Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Ceftriax Iv - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo: Ceftriaxona

Apresentação: Solução injetável intravenosa em caixa com 1 frasco-ampola contendo Pó estáril, equivalente a 250 mg de ceftriaxona. Acompanha ampola de água estáril para injeção de 5 ml para aplicação intravenosa em pacientes adultos e pediátricos; em caixa com 1 frasco-ampola contendo Pó estáril, equivalente a 500 mg de ceftriaxona. Acompanha ampola de água estáril para injeção de 5 ml para aplicação intravenosa em pacientes adultos e pediátricos; em caixa com 1 frasco-ampola contendo Pó estáril, equivalente a 1 g de ceftriaxona. Acompanha ampola de água estáril para injeção de 10 ml para aplicação intravenosa em pacientes adultos e pediátricos.

Indicação: Tratamento das seguintes infecções causadas por germes Gram-negativos e Gram-positivos sensíveis: infecções do trato urinário (complicadas ou não); infecções ginecológicas e obstátricas; doença inflamatória Pólvica; infecções intra-abdominais; infecções dos rgos genitais masculino e feminino; gonorréia não complicada (cervical, uretral e retal); sífilis; doença de Lyme; septicemia bacteriana; meningites; infecções dos ossos e articulações; infecções otorrinolaringológicas; infecções do trato respiratério inferior. - Profilaxia cirúrgica: a administração pré-operatéria de 1 a 2 g de Ceftriax I.V. pode reduzir a Incidência de infecções Pós-operatérias em pacientes sendo submetidos a procedimentos cirúrgicos classificados como contaminados ou potencialmente contaminados (p. ex.: histerectomia vaginal ou abdominal, colecistectomia em pacientes de alto risco, icterícia obstrutiva, by-pass de artria coronária). Quando administrada antes do procedimento cirúrgico, uma dose única de 1-2 g de Ceftriax I.V. proporciona proteção contra a maioria das infecções causadas por germes sensíveis. Antes de se iniciar o tratamento com Ceftriax I.V., deve-se colher material apropriado para cultura e antibiograma, sempre que possível.

Precauções:

Da mesma forma como ocorre com outras cefalosporinas, a Ocorrência de choque anafiltico não pode ser afastada, mesmo na ausência de antecedentes alérgicos. A Ocorrência de choque anafiltico exige imediata intervenção. Em casos raros, o exame ultra-sonogrfico da vescula biliar revelou imagens sugestivas de sedimento que desaparecem com a descontinuação ou conclusão do tratamento. Recomenda-se conduta clínica conservadora, mesmo nos casos em que tais achados sejam acompanhados de sintomatologia dolorosa. A colite pseudomembranosa tem sido descrita com quase todos os agentes antibacterianos, incluindo a ceftriaxona. Nestas circunstâncias, tem que ser instituída uma terapêutica especfica, como a vancomicina por via oral, enquanto são contra indicados medicamentos inibidores do peristaltismo intestinal.

Fórmula:

Ceftriaxona(6R,7R)-7-(Z)-2-(amino-4-tiazolil)-2-[metoxiimin oacetamido-3-(2,5-diidro-6-hidroxi-2-metil-5-oxo -as-triazin-3-il)tio]-metil-8-oxo-5-tia-1-azobic iclo[4,2,0]-oct-2-en-2-ácido carboxilco, sob a forma de sal dissódico. Ceftriax I.V. contém aproximadamente 83 mg (3,6 mEq) de sódio por grama de ceftriaxona.

Contra indicação:

Está contra indicado para pacientes com reconhecida hipersensibilidade aos antibióticos do grupo das cefalosporinas. Em pacientes hipersensíveis penicilina, deve-se levar em conta a possibilidade de reações alérgicas cruzadas. Ceftriax I.V. não deve ser adicionado a soluções que contenham cálcio, tais como, soluções de Hartmann ou de Ringer. Baseado em artigos da literatura, soluções de ceftriaxona não podem ser misturadas, com amsacrina, vancomicina, fluconazol e aminoglicosdeos. Gravidez e lactação: embora as pesquisas pré-clínicas não tenham revelado efeitos mutagúnicos e teratogúnicos, Ceftriax I.V. não deve ser usado durante a gravidez (principalmente nos 3 primeiros meses), a não ser que seja absolutamente necessário. Como a ceftriaxona excretada no leite em baixas concentrações, recomendado cuidado em mulheres que amamentam.

Modo de Usar:

Adultos e crianças acima de 12 anos: a dose usual é de 1-2 g de Ceftriax I.V. em dose única diária, aplicada diretamente na veia, de modo lento (2 a 4 minutos). Em infecções graves ou nos casos onde os germes são apenas moderadamente sensíveis ceftriaxona, a dose pode ser aumentada até 4 g em dose única diária. Nos casos em que forem necessárias doses diárias de Ceftriax I.V. iguais ou acima de 2 g, o produto deve ser administrado em infusão venosa, com duração de 30 minutos no mínimo, na razo de 2 g de ceftriaxona para cada 40 ml de uma das seguintes soluções: cloreto de sódio 0,9% (soro fisiológico); cloreto de sódio 0,45%; soro glicosado 2,5%; soro glicosado 5%; soro glicosado 10%; dextran 6% em glicose; levulose 5%. recêm-nascidos (abaixo de 14 dias): dose única diária de 20-50 mg/kg. Não ultrapassar 50 mg/kg devido à imaturidade dos sistemas enzimáticos dessas crianças. Não é necessário diferenciar prematuros de crianças nascidas a termo. Lactentes e crianças (15 dias até 12 anos): dose única diária de 20-80 mg/kg. Para crianças de 50 kg ou mais, deve ser utilizada a posologia de adultos. Pacientes idosos: as doses aconselhadas para adultos não precisam ser alteradas para pacientes geritricos. Duração do tratamento: o tempo de tratamento varia de acordo com a evolução da doença. Como se recomenda na antibioticoterapia em geral, a administração de Ceftriax I.V. deve ser mantida durante um perãodo mínimo de 48 horas após o desaparecimento da febre ou após constatar-se evidências de erradicação da bactria.

Fabricante:

NOVAQUÍMICA - SIGMA PHARMA

Divisão da Nature's Plus Farmacêutica Ltda.
Rodovia SP - 101 - km 08 - Hortolândia - SP - CEP: 13186-481

Atendimento ao consumidor: 0800-191222

Azitrocina., Ceftriax im, Ceftriax iv, Helicocid, Kaomagma, Neutrofer, Nimesilam, Proflox, Velamox


Advertências:

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos:

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma:

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.