Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Buscopan Comprimido - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Butilescopolamina

Classe terapêutica : Antiespasmódicos, espasmoltico seletivo

Apresentação : Embalagens com 20 ou 40 comprimidos revestidos a 10 mg. Propriedades

composição:

Cada comprimido revestido contém 10 mg de brometo de N-butil-hioscina (Butilescopolamina)

Excipientes: ver secção Excipientes.

Indicação : BUSCOPAN exerce uma ação espasmoltica sobre a musculatura lisa do aparelho gastrintestinal e das vias biliares e genito-urinárias. Como um derivado de amônio quaternrio, o brometo de N-butil-hioscina não passa para o sistema nervoso central. Consequentemente, não ocorrem efeitos adversos anticolinrgicos sobre o sistema nervoso central. A ação anticolinrgica perifrica resulta da ação bloqueadora dos gnglios na parede visceral, assim como da atividade antimuscarúnica.

IndicaçõesTerapêuticas

Espasmos do aparelho gastrintestinal, espasmos e disquinsias das vias biliares e espasmos do aparelho genito-urinário.

Contra-indicações:

BUSCOPAN está contra indicado na miastenia gravis e megacolon. BUSCOPAN não deve ser usado por doentes que demonstraram sensibilidade ao brometo de N-butil-hioscina ou qualquer outro componente do medicamento.

Efeitos indesejáveis:

Podem ocorrer efeitos indesejáveis anticolinrgicos, incluindo xerostomia, disidria, taquicardia e potencial retenção urinária, mas são geralmente moderados e limitados.

Muito raramente foram reportadas reações de hipersensibilidade, incluindo reações cutâneas. Foram observados casos isolados de anafilaxia com episódios de dispneia e choque.

Interações Medicamentosas: e outras formas de interação

O efeito anticolinrgico de antidepressivos tricclicos, amantadina, quinidina, antihistamúnicos ou disopiramida pode ser potenciado pela toma concomitante de BUSCOPAN.

O tratamento concomitante com antagonistas da dopamina, tais como a metoclopramida, pode resultar na diminuição dos efeitos de ambos os fármacos no aparelho gastrintestinal.

Os efeitos taquicárdicos dos agentes beta-adrenérgicos podem ser evidenciados pela toma de BUSCOPAN.

Advertências e Precauções especiais de utilização:

Devido ao potencial risco de complicações anticolinrgicas, deve-se ter precaução em doentes com predisposição para glaucoma de ângulo estreito, em doentes sucetíveis a obstruções urinárias e intestinais e naqueles com tendência para taquicardia.

Gravidez e aleitamento:

Uma longa experiência não evidenciou quaisquer efeitos nocivos sobre a gestação humana. Estudos pré-clínicos em ratos e coelhos não mostraram efeitos embriotxicos nem teratogúnicos. No entanto, É conveniente observar as habituais recomendações quanto toma de medicamentos durante o perãodo da gravidez e, particularmente, durante o primeiro trimestre.

Na lactação também não foi estabelecida a segurança. No entanto, não foram reportados efeitos adversos nos recêm nascidos.

Efeitos sobre a capacidade de conduzir e utilizar máquinas:

Não está descrito qualquer efeito deste medicamento sobre a capacidade de condução e utilização de máquinas.

Excipientes:

Fosfato dibásico de cálcio, amido de milho, amido solvel, slica coloidal, ácido tartrico, ácido esteárico, povinilpirrolina, sacarose, talco, accia, goma arbica, dióxido titúnico, polietilenoglicol 6000, cera de carnaba, cera branca.

Posologia e modo de Administração

Exceptuando indicação médica em contrrio, recomendam-se as seguintes doses: Adultos e crianças com mais de 6 anos: 1 2 comprimidos revestidos, 3 5 vezes por dia. Os comprimidos revestidos devem ser deglutidos inteiros com um líquido. Sobredosagem Sintomas

Em caso de sobredosagem podem observar-se efeitos anticolinrgicos.

Tratamento:

Se necessário, devem ser administrados fármacos parassimpaticomimáticos. Nos casos de glaucoma, deve-se procurar uma consulta médica urgentemente. As complicações cardiovasculares devem ser tratadas de acordo com os Princípios terapêuticos habituais. Em caso de paralisia respiratéria: intubação e respiração artificial devem ser consideradas. A cateterização pode ser necessária no caso de retenção urinária. Se necessário, devem ser empregues medidas de suporte adequadas.

Recomendações

Comunique ao seu médico ou farmacêutico os efeitos indesejáveis detectados para este medicamento e que não constem do presente BULA INFORMATIVA.

Verifique o prazo de validade inscrito na embalagem ou recipiente deste medicamento. Manter os medicamentos fora do alcance e da vista das crianças. Manter o medicamento em lugar seco e fresco.

Fabricante :

Unilfarma- Unio Internacional Laboratórios farmacêuticos, Lda Avenida Antônio Augusto de Aguiar, 104-1 1069-029 Lisboa (domicélio)

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular