Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Cenalfan plus

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : cetato de retinol

Apresentação : Cartucho contendo 30 comprimidos revestidos.

Indicação : Profilaxia e tratamento das deficiências das vitaminas A, C e E, acompanhadas ou não de nictalopia, xeroftalmia, ceratose, escorbuto. Como suplemento alimentar e profiltico.

Efeito Colateral :

As reações adversas aparecem somente em caso de toxicidade (hipervitaminose A). Os sintomas de toxicidade aguda manifestam-se da seguinte maneira: hemorragia gengival; irritabilidade; cefaleia; sonolência ou vertigem; visão turva; secura, rachadura ou descamação da pele; aumento da pigmentação da pele; diarreia, vômito; náusea. Sintomas de toxicidade crônica : crescimento lento dos ossos; descalcificação ; fraturas; mal-estar, cefaleia; diurese, irritabilidade; anorexia; alopecia; célica gastrintestinal; fadiga; vômito; hepatotoxicidade; hipertensão intracraniana, hipomenorria; hipertensão portal; hemlise e anemia; fechamento prematuro das ePófises em crianças.

Precauções :

Se durante o tratamento de mulheres frteis não ocorrer a menstruação, o uso de Cenalfan Deverá ser imediatamente suspenso. A quantidade de vitamina A consumida através da alimentação e drogas (automedicadas ou prescritas) deve ser avaliada, especialmente a administração prolongada de doses que excedem 25000 UI/dia. A eficácia de elevadas doses sistémicas de vitamina A no tratamento do acne não foi estabelecida e deve ser evitada devido à potencial toxicidade. Atenção especial recomendada em crianças e idosos, pois estes desenvolvem mais facilmente os sinais de toxicidade da vitamina A quando são administradas altas doses e/ou sob uso prolongado. Pacientes com problemas de mal-absorção, causados por quantidades insuficientes de secreção biliar, devem tomar concomitantemente sais biliares. O uso prolongado de altas doses de ácido ascórbico (1 g/dia) pode causar precipitação de oxalatos no trato urinário em pacientes com doença renal, especialmente aquelas em hemodilise ou em pacientes com história de célculos renais. Interações Medicamentosas:: contraceptivos hormonais: podem aumentar a concentração plasmática de vitamina A. Colestiramina, colestipol e óleo mineral: podem interferir com a absorção de vitamina A. Etretionato, isotretionina: devido aos potenciais efeitos adversos aditivos, deve-se evitar o uso concomitante de vitamina A. Tetraciclina: o uso concomitante com 50000 UI/dia de vitamina A tem sido descrito causar hipertensão intracraniana benigna. Suplemento de cálcio: a ingestão excessiva (mais que 25000 UI/dia) de vitamina A pode estimular a perda de massa óssea, podendo causar hipercalcemia. Vitamina E: o uso de vitamina E pode facilitar a absorção, armazenagem hepática e utilização da vitamina A. Além de reduzir a toxicidade da vitamina A. Doses excessivas de vitamina E podem depletar os estoques de vitamina A. Vitamina C e E: altas doses interferem no efeito hipoprotrombinmico de anticoagulantes. Ferro: altas doses diárias de ferro podem aumentar as necessidades de vitamina E.

Fórmula :

Cada comprimido revestido contém: acetato de retinol (vitamina A) 25000 UI; ácido ascórbico (vitamina C) 500 mg; acetato de tocoferol (vitamina E) 20 mg; excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Contra indicação :

Durante a gravidez e em casos de hipervitaminoses A, C, E. As contra-Indicaçõesdevem ser avaliadas, considerando o risco-benefício da prescrição do medicamento, quando existirem problemas como alcoolismo crônico, cirrose, hepatite viral, função hepática prejudicada, deficiência renal crônica, deficiência de glicose 6-fosfato desidrogenase, talassemia, hemocromatose, hiperoxalria, oxalose, história de presença de célculos renais, anemia por deficiência de ferro, hipoprotrombinemia por deficiência de vitamina K, sensibilidade a vitamina A, C ou E.

Modo de Usar :

Adultos: 1 a 2 comprimidos ao dia. Crianças acima de 12 anos: 1 comprimido ao dia. Superdosagem: as manifestações toxicológicas dependem da idade do paciente, da dose administrada, da duração do tratamento e da habilidade do fgado em armazenar e secretar vitamina A. Caso ocorram sinais de superdosagem, suspender imediatamanete a medicação e consultar o médico. Como não existe tratamento específico, utilizar medidas sintomáticas. Alguns sinais e sintomas desaparecem em uma semana, outros podem persistir durante vrias semanas ou meses.

Fabricante :

Novaquímica Natures Plus

Rod. SP 101, Km. 08
Hortolândia/SP - CEP: 13186481
Tel: (19 )887-1209
Fax: (19 )887-2242

Medicamentos do mesmo fabricante :

Cenalfan, Daforin, Deposteron, Dialudon, Diazepan nq, Digecap, Doxal, Dozeneurin 5000, E-radicaps, Fosfocaps, Levordiol, Megestran, Mesmerin, Migrane, Mucotoss, Neurolil, Novazepam, Repovit, Somalgin, Sonebon


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular