Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Carvedilol - Coronat 25 mg - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Carvedilo

Classe terapêutica : Aparelho cardiovascular. Anti-hipertensores. Depressores da atividade adrenrgica. Bloqueadores beta. Bloqueadores beta e alfa.

Apresentação :

Coronat 6,25 mg Comprimidos
Carvedilol Coronat 25 mg Comprimidos

Indicação :

Carvedilol Coronat pertence ao grupo de fármacos bloqueadores adrenérgicos nãoseletivos, com propriedades vasodilatadoras e antioxidantes.

Carvedilol Coronat é indicado no tratamento da hipertensão arterial (pressão arterialelevada) e no tratamento prolongado da doença arterial coronária (como a angina depeito).

Antes de TomarCARVEDILOL CORONAT

Não tome Carvedilol Coronat:
- se tem alergia (hipersensibilidade) ao carvedilol ou a qualquer outro componente de
Carvedilol Coronat;
- se sofre de insuficiência cardíaca não compensada de classe IV NYHA requerendotratamento inotrpico por via intravenosa;

- se sofre de disfunção do fgado com manifestações clínicas;
- se sofre de broncospasmo ou asma;
- se sofre de bloqueio auriculoventricular de 2 e 3 graus;
- se sofre de bradicardia? grave (ritmo cardíaco < 50 batimentos cardíacos por minuto);
- se sofre de doença do ndulo sinusal (incluindo bloqueio sinoauricular);
- em caso de choque cardiogúnico;
- se sofre de hipotensão? grave (pressão arterial sistlica <85 mmHg).

Tome especial cuidado com Carvedilol Coronat
Antes de iniciar o tratamento, certifique-se de que o seu médico sabe que tem ou teve:
- problemas do coração (bloqueio auriculoventricular, bradicardia sintomática);
- doenças do fgado ou dos rins;
- diabetes;
- asma ou problemas respiratérios;
- perturbações da circulação perifrica (arrefecimento/espasmo das mos ou dos Pós);
- problemas da glndula tiráide;
- psorase (placas descamativas avermelhadas na pele);
- reações alérgicas e se faz ou fez tratamento de dessensibilização;
- feocromocitoma.

Se for diabético, tenha em atenção que Carvedilol Coronat poderá dificultar o controloda glicemia e que os primeiros sintomas de hipoglicemia podem ser mascarados e/ouatenuados.

Se for submetido a anestesia geral, avise previamente o médico de que está a tomar
Carvedilol Coronat.

Os portadores de lentes de contacto poderão sentir secura e irritação nos olhos, duranteo tratamento com Carvedilol Coronat.

Tomar Carvedilol Coronat com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver tomando ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

A administração de carvedilol:
- pode aumentar o efeito de outros fármacos com atividade anti-hipertensora (porexemplo, antagonistas dos receptores-alfa1) ou cujo perfil de efeitos indesejáveis incluihipotensão;
- com antagonistas dos canais de cálcio do tipo verapamil ou diltiazem ou antiarritmicos de classe 1 pode requerer a monitorização rigorosa da pressão arterial e doelectrocardiograma (ECG);
- com digoxina pode requerer uma maior monitorização dos níveis de digoxina noincio, ajuste e descontinuação do tratamento com Carvedilol Coronat;

- com clonidina pode aumentar o efeito anti-hipertensor e aumentar a frequênciacardíaca. Caso seja necessário suspender o tratamento destes dois medicamentos,
Carvedilol Coronat Deverá ser interrompido em primeiro lugar e s depois a clonidina;
- com insulina ou medicamentos anti-diabéticos pode potenciar os efeitos destesmedicamentos e mascarar ou atenuar os sintomas de hipoglicemia. Deste modo,recomenda-se a monitorização regular da glicemia;
- com indutores (por exemplo, rifampicina) e inibidores (por exemplo, cimetidina) dometabolismo hepático requer precaução especial;
- com fármacos depletores das catecolaminas (por exemplo, reserpina e inibidores dasmonoamino-oxidases) requer a monitorização de sinais de diminuição acentuada dapressão arterial e da frequência cardíaca;
- com ciclosporina pode requerer a monitorização rigorosa dos níveis destemedicamento após o incio do tratamento com Carvedilol Coronat;
- com anestásicos requer especial atenção devido ao aumento do efeito anti-hipertensore da diminuição da frequência cardíaca.

Tomar Carvedilol Coronat com alimentos e bebidas
Não é necessário associar a administração de Carvedilol Coronat ao horrio dasrefeições.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Antes de iniciar o tratamento, deve informar o seu médico se está grávida, se pensa queestá grávida ou se pretende engravidar.
Não deve tomar Carvedilol Coronat se estiver grávida, salvo por indicação do seu médico.
Não deve amamentar se estiver a tomar Carvedilol Coronat, salvo por indicação do seu médico.

Condução de veículos e utilização de máquinas
O tratamento com carvedilol pode causar reações individuais variveis (por exemplo,vertigens e cansaço) que podem afectar o estado de viglia e a capacidade de conduçãoou utilização de máquinas. Estes efeitos podem ocorrer particularmente no incio oudurante o ajuste do tratamento e em caso de ingestão conjunta de álcool.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de Carvedilol Coronat

Este medicamento contém lactose e sacarose. Se foi informado pelo seu médico de quetem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

Modo de Usar: CARVEDILOL CORONAT

Tomar Carvedilol Coronat sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Fale com oseu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. O seu médico indicar-lhe-é a dose

Adequada para o seu caso. O seu médico pode necessitar de alterar a dose, reduzi-la ouaument-la durante o tratamento.

Administrar por via oral.

Os comprimidos de Carvedilol Coronat devem ser deglutidos com uma quantidadesuficiente de água. Não é necessário associar a administração de Carvedilol Coronat aohorrio das refeições.

hipertensão arterial
O tratamento geralmente iniciado nos 2 primeiros dias com uma dose única de 12,5mg por dia. após este perãodo, a dose recomendada é de 25 mg, uma vez por dia. Senecessário, a dose poderá ser subsequentemente aumentada, em intervalos de pelomenos duas semanas, até uma dose máxima diária de 50 mg, administrada em dose
única, uma vez por dia ou em doses fraccionadas, duas vezes por dia.

Tratamento prolongado da doença arterial coronária
A dose recomendada para o incio do tratamento é de 12,5 mg, duas vezes por dia, nosdois primeiros dias. após este perãodo, a dose recomendada é de 25 mg duas vezes pordia. Se necessário, a dose poderá ser subsequentemente aumentada, em intervalos depelo menos duas semanas, até uma dose máxima diária de 100 mg, em dosesfraccionadas (duas vezes ao dia). Nos doentes idosos a dose máxima diáriarecomendada é de 50 mg, administrada em doses fraccionadas, duas vezes ao dia.

Se tomar mais Carvedilol Coronat do que deveria
Em caso de sobredosagem pode ocorrer hipotensão grave, bradicardia, insuficiênciacardíaca, choque devido a insuficiência do coração (choque cardiogúnico) e paragemcardíaca. Podem também ocorrer problemas respiratérios, espasmo dos brnquios
(broncospasmo), vômitos, perturbações da consciência e convulsões generalizadas.
No caso de ter tomado de uma s vez, um grande nmero de comprimidos, procureimediatamente assistência médica e mostre a embalagem de Carvedilol Coronat.

Caso se tenha esquecido de tomar Carvedilol Coronat
Não tome uma dose dobrada para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de tomar Carvedilol Coronat
O tratamento com Carvedilol Coronat não deve ser interrompido bruscamente. Nãodeixe de tomar Carvedilol Coronat sem falar primeiro com o seu médico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.

Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, Carvedilol Coronat pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

A frequência dos efeitos secundários não está dependente da dose administrada, comexcepção das tonturas, alterações da visão e diminuição do ritmo cardíaco (bradicardia).

Os efeitos secundários ocorrem principalmente no incio do tratamento ou durante oajuste da dose.

Os efeitos secundários frequentes incluem tonturas, fadiga, dores de cabeça ligeiras,diminuição do ritmo cardíaco, hipotensão, edema (incluindo edema generalizado,perifrico, dependente e genital, edema dos membros inferiores, hipervolmia eretenção de fludos), náuseas, vômitos, diarreia, dor abdominal, aumento de peso ehipercolesterolemia, dificuldade no controlo da glicemia em doentes diabéticos, asma efalta de ar (dispneia), dor das extremidades, redução da produção de lgrimas,irritação/irritabilidade ocular e alterações da visão.

Os seguintes efeitos ocorrem pouco frequentemente: sncope (incluindo pré-sncope),bloqueio auriculoventricular, angina de peito (incluindo dor torácica), insuficiênciacardíaca, humor depressivo, perturbação do sono, parestesias, perturbações dacirculação perifrica (extremidades frias, doença arterial perifrica, exacerbação dossintomas de claudicação intermitente e fenmeno de Raynaud), obstipação, reaçõesalérgicas cutâneas (tais como exantema alérgico, dermatite, urticária e prurido) eimpotncia sexual.

Os efeitos secundários que ocorrem raramente são: diminuição do nmero de plaquetas
(trombocitopenia), congestionamento nasal, secura da boca, alterações da mecção,insuficiência renal e alterações da função renal em doentes com doença vascular difusae/ou comprometimento da função renal.

Foram notificados casos isolados de diminuição do nmero de glbulos brancos
(leucopenia), aumento das transaminases sanguíneas e incontinncia urinária emmulheres.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. COMO CONSERVAR CARVEDILOL CORONAT

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de Conservaçã.

Não utilize Carvedilol Coronat após o prazo de validade impresso no blister e na embalagem exterior, após ?VAL.?. O prazo de validade corresponde ao últim dia domês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. Outras informações

Qual a composição de Carvedilol Coronat

- A substância ativa é carvedilol.
- Os outros componentes são: sacarose, lactose mono-hidratada, povidona K 25, slicacoloidal anidra, crospovidona e estearato de magnésio.

Qual o aspecto de Carvedilol Coronat e conteúdo da embalagem

Carvedilol Coronat apresenta-se na forma de comprimidos acondicionados emembalagens de 10 e 60 unidades, no caso de Carvedilol Coronat 6,25 mg Comprimidos,ou de 10, 30 e 60 unidades no caso de Carvedilol Coronat 25 mg Comprimidos.
É possível que não sejam comercializadas todas as Apresentações.

Fabricante :

PENTAFARMA Sociedade Técnico-Medicinal S/A

Rua Professor Henrique de Barros
Edifício Sagres, 5 é a
2685 - 338 Prior Velho

Tel. 21 041 41 00
Fax. 21 041 41 06
E-mail: pentafarma@mail.telepac.pt

Medicamentos do mesmo fabricante :

Articulan, Carvedilol-coronat, Implementor, Losartan-monocer, Omeprazol-proclor, Proaxen

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.