Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Ciflogex - spray

Bula do analgésico e antiinflamatório, não esteroidal, indicado para região de orofaringe e doenças periodontais.

Princípio ativo: cloridrato de benzidamina

Classe Terapêutica: analgésico.

Apresentação: Caixa com 12 drágeas. Display com 100 drágeas. Frasco com 10 ml. Gel: bisnaga com 15 gramas e 100 gramas.

Processos inflamatórios tumefativos e dolorosos no pós-operatório de cirurgia geral, ginecologia, ortopedia, urologia, otorrinolaringologia e odontologia. Processos inflamatórios e dolorosos em: otorrinolaringologia e pneumologia: faringites, laringites, traqueites e bronquites inespecíficas. Odontologia: gengivites, estomatites e alveolites. Ginecologia: anexites e parametrites. Traumatologia e ortopedia: luxação, fraturas, contusões, distensões, hematomas, periartrites, tenossinovites e bursite s. Urologia: cistites, prostatites. Angiologia: flebites, tromboflebites e pós-operatório de safenectomias. Neurologia: neurites e nevralgias.

Fórmula:

Drágea: cloridrato de benzidamina 50 mg;excipiente q.s.p. 1 drágea Gotas: cloridrato de benzidamina 30 mg; excipiente q.s.p 1 ml (20 gotas). Gel: cloridrato de benzidamina 30 mg; excipiente q.s.p 1 grama.

Contra indicação:

Pode surgir durante a aplicação tópica reação local de eritema, erupção e fotossensibilidade. Nestes casos suspender o uso de Ciflogex e comunicar o médico. O uso abusivo do produto por ação sistêmica pode causar nefropatias. É contra indicado a pacientes portadores de disfunção hepática e renal. A ingestão concomitante com Ácido acetilsalicílico ou outros fármacos que provoque irritação gástrica deve ser evitada. Durante o tratamento por via oral, as pessoas sensíveis benzidamina podem apresentar, ainda que raramente, ansiedade, insônia, agitação, convulsões e alterações visuais. Podem ocorrer também manifestações gástricas como: náuseas, ardor epigástrico e sensação de queimação.

Modo de Usar:

drágeas: adultos: 1 drágea 3 a 4 vezes ao dia, ingeridas com um copo de água. Solução oral (gotas): adultos: 40 gotas (60 mg) 3 a 4 vezes ao dia, diluída em água pura ou açucarada. Crianças até 12 anos: 1 gota (1,5 mg) de peso corporal, 3 a 4 vezes ao dia, diluído em água pura ou açucarada. Gel: aplicar uma fina camada do gel sobre as partes afetadas uma ou mais vezes ao dia.

Fabricante:

Cimed Indústria Farmacêutica Ltda.

Registrado por: Cimed Indústria de Medicamentos Ltda.

Rua Engenheiro Prudente,121 - CEP: 01550-000 São Paulo/SP - CNPJ: 02.814.497/0001-07

Fabricado por: Cimed Indústria de Medicamentos Ltda.

Av. Cel. Armando Rubens Storino, 2750 Pouso Alegre – MG CEP: 37.550-000 - CNPJ: 02.814.497/0002-98

Indústria Brasileira - Marca registrada

SAC: 0800-7044647

Medicamentos do mesmo fabricante:

Amoximed, Acebrofilina, Acetato-de-dexametasona, Alergomine, Algexin-composto, Ambroxmel, Amoximed, Azimed, Aziol, Babymed, Bactropin, Befolik, Bepantriz, Calamed, Captomed, Carbocin, Carbocisteina, Cefacimed, Cetomed, Ciconazol, Ciflogex, Cimecort, Cimegripe 77C, Cimegripe bebe, Cimegripe crianca, Cimegripe dia, Cimegripe gotas, Cimegripe, Cimelide, Cleartop, Clofen k, Clofen s, Clofen k, Clofen s, Cloridrato de ciprofloxacino, Cloridrato de metformina, Cloridrato de propranolol, Colujet, Colutoide camomila, Dexmine, Diad, Diclofenaco dietilamonio, Diclofenaco resinato, Dipronil, Dipropionato de betametasona sulfato de gentamicina, Diurit, Dorfebril, Ducodil curvas, Enalamed, Epativan, Flamostat, Flucomed, Frenotosse, Gineng Cimed, Ginkomed, Ginseng, Glibeneck, Glimepirida, Gravtest, Hepamed, Hidroclorotiazida, Hidromed, Ibuprofeno, K-med gel, Kuramed sept, Kuramed, Larvitan, Lasene, Lavitan A Z, Lavitan calcio D, Lavitan kids, Lavitan mulher, Lavitan omega, Lavitan senior, Loratamed, Magnazia, Maleato de dexclorfeniramina betametasona, Maleato de dexclorfeniramina, Maleato de enalapril, Mebenix, Meme, Mentalol, Metronidazol, Multibic 3, Multibic 4, Narix, Nebacimed, Nemoxil, Neomed, Neprazol, Nerizina, Nitrato de miconazol, Norfloxmed, Otoloide, Parasimed, pediletan, Plavom, Probenxilreg gel, Propramed, Quadritop, Robenxil, Sedamed, Sinvastamed, Soronal, Sulfametoxazol-trimetoprima, Sulfato de neomicina bacitracina zincica, Tonico cimed, Ulcerocin, Unalmes, Upmep, Valerato de betametasona sulfato de gentamicina tolnaftato clioquinol, Valerimed, Vantil, Xo inseto.


Advertências:

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada.

Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos:

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma:

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.