Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Cálcio Sanabo - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Carbonato de cálcio

Apresentação : cálcio SANABO apresenta-se em embalagens com 20 e 60 comprimidos

Indicação :

O cálcio é um mineral essencial para o funcionamento adequado do organismo. cálcio SANABO destina-se a fornecer ao organismo um suplemento mineral de cálcio para a prevenção e tratamento de deficiências de cálcio agudas ou crônicas e para o tratamento de perturbações do metabolismo célcico.
cálcio SANABO é indicado como suplemento mineral, quando o aporte de cálcio inadequado: na infância, na gravidez e lactação, nas mulheres Pós-menopausas, nos idosos.
No tratamento de estados de carência de cálcio que podem ocorrer em doenças como: no hipoparatiroidismo (agudo e crônico), no pseudoparatiroidismo, na osteoporose, no raquitismo e na osteomalcia.

Antes de tomar cálcio SANABO
Não tome cálcio Sanabo
- Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância ativa ou a qualquer dos componentes do medicamento.
O cálcio Sanabo contém óleo de amendoim (ver que outros ingredientes tém cálcio Sanabo).
Este medicamento não Deverá ser administrado a doentes alérgicos soja ou ao amendoim.
Não deve igualmente usar cálcio SANABO se sofrer de hipercalcmia (excesso de cálcio no sangue) (p.ex.hiperpartiroidismo, sobredosagem de vitamina D e derivados, tumores descalcificantes tais como plasmocitomas, metstases ósseas), hipercalciria grave (eliminação excessiva de cálcio na urina), insuficiência renal grave.

Tome especial cuidado com cálcio Sanabo
Em alguns indivíduos, a administração de cálcio facilita a formação de célculos no trato urinário (tambem conhecidos por “pedras nos rins”).
Se tem antecedentes de célculos urinários informe o seu médico ou farmacêutico.
Devem evitar-se doses elevadas de vitamina D ou derivados durante o tratamento com cálcio, a não ser que sejam indicadas pelo médico.
Na presença de hipercalciria ligeira (superior a 300 mg ou 7,5 mmol em 24 horas), insuficiência renal ligeira ou moderada, ou célculos urinários, devem monitorizar-se cuidadosamente os níveis de excreção de cálcio e se necessário reduzir a dose de cálcio SANABO ou suspender a administração.
Em doentes com tendência para a formação de pedras nos rins, recomenda-se uma maior ingestão de líquidos.

Tomar cálcio Sanabo com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver tomando ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Antes de tomar cálcio SANABO deve informar o seu médico ou o seu farmacêutico sobre todos os medicamentos que está a tomar, ou que toma habitualmente, mesmo aqueles que adquiriu sem receita médica na farmcia.
O cálcio por via oral pode reduzir a absorção oral das tetraciclinas ou preparações contendo flor. Deverá observar-se um intervalo, de pelo menos, 3 horas entre as administrações de cálcio e este tipo de fármacos, no caso do tratamento simultâneo.
O tratamento concomitante com vitamina D e derivados aumenta a absorção do cálcio.
a administração do cálcio pode reduzir a resposta ao verapamil e possivelmente a de outros antagonistas do cálcio.
O cálcio, quando administrado em elevadas doses a doentes digitalizados, pode elevar o risco de arritmias cardíacas.
A absorção gastrointestinal de cálcio pode ser diminuida pela ingestão simultânea de certos alimentos, p. ex. espinafres, ruibarbo, farelo, cereais, leite e produtos lcteos.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Se estiver grávida ou a amamentar pode tomar cálcio Sanabo. O seu médico dir-lhe- se necessita de um suplemento de cálcio.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Geralmente não se observam alterações da capacidade de condução e utilização de máquinas.
Se eventualmente ocorrer sonolência e diminuição da fora muscular, que podem estar asssociadas a hipercalcemia o doente deve evitar conduzir.

Informaçães importantes sobre alguns componentes de cálcio Sanabo
Os comprimidos de cálcio SANABO contém 55 mg de sacarose. Esta informação deve ser tida em consideração em doentes com diabetes mellitus.

COMO TOMAR cálcio SANABO
Tomar cálcio Sanabo sempre de acordo com as Indicaçõesdo médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
Tome 1 comprimido por dia. Os comprimidos devem engolir-se sem mastigar com um pouco de água.
Não devem empregar-se doses mais elevadas sem serem prescritas pelo médico.
O cálcio SANABO deve tomar-se de pReferência s refeições ou 1 a 1,5 horas depois, a não ser que o médico recomende a administração a outra hora.

Durante quanto tempo preciso de tomar cálcio SANABO?
A duração do tratamento varivel podendo ir até Vários meses.
O seu médico dir-lhe- exactamente durante quanto tempo tem de tomar cálcio SANABO.

Se tomar mais cálcio Sanabo do que deveria
No caso de uma sobredosagem acidental contacte imediatamente o seu médico ou o hospital mais próximo.
Sintomas: Em caso de sobredosagem podem ocorrer reações gastrointestinais, mas não hipercalcmia, excepto nos doentes com hipotiroidismo, insuficiência renal grave a qual se caracteriza por letargia, diminuição da fora muscular, náuseas, vômitos e obstipação.
também nos doentes tratados com uma dose excessiva de vitamina D ou derivados podem verificar-se sinais de hipercalcmia nomeadamente diminuição do apetite, náuseas, vômitos, obstipação, dor abdominal, fraqueza muscular, poliria, sede, tonturas e confusão. Em casos graves pode verificar-se coma ou arritmias cardíacas.
Tratamento: Suspensão do cálcio SANABO nos casos de hipercalcmia grave, infusão I.V. de solução de cloreto de sódio, diurese forçada, fosfatos orais.

Caso se tenha esquecido de tomar cálcio Sanabo
Se se esquecer de tomar uma dose de cálcio SANABO deve tomá-la logo que se lembre a não ser que faltem menos de quatro horas para a dose seguinte.
Não tome uma dose dobrada para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Efeitos secundários cálcio SANABO
Como os demais medicamentos, cálcio Sanabo pode causar efeitos secundários em algumas pessoas.
Geralmente o cálcio SANABO é bem tolerado, mas como todos os medicamentos pode provocar alguns efeitos secundários.
S raramente se observaram perturbações gastro-intestinais moderadas (flatulência, prisão de ventre ou diarreia).

COMO CONSERVAR cálcio SANABO
Conservar a temperatura inferior a 25o C.
Conservar na embalagem de origem para proteger da humidade.
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não utilize cálcio Sanabo após o prazo de validade impresso na embalagem. O prazo de validade corresponde ao últim dia do mês indicado.
Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

Outras informações
Qual a composição de cálcio Sanabo
A substância ativa é o carbonato de cálcio.
Os outros componentes são polivinilpirrolidona, glicolato de amido e sódio, estearato de magnésio, sacarose, talco, dióxido de titânio, aerosil 200, celulose microcristalina, polietilenoglicol 6000, ácido esteárico, álcool cetlico, óleo de amendoim hidrogenado.

Fabricante :

Novartis Consumer Health Produtos farmacêuticos e Nutrição, Lda.
Av. Poeta Mistral, n 2 2
1069-172 Lisboa

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.