Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Asalit - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo: Ácido 5-aminosalicilico e Mesalazina.

Classe Terapêutica: Anti-hipertensivo.

Indicação: Na forma de supositório, enema e comprimido laqueado, é indicado para o tratamento das fases agudas de retocolite ulcerativa idioPótica e para prevenir ou reduzir as recidivas dessa enfermidade. Na forma de comprimido laqueado, está também indicado no tratamento das fases agudas da Doença de Crohn.

Efeito Colateral:

As mais comuns são:
dor abdominal, cefaleia , flatulência, náuseas, mal-estar. Menos comumente podem ocorrer reações de hiperssensiblidade (exantema, broncoespasmo, febre medicamentosa, síndrome luPóide), vertigens, dores articulares, prurido, astenia, edema perifrico e perda de cabelos. O uso dos suPósitórios e enemas pode determinar dor, prurido ou urgência anorretal e exacerbação de hemorróidas.

Precauções: O produto em Princípio não deve ser empregado em gestantes, exceto quando absolutamente indispensvel. Como regra geral, mulheres que estejam usando o produto não devem amamentar. Não está estabelecida a segurança de uso do produto em crianças. O produto deve ser usado com extrema cautela em pacientes hepato e nafropatas. Esses últimos, durante a utilização do produto, devem fazer, periodicamente, exames de urina e avaliações da creatininemia.

Apresentação: Supositório: Embalagem com 10 supositórios (uso retal adulto). Enema: Embalagem contendo um envelope com 3 g de Pó e um frasco com 100 ml de solução diluente (uso retal adulto). Comprimido laqueado: Embalagem com 20 comprimidos laqueado. (uso oral adulto).

Fórmula:

Cada supositório contém:
Mesalazina 250g: Cada envelope com 3 g de Pó contém: Mesalazina 3 g. Cada comprimido laqueado contém: Mesalazina, 400g

Contra indicação:

Reconhecida hiperssensibilidade aos salicilatos.

Interação Medicamentosa:

são considerados possíveis o aumento do efeito hipoglicemiante das sulfoniluréias e o da ação ulcerogênica dos corticosteróides. Não se pode excluir a possibilidade de Interações com cumarúnicos, metotrexato, probenecida, sulfinpirazona, espironolactona, furosemida e rifampicina.

Modo de Usar:

Supositório (via retal): Tratamento da proctite ulceretiva. Na fase aguda, 2 a 4 supositórios de 250 mg ao dia. Com a remissão da sintomatologia clínica, como dose de manutenção, na dependência da resposta individual, um supositório ao dia, em dias alternados ou mais espaademente.
Enema (via retal): Tratamento dos surtos ativos da retocolite ulcerativa idioPótica, principalmente nos casos em que há comprometimento de reas extensas do célon. Um enema (um envelope de 3 g diludo em 100 ml de solução diluente), diariamente, até que haja remissão total da doença, tanto clinicamente quanto ao exame proctológico, o que em geral ocorre entre 14 e 21 dias.
Comprimido laqueado (via oral): 3 a 6 comprimidos laqueados ao dia, em doses divididas a critério médico. Nos casos mais graves, a posologia pode ser aumentada para 10 comprimidos ao dia. Os comprimidos devem ser ingeridos inteiros, com um pouco de líquido, longe do horrio das refeições. Pacientes idosos: Não existem Advertências ou recomendações especiais sobre o uso do produto por pacientes idosos.

Fabricante:

Merck S.A. Indústrias Químicas

Estrada dos Bandeirantes, 1099
Jacarepaguá – Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel.: +55 (21) 2444-2000
Fax: + 55 (21) 2444-2060

SAC Farmacêutica - 0800 727 7293
contato.merck@merck.com.br
SAC Química - 0800 727 7292
quimica@merck.com.br

Medicamentos do mesmo fabricante:

Aciclovir, Adronat 70 mg, Adronat, Alergomed, Alginac, Arcoxia, Asalit, Asmalergin, Biconcor, Bionorm, Cebion 500 mg, Cebion, Cestox, Cetirizina Mylan, Chibroxin, Cisticid, Clinfar, Co Renitec, Concor, Cronodipin, Cronomet, Dancor, Denapril, Diclin, Droptison, Elas, Emecort, Endrox, Euthyrox, Eutirox, Fem 7, Flaxin, Flogan AI, Flogan, Floratil, Floxacin, Fosamax 5, Fosamax, Glifage 850 mg, Glifage, Glucophage, Gludon, Hyzaar, Iloban, Kiadon 80 mg, Kiadon, Laxtam, Lipril 5, lipril 20, Lisinopril Mylan, Lisinopril, Loratadina, Lortaan 100, Lortaan, Maxalt 2, Maxalt, Mefoxin, Metformed, Mevacor, Midecamin, Mucoflux, Neobar, Nutrizim, Olfen Gel, Omcilon A M, Pan Emecort, Paracetamol, Pinapaz, Piroxicam, Plenax, Propecia, Proscar, Psiquial, Renitec, Roxflan, Septopal, Singulair, Tornassol, Vaqta, Vioxx, Zocor,

Advertências:

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos:

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma:

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.