Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Azitromin - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Azitromicina.

Apresentação : 4 e 6 cápsulas de 250 mg e 2 e 3 comprimidos de 500 mg de azitromicina. Pó para suspensão oral com 600 mg e 900 mg de azitromicina (cada 5 ml de suspensão reconstituída contém 200 mg de azitromicina).

Indicação : Infecções causadas por organismos suscetíveis, infecções do trato respiratério inferior (inclusive bronquite e pneumonia), infecções de pele e tecidos moles, otite média, infecções do trato respiratério superior (inclusive sinusite, faringite/amigdalite), infecções sexualmente transmissíveis: infecções genitais não-complicadas causadas por Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae sem resistância múltipla; Infecções concomitantes com Treponema pallidum devem ser excluídas.

Efeito Colateral :

Azitromicina (AZITROMIN) é bem tolerada, sendo baixa a Incidência de reações adversas de natureza leve e moderada. Somente 0,3% dos pacientes descontinuaram o tratamento por causa de reações adversas.
As reações adversas ocasionalmente observadas foram: diarreia, fezes amolecidas, desconforto abdominal (dor/célica), náusea, vômito e flatulência. Elevações reversíveis das transaminases séricas foram observadas ocasionalmente. Ocorre frequência similar de reações alérgicas s registradas com penicilina e outros antibióticos macrolídeos. As reações alérgicas variam do rash ao angioedema.

Precauções :

Assim como ocorre com a eritromicina e outros macrolídeos, podem ocorrer, embora raramente, reações alérgicas srias angioedema, anafilaxia que Às vezes necessitam de um maior perãodo de observação e tratamento. Cautela na administração a pacientes com insuficiência renal grave. Pacientes com insuficiência renal leve não necessitam ajustes na posologia. Apenas pacientes com insuficiência hepática severa necessitam de maiores cuidados quando do uso de azitromicina.

Contra indicação : Antecedentes de hipersensibilidade ou reações alérgicas a qualquer antibiótico macrolídeo.

Gravidez e Lactação

A segurança do uso de azitromicina durante a gravidez e lactação ainda não foi estabelecida. Seu uso nesses perãodos só deve ser feito quando outras alternativas não estiverem disponíveis, sempre considerando a relação risco/benefício.

Interação Medicamentosa :

devido à possibilidade teórica de ergotismo, contra-indica-se o uso concomitante de azitromicina e derivados do ergot. Quando necessária administração concomitante com ciclosporina, monitorização dos níveis desta e ajustes na posologia são necessários. Deve-se ter em mente a possibilidade de aumento dos níveis de digoxina quando a ela se associa a azitromicina.
Antiácidos não devem ser administrados simultaneamente com azitromicina devido à redução no pico de concentração plasmática desse antibiótico. Quando os pacientes em tratamento com zidovudina foram tratados com azitromicina, a única diferena estatisticamente significante observada na farmacocinética da azitromicina foi uma redução do tempo para alcançar a concentração plasmática máxima.

Modo de Usar :

A administração deve ser feita em dose única, no mínimo uma hora antes ou duas horas após a refeição. a administração de azitromicina e outros antibióticos após uma refeição substanciosa reduz a biodisponibilidade no mínimo em 50%.
Adultos: Doenças sexualmente transmissíveis causadas por Chlamydia trachomatis ou Neisseria gonorrhoeae: Dose oral única de 1 g (2 comprimidos ou 4 cápsulas). Outras indicações: Dose única diária de 500 mg (1 comprimido ou 2 cápsulas) durante três dias (dose total: 1,5 g) ou dose única de 500 mg (1 comprimido ou 2 cápsulas) no primeiro dia e dose única diária de 250 mg (1 cápsula ou 1/2 comprimido) do segundo ao quinto dia.
Crianças: Dose única de 10 mg/kg durante três dias (dosa total: 30 mg/kg, ou dose única diária de 10 mg/kg no primeiro dia e dose única de 5 mg/kg do segundo ao quinto dia).

Fabricante :

Fabricante : Americano de Farmacoterapia S/A

Rua Nova York, 245 - Brooklin Paulista
São Paulo / SP
Telefones: (11) 95049-6200
(11) 95049-6250

Medicamentos do mesmo fabricante :

Artril 600, Atens h, Atens, Azitromin, Coex, Elepril, Elum, Enzicoba 5 mg, Eucil gotas, Exit, Lisador, Nitrazepol, Noan 5 e 10 mg, Victrix


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.