Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Cedrin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípios ativos : Maleato de Azatadina e Sulfato de Pseudoefedrina.

Apresentação :

CEDRIN drágeas Repetabs contém 1 mg de maleato de azatadina na cobertura externa da drgea, 120 mg de sulfato de pseudoefedrina distribudos em partes iguais entre o revestimento externo e o Núcleo, corante amarelo n6, corante vermelho n3 e açúcar.
Estojo com 10 drágeas repetabs.
CEDRIN Xarope contém em cada 5 ml, 0,5 mg de maleato de azatadina, 30 mg de sulfato de pseudoefedrina, em base aromatizada de xarope, tendo metil e propilparabeno como preservativos.
Contém 7% de álcool e 2g de açúcar.
Frasco com 100ml
Os dois componentes ativos do revestimento externo são de liberação imediata, enquanto que o descongestionante do Núcleo mantém-se retido durante vrias horas após a ingestão.

Indicação : CEDRIN drágeas Repetabs e Xarope é indicado para o alívio dos sintomas de congestáo da mucosa das vias aéreas superiores como os que acompanham a rinite alérgica perene ou sazonal.
também foi demonstrada eficácia no tratamento sintomático da congestáo da mucosa respiratéria associada ao resfriado comum.

Efeito Colateral :

Não foram relatadas reações adversas graves ou atépicas com o uso de CEDRIN drágeas Repetabs e Xarope, e estas também não foram observadas em testes laboratoriais. O efeito colateral observado com maior frequência foi a sonolência.
As reações adversas relacionadas com os Anti-histamínicos variam de Incidência e gravidade de acordo com o paciente. Estas são: reações cardiovasculares, hematológicas (pancitopenia, trombocitopenia, anemia hemoltica), neurológicas (confusão, alucinações, tremores), gastrintestinais, geniturinárias (retenção urinária) e respiratórias, assim como alterações de humor.
Os efeitos colaterais mais comuns são: sedação, sonolência, tonturas, incoordenação, desconforto epigástrico e espessamento das secreções brônquicas, erupção cutânea e boca seca.
As drogas simpaticomimáticas estáo associadas às seguintes reações adversas: tremor, ansiedade, tensão, fraqueza, palidez, dificuldades respiratórias, disria, insônia, estimulação ou depressão do sistema nervoso central, convulsões, arritmias e colapso cardiovascular associado hipotensão.
Em indivíduos hiperativos, as reações semelhantes s provocadas pela efedrina incluem: palpitações, taquicardia, hipertensão, cefaleia, tonturas ou náuseas.
O médico deve ser alertado quanto possibilidade de Ocorrência de qualquer efeito adverso associado com as drogas simpaticomimáticas e os Anti-histamínicos.

Precauções :

CEDRIN drágeas Repetabs e Xarope Deverá ser usado com cautela em pacientes com glaucoma, úlcera péptica estenosante, obstrução piloroduodenal, hipertrofia prostática ou obstrução do colo vesical, doenças cardiovasculares incluindo hipertensão ou afecções isquêmicas, naqueles com aumento da pressão intraocular ou com diabetes mellitus.
Os pacientes deverão ser alertados quanto a exercerem atividades que necessitem de estado de alerta mental, como dirigir automáveis, operar máquinas etc. Os Anti-histamínicos podem causar vertigens, sedação e hipotensão em pacientes com mais de 60 anos, os quais também são mais propensos a apresentar reações adversas aos simpaticomimáticos. Ao se considerar o uso de um medicamento com ação prolongada ou repetida em pacientes nesta faixa etária, Deverá antes ser usado um simpaticomimático de ação curta. Não exceder as doses recomendadas. Ser necessária reavaliação médica caso os sintomas persistam.
USO DURANTE A GRAVIDEZ E A LACTAção
A segurança do uso deste produto em mulheres durante a gestação ainda não foi estabelecida. CEDRIN drágeas Repetabs e Xarope não Deverá ser administrado a mulheres lactantes.

Contra indicação :

CEDRIN drágeas Repetabs e Xarope não Deverá ser administrado a crianças com menos de 1 ano de idade, mulheres lactantes, pacientes com glaucoma de ângulo agudo, retenção urinária e em pacientes fazendo uso de inibidores da MAO. também está contra indicado em pacientes com hipertensão grave, doença coronariana grave, hipertireoidismo e naqueles que tenham demonstrado hipersensibilidade ou reações de idiossincrasia aos componentes de sua fórmula, aos agentes adrenérgicos ou s drogas com estruturas químicas similares.

Interação Medicamentosa :

Os inibidores da monoaminoxidase (MAO) prolongam e intensificam o efeito dos Anti-histamínicos. O uso simultâneo de Anti-histamínicos com álcool, antidepressivos tricclicos, barbitúricos e outros agentes depressores do sistema nervoso central podem potencializar os seus efeitos. A ação dos anticoagulantes orais pode ser inibida pelos Anti-histamínicos.
Os medicamentos que contém pseudoefedrina não devem ser administrados a pacientes tratados com inibidores da MAO ou durante os 10 dias seguintes descontinuação do tratamento com os mesmos pelo risco de crise hipertensiva. Os efeitos anti-hipertensivos da metildopa, mecamilamina, reserpina e alcalide do veratrum podem ser reduzidos pelos simpaticomimáticos. também pode ocorrer interação entre os agentes bloqueadores beta-adrenérgicos e as drogas simpaticomimáticas com efeitos depressores inesperados.
Aumento da atividade de marca-passo ectópico cardíaco pode ocorrer quando uma pseudoefedrina é administrada concomitantemente com digital. Antiácidos aumentam o ndice de absorção da pseudoefedrina e o caolin a reduz.

Modo de Usar :

CEDRIN drágeas REPETABS
A dose usual para adultos é de 1 drgea, duas vezes por dia, de manhã e à noite ao deitar. Poderão ser administrados simultaneamente Analgésicos ou antibióticos, ou ambos, quando forem indicados. O efeito de CEDRIN drágeas Repetabs não foi investigado em crianças menores de 12 anos.
CEDRIN XAROPE
Adultos e crianças com mais de 12 anos: 10 a 20 ml, duas vezes ao dia, pela manhã e ao deitar.
Crianças com 6 a 12 anos de idade: 5 ml, duas vezes ao dia, pela manhã e ao deitar, devendo o tratamento ser iniciado com dosagem mais baixa.
Crianças com 1 a 6 anos de idade: 2,5 ml, duas vezes ao dia, pela manhã e ao deitar.
Analgésicos, antibióticos ou ambos poderão, quando indicados, ser administrados concomitantemente.

Fabricante :

Indústria Química e Farmacêutica Schering-Plough S/A.

Rua Antônio das Chagas 1623
São Paulo Sp, 04714-002, Brasil

FONE: (11) 5188-5150
SAC SCHERING-PLOUGH: 0800 770 2477

Bazoton, Cedrin, Claritin, Clopixol, Coristina d, Coristina r, Daivonex, Diprogenta, Diprospan, Disofrol, Elocom, Episol fps 15, Fareston, Fluir, Furacin, Garasone, Gets it, Lioram, Nujol, Octelmin


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular