Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Azimix - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Azitromicina

Apresentação : Comprimidos revestidos de 250 mg - caixa com 4 e 6 comprimidos revestidos. comprimidos revestidos de 500 mg - caixa com 2 e 3 comprimidos revestidos. Pó oral de 600 mg - caixa com frasco de Pó para susp. oral, frasco com 9 ml de diluente e dosador.
Pó oral de 900 mg - caixa com frasco de Pó para susp. oral, frasco com 12 ml de diluente e dosador.

Indicação : Em todas as patologias cujos agentes sejam sensíveis é azitromicina. Infecções de Vias aéreas (Otites médias, Sinusites, Faringites Amigdalites e Pneumonias) ; Infecções urinárias, Doenças Sexualmente Transmissíveis, Infecções da pele e na erradicação do Helicobacter pylori.

Efeitos Colaterais : diarreia, desconforto abdominal, náuseas, vômitos e flatulência. A reação alérgica mais comumente observada foi o exantema com reações similares à eritromicina e a outros antibióticos do grupo dos macrolídeos. O nível das transaminases séricas mostraram elevações reversíveis. Pacientes submetidos ao tratamento crônico com a Azitromicina apresentaram sinais de ototoxicidade que foram totalmente reversíveis com a interrupção do tratamento.

Advertências

Lactação: após três dias da administração de 500 mg de Azitromicina via oral, foram observadas concentrações de 2,8 mg/ml no leite materno, valores próximos dos níveis terapêuticos para o lactente. há portanto, possibilidade de efeitos colaterais para o lactente , com isto, seu uso durante a lactação deve estar restrito às situações clínicas em que o risco/benefício seja devidamente ponderado.
Gravidez: Estudos preliminares não demonstraram efeitos teratogúnicos para o feto, porêm por ser um medicamento novo cabe ao médico avaliar a necessidade de sua prescrição. Nefropatas: A correção da dose de AZIMIX (Azitromicina) em nefropatas torna-se necessária somente naqueles com depuração de creatinina menor ou igual 40 ml/min. Graus leves e moderados de insuficiência renal não se faz necessária tal correção. Hepatopatas: Sua posologia deve ser avaliada somente em pacientes com insuficiência hepática grave.

Fórmula :

Comprimido revestido de 250 mg: cada comprimido revestido contém:
Azitromicina 250 mg
(Equivalente a 262,05 mg de Azitromicina disidratada)
Excipiente: Microcelulose, Amido de milho, Estearato de magnésio, dióxido de titânio, Copolómero ácido Metacrílico, álcool isoproPólico, Acetona, água destilada, Lactose, Corante, Polietilenoglicol e Talco.

Contra indicação : AZIMIX (Azitromicina) está contraindicado em pacientes com antecedentes alérgicos é azitromicina, ou a qualquer antibiótico da família dos macrolídeos.

Interação Medicamentosa : O uso concomitante de antiácidos com a Azitromicina pode reduzir a sua biodisponibilidade e não sendo , portanto, aconselhável o uso destes medicamentos durante o tratamento. Observou-se aumento do tempo de protrombina em pacientes fazendo uso concomitante de varfarina, sugerindo-se para os mesmos, avaliação rotineira dos parâmetros de coagulação durante a antibioticoterapia com a Azitromicina.

Modo de Usar :

crianças Esquema 1: 10mg/Kg/dia durante 3 dias
(até 25 Kg) Esquema 2: 10mg/Kg no primeiro dia e 5mg/Kg do segundo ao quinto dia ADULTOS Esquema 1: 500mg durante 3 dias
Esquema 2: 500mg no primeiro dia e 250mg do segundo ao quinto dia
Esquemas posológicos sugeridos para a Erradicação do Helicobacter pylori (em adultos):
Esquema 1 Esquema 2 Esquema 3
Azimix - 500 mg ao dia por 3 dias Azimix - 500 mg ao dia por 3 dias Azimix - 500 mg ao dia por 3 dias
Amoxacilina - 500 mg, Metronidazol - 250 mg, Metronidazol - 250 mg, 4 vezes
2 vezes ao dia por 7 à 14 dias 4 vezes ao dia por 7 dias ao dia por 7 dias
Omeprazol - 20 mg ao dia Omeprazol - 40 mg ao dia Sais de Bismuto - 120 mg, 4 vezes
por 14 dias por 14 dias ao dia por 14 dias.
Neisseria gonorrhoeae e Chlamydia tracomatis: dose única 1g.

Superdosagem :

Não há dados, até o momento, com relação a superdosagem. recomenda-se lavagem gástrica e medidas de suporte em geral.
Advertências e recomendações para pacientes com idade superior a 65 anos: não existe nenhuma restrição para o uso do medicamento nesta faixa etária desde que tenha uma função hepato-renal preservada.

Fabricante :

Ativus farmacêutica Ltda.

Rua Fonte Mécia, 2050
Cep 13270-000 - CX Postal 489
Bairro São Pedro - Valinhos /SP
E-mail: ativus@ativus.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante :

Antagon, Asmax, Azimix, Calcichell, Calman, Cinoflax, Colpist mt, Cortax, Dexador, Ferrin, Fluidin, Folifer, Ginotrax, Gynax n, Inflax, Klispel, Licovit, Livten 500 mg, Loratadina, Loremix d, Loremix, Meloxil, Miconan, Mivalen, Nasterid a, Nasterid, Nortec, Novativ, Xelix, Xirvit


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.