Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Bricanyl expectorante

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Terbutalina.

Apresentação : Injetível. Caixa com 25 ampolas.

Indicação : Asma brônquica, bronquite crônica, enfisema e outras pneumopatias que apresentam broncoespasmo. BRICANYL também é indicado como miorrelaxante uterino no manuseio do trabalho de parto prematuro não-complicado.

Efeito Colateral :

A intensidade das reações adversas depende da dosagem e da via de Administração. As reações adversas relatadas são todas Características das aminas simpatomimáticas, por exemplo tremor, cefaleia, cãibras musculares, palpitações e discreta taquicardia.
A maioria desses efeitos, quando ocorrem, reverte espontaneamente dentro das primeiras 1-2 semanas de tratamento. Podem ocorrer urticária e exantema e foram observados distúrbios do sono e de comportamento em crianças. Quando são usadas altas doses da BRICANYL durante o tratamento de parto prematuro, as mães diabticas podem desenvolver hiperglicemia e lactacidose. Nessas pacientes, deve-se monitorar a glicose e o balanão ácido-básico.

Precauções :

BRICANYL deve ser usado com cuidado se houver possibilidade de aumento da suscetibilidade s aminas simpatomimáticas, como ocorre, por exemplo, em pacientes com hipertiroidismo sem controle adequado. Devido ao risco de hiperglicemia, recomenda-se realizar testes adicionais de glicose sanguínea em pacientes diabéticos.

Fórmula :

Cada ampola de 1 ml contém Sulfato de terbutalina 0,5 mg.

Contra indicação :

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Em Obstetrcia: infecção intra-uterina, pré-eclmpsia grave, placenta prvia, hemorragia pré-parto de qualquer etiologia, compressão do cordão umbilical e qualquer outra condição da me ou do feto que contra-indique o prolongamento da gravidez.

Interação Medicamentosa :

Betabloqueadores, especialmente os não-seletivos, podem inibir parcial ou totalmente os efeitos dos agonistas beta. A solução de BRICANYL para injeção não deve ser misturada com soluções alcalinas (ph > 7,0).

Modo de Usar :

Adultos: 0,5 a 1 ml por, via subcutânea, até o máximo de quatro vezes ao dia. Crianças: 1/4 a 1/2 da dose do adulto, a critério médico. No manuseio do trabalho de parto prematuro, as doses de BRICANYL devem ser individualizadas, tomando-se como Referência a supressão das contrações uterinas, aumento da frequência cardíaca e alterações na pressão sanguínea, que são fatores limitantes do uso de beta-2-estimulantas nesta indicação .

Superdosagem :

possíveis sinais e sintomas: cefaleia, ansiedade, tremor, cãibras musculares, palpitações, arritmia, taquicardia. Pode ocorrer queda da pressão sanguínea. Relatos laboratoriais: Hiperglicemia e lactacidose podem ocorrer. Agonistas beta-2 podem causar hipocalemia como resultado da redistribuição de potássio. e geralmente não requer tratamento. Tratamento: Nos casos leves a moderados a dose deve ser reduzida. Aumentar a dose lentamente se o uso da droga for necessário. Nos casos graves deve-se realizar lavagem gástrica, administrar carvo ativado e determinar o balanão ácido-básico, glicose sanguínea e eletrôlitos. A frequência e o ritmo cardíacos, bem como a pressão sanguínea, devem ser monitorados e as alterações metabólicas, corrigidas. Para o tratamento de arritmias que causam alterações hemodinâmicas, recomenda-se o uso de um betabloqueador cardiosseletivo (ex.: metoprolol). Os betabloqueadores devem ser usados com cuidado, pois podem induzir obstrução bronquial. Deve-se administrar um expansor de volume se a redução da resistância vascular perifrica mediada pelo beta-2 contribuir significativamente para a queda da pressão sanguínea. Parto prematuro: Se ocorrer edema pulmonar, deve-se suspender a medicação e administrar intravenosamente uma dose normal de um diurético do tipo salurtico potente (ex.: furosemida). Se ocorrer um aumento na tendência ao sangramento em cesariana, deve-se administrar propranolol intravenosamente (1-2 mg).

Uso durante a Gravidez e Lactação

Não foram relatados efeitos teratogúnicos em humanos ou em animais. Entretanto recomenda-se cuidado durante o primeiro trimestre da gravidez. A terbutalina passa para o leite materno, entretanto, nas doses terapêuticas, a influência na criança improvável. Como qualquer outra droga, a terbutalina somente deve ser usada durante a gravidez ou lactação se, a critério médico, os benefícios potenciais superarem os possíveis riscos.

Fabricante :

Astra química e farmacêutica Ltda.

Rua Roque Petroni Jr., 999 - 8º andar
04707-910 - São Paulo - SP
Tel: 55 (011) 5561-1049 - Fax: 55 (011) 530-4746

Medicamentos do mesmo fabricante :

Astramorph, Bricanyl, Citanest 3, Diprivan, Emla disco, Emla creme, Emla penso, Emla, Foscavir, Lidopass, Lisinopril, Mysoline, Omeprazol, Propofol, Xylocaina, Xyloproct


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.

Emagrecimento e Aumento de Massa Muscular