparabeno, aroma de framboesa, polisorbato 20.

Contra indicação :

Cilergil e contra indicado em pacientes com conhecida hipersensibilidade ao astemizol ou a qualquer componente inativo de sua formulacao. a adminstracao concomitante de cilergil com cetoconazol via oral (comprimidos) e contra-indicada.

Modo de Usar :

Adultos e criancas acima de 12 anos: 1 comprimido (10 mg) uma vez ao dia. criancas de 6 a 12 anos: 1/2 comprimido (5 mg) uma vez ao dia. criancas abaixo de 6 anos: 2 mg (meio copo-medida ou 2 ml) por cada 10 kg de peso, uma vez ao dia. a dose diaria recomendada (um comprimido ao dia para adultos e a dose diaria para criancas, de acordo com a idade) nao deve ser excedida. a administracao de cilergil comprimidos, para criancas com menos de 6 anos de idade, nao e recomendavel.

Fabricante :

Cilag farmacêutica Ltda.

Rua Gerivatiba, 207, Butantã
CEP 05501-900, São Paulo, SP

Medicamentos do mesmo fabricante :

Ascaridil, Belara, Cilergil, Concerta, Droperidol, Enteropride, Evra, Fentanil, Floxstat, Frefest, Hismanal, Hypnomidate, Inoval, Itranax, Levaquin, Mebendazol, Ms long, Mylicon, Nerizina, Orap, Paracetamol, Prepulsid, Rapifen, Reminyl, Retinova, Sedatoss, Semap, Stugeron, Sufenta, System
Systen, Zytiga


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular