Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Calogen para que serve

É um medicamento anti-osteoportico e hipocalcemiante. Com a

Classe terapêutica : IX-3-c.- Metabolismo do osso e homeostase do cálcio.

Princípio ativo : Calcitonina sintática de salmão

Apresentação :

Frasco nebulizador com 4 ml de solução de Calcitonina de salmão equivalentes a 28 pulverizaçõesdoses.

Frasco nebulizador com 2 ml de solução de Calcitonina de salmão equivalentes a 14 pulverizações.

O frasco nebulizador contém 1 100 U.I./ml de -ampolasolução para pulverização nasal. Cada pulverização dose padro(ativação) contém 100 U.I. de calcitonina sintática de salmo.

A Calcitonina é uma hormona calciotrpica, que inibe a reabsorção óssea por ação directa nos osteoclastos.

A Calcitonina de salmão diminui a reabsorção óssea, por inibição da atividade osteoclstica via receptores específicos.de salmo é um polipeptido hormonal que regula o metabolismo do cálcio e impede a ação hipercalcemiante e de reabsorção óssea da hormona paratiráideia.

A experimentação animal e os estudos clínicos demonstraram que a Calcitonina de salmão, pela sua maior afinidade para os locais de fixação, é a mais ativa das Calcitoninas até agora conhecidas.

Indicação :
Tratamento da osteoporose Pós-menopausa estabelecida tendo em vista a redução do risco de fracturas vertebrais. Não foi demonstrada uma redução nas fracturas da anca.

ANTES DE UTILIZAR CALOGEN

Não utilize CALOGEN solução para pulverização nasal:

- se tem hipersensibilidade (alergia) Calcitonina de salmão ou a qualquer outro ingrediente de CALOGEN solução para pulverização nasal
- se sofre de hipocalcemia.

Tome especial cuidado com CALOGEN solução para pulverização nasal:

- se sofre de perturbações nasais, deve efetuar um exame nasal antes do incio do tratamento e, em caso de perturbações nasais, a medicação não deve ser iniciada.
- se ocorrer ulceração grave na mucosa nasal (por exemplo, penetração por baixo da mucosa nasal ou associação com hemorragia intensa), deve-se descontinuar a administração intranasal de calcitonina.
- no caso de ulceração moderada a medicação deve ser temporariamente interrompida até cura.
- se se suspeita de sensibilidade calcitonina, deve ser realizado um teste drmico antes do incio do tratamento.
- como a calcitonina é um Póptido, há possibilidade de Ocorrência de reações alérgicas sistémicas e reações tipo alérgico incluindo casos isolados de choque anafiláctico tém sido relatados em doentes tratados com Calcitonina de salmão. Nos doentes

Gravidez

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Uma vez que a calcitonina intranasal está indicada em mulheres Pós-menopausas, não se realizaram estudos em mulheres grávidas ou a amamentar. Assim, a calcitonina intranasal não deve ser administrada nestas doentes. Contudo, estudos realizados em animais não revelaram potencial embriotxico e teratogúnico. A Calcitonina de salmão parece não atravessar a barreira placentária em animais.

AleitamentoEstudos em animais confirmaram que a Calcitonina não atravessa a barreira placentária.

Contudo, na grávida, o seu uso deve ser, em Princípio, evitado exceptuando-se os casos em que o benefício justifique o risco.

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Não É conhecido se a Calcitonina de salmão excretada no leite materno humano. Nos animais, a calcitonina tem demonstrado diminuir a lactação e ser excretada no leite materno.Gravidez: ainda que não se tenha demonstrado a sua ação teratogênica, recomenda-se que durante a gravidez se utilize a Calcitonina com precaução e sob controle médico directo.

Deste modo, durante o perãodo de aleitamento não recomendada a administração de CALOGEN solução para pulverização nasal.

Idosos e doentes com doenças especiais

A extensa experiência de utilização da calcitonina intranasal nos doentes idosos não mostrou evidência de redução da tolerabilidade ou de necessidade de alteração posológica.

O mesmo se aplica a doentes com funções renal ou hepática alteradas.

Crianças

A sua utilização em crianças de CALOGEN solução para pulverização nasal, não é apropriada.

Condução de veículos e utilização de máquinas:

Não existem dados sobre o efeito da calcitonina intranasal na capacidade de conduzir e utilizar máquinas. A calcitonina intranasal pode causar tonturas transitérias, que podem afectar a reação do doente. Os doentes devem ser alertados para a possível Ocorrência de tonturas transitérias e caso estas ocorram, não devem conduzir ou utilizar máquinas.

Informaçães importantes sobre alguns ingredientes de O CALOGEN solução para pulverização nasal não tem efeitos sobre estas capacidades.CALOGEN solução para pulverização nasal:

Contém sódio e parabenos. Os parabenos modem causar reações alérgicas (possivelmente tardia)..

Utilizar CALOGEN solução para pulverização nasal com outros medicamentos

Não são conhecidas quaisquer tipo de interações.

Modo de Usar :

CALOGEN SOLUção PARA PULVERIzação NASAL

Utilizar CALOGEN solução para pulverização nasal sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

A dose recomendada de calcitonina intranasal no tratamento da osteoporose Pós-menopausa estabelecida de 2 pulverizações uma vez por dia (200 UI) uma vez por dia. O uso de calcitonina intranasal recomendado em associação com uma adequada ingestão de cálcio e vitamina D. Este é um tratamento a longo termoprolongado (ver secção 5.1, Propriedades Farmacodinâmicas).

INSTRUções PARA A APLICAção DA SOLUção PARA PULVERIzação NASAL

-Frasco nebulizador scom dispositivo doseador

O frasco nebulizador com dispositivo doseador e contador possibilita o controle do nmero de aplicações (pulverizações), por forma a cumprir a posologia prescrita pelo médico.

- Preparação: a efetuar apenas na primeira utilização.

Retirar a tampa de protecção A, do dispositivo doseador B.

Pressionar, para baixo, o dispositivo doseador B, de forma a introduzi-lo no frasco nebulizador C. Repetir esta operação até que a letra “P” aparea na janela do contador.
Nesta altura, o frasco nebulizador está pronto a ser utilizado.
O líquido libertado durante esta operação activou o dispositivo doseador.

- Administração:

Colocar o nebulizador, numa narina, mantendo o frasco nebulizador na vertical.

Sem respirar, pressionar firmemente, conforme descrito na figura seguinte, até ouvir o “click”, indicador de que a Atuação correcta foi conseguida.
após cada “click”, na janela do contador aparece o nmero de pulverizações doses(ou aplicações) já administradas.

Cada frasco nebulizador, assegura pelo menos o mínimo de pulverizações dosesefectivas descritas no rótulo.

Quando este nmero aparecer no contador(exemplo 14), ainda existe alguma solução residual no frasco.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que CALOGEN solução para pulverização nasal é demasiado forte ou demasiado fraco.

Qual o momento mais favorvel para aplicar CALOGEN solução para pulverização nasal?

Segundo as instruções do seu médico.

Qual a duração média do tratamento?

De acordo com as instruções do seu médico.

Caso se tenha esquecido de aplicar CALOGEN solução para pulverização nasal:

Caso se esquea de aplicar uma pulverizaçãodose, aplique-a assim que puder. Contudo, se estiver quase na hora de aplicar a próxima pulverizaçãodose, não o faa, volte a aplicar o solução para pulverização nasal dentro do horrio previsto.

Se aplicar mais CALOGEN do que deveria:

Nos casos de intoxicação acidental por sobredosagem, Deverá ser feita uma terapêutica sintomática (suspensão imediata do tratamento e Administração de cálcio via I.V.). Leve esta bula Informativo consigo.

Em caso de sobredosagem ou ingestão acidental, pode também consultar o Servio Informação de Antivenenos CIAV (Tel.: 808 250 143), onde um profissional de Saúde o ajudará.

4. Efeitos secundários

Como os demais medicamentos, CALOGEN pode ter efeitos secundários.

Doenças gastrintestinais

Frequentes: náuseas, diarreia, dor abdominal (>1/100, <1/10)

Pouco frequentes: vômitos (>1/1 000, <1/100)

Alterações vasculares

Frequentes: rubor (>1/100, <1/10)

Pouco frequentes: hipertensão (>1/1 000, <1/100)

Doenças respiratórias

Muito frequentes: rinite (incluindo nariz seco, edema nasal, congestáo nasal, espirros e rinite alérgica), sintomas inespecíficos do nariz [por ex.: irritação das fossas nasaispassagem nasal, erupção papular, parosmia (alterações olfativas), eritema (erupção), abrasão (escoriação da pele)] (>1/10)

Frequentes: rinite ulcerativa, sinusite, epistaxis (sangramento pelo nariz), faringite (>1/100, <1/10)
Pouco frequentes: tosse (>1/1 000, <1/100)

Estes eventos efeitos são geralmente ligeiros (em cerca de 80% dosas relatosnotificações) e requerem descontinuação do tratamento em menos de 5% dos casos.

Doenças do sistema nervoso

Frequentes: tonturas, cefaleias (dores de cabeça), disgeusia (alteração do paladar) (>1/100, <1/10)

Perturbações dos rgos sensoriais

Pouco frequentes: perturbação da visão (>1/1 000, <1/100)

Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneas
Frequentes: dor musculoesqueltica (>1/100, <1/10)
Pouco frequentes: artralgia (dor nas articulações) (>1/1 000, <1/100)

Doenças do Sistema Imunológico

Pouco frequentes: reações de hipersensibilidade tais como reações cutâneas generalizadas, rubor, edema [edema da face, edema perifrico e anasarca (acumulação de líquido no tecido subcutânea)], hipertensão, artralgia e prurido (comicháo) (>1/1 000, <1/100)

Muito raros: reações tipo alérgicoas e anafilactides tais como taquicardia, hipotensão, colapso circulatério e choque anafiláctico (<1/10 000).

Exames complementares de diagnóstico

Raros: desenvolvimento de anticorpos neutralizadores da calcitonina (>1/10 000, <1/1 000). O desenvolvimento destes anticorpos não está usualmente relacionado com perda de eficácia clínica, ainda que a sua presença numa percentagem pequena de doentes após tratamentos de longa duração com doses elevadas de calcitonina possa resultar numa resposta reduzida ao produto. A presença de anticorpos não parece estar relacionada com reações alérgicas que são raras. A regulação negativa dos receptores da calcitonina pode também resultar numa resposta clínica reduzida numa pequena percentagem de doentes após tratamentos de longa duração com doses elevadas.

Perturbações gerais

Frequentes: fadiga (>1/100, <1/10)

Pouco frequentes: sintomas tipo gripe (>1/1000, <1/100)

Caso detecte efeitos secundários não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico

5. Conservação DE CALOGEN SOLUção PARA PULVERIzação NASAL

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Conservar a 2C 8C (no frigorfico). Não congelar.
Manter sempre a solução para pulverização nasal na embalagem de origem, respeite as condições de Conservação indicadas na embalagem.

6. Outras informações

Assegure-se que tem em seu poder medicamento suficiente para os fins de semana, feriados ou frias.
poderá ter consigo uma receita adicional, que possa utilizar se esgotar o medicamento enquanto estiver ausente de sua casa.
poderá obter informaçães adicionais do seu médico ou do seu farmacêutico, que disPóem de informação completa sobre este medicamento.

Verifique o prazo de validade inscrito na embalagem ou no recipiente e não utilize o medicamento depois da data indicada.

Não utilize CALOGEN caso detecte alguma alteração do medicamento, e dirija-se farmcia mais próxima.

CALOGEN 100 UI, solução para pulverização nasal

- A substância ativa é a calcitonina sintática de salmo
- Os outros ingredientes são: ácido cítrico, citrato de sódio dihidratado, tartarato de amônio, cloreto de sódio, metilparabeno, propilparabeno, água purificada.

Fabricante :

PROBIOS, Produtos químicos e farmacêuticos, Lda.Almirall Produtos farmacêuticos, Lda.

Rua João Chagas, 53A 2é andar

1495 072 Algés

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular