Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Anandron - Nilutamida - Bula

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Nilutamida

Apresentação : Comprimidos brancos. Embalagens de 90 comprimidos doseados a 50 mg. Embalagens de 30 comprimidos doseados a 100 mg.

Indicação : Cancro da próstata metastisado, em combinação com a castração cirúrgica ou médica, observando-se a eficácia nos doentes não tratados anteriormente.

Fórmula :

Cada comprimido contém: Nilutamida ………… 50 mg Nilutamida …………100 mg Excipientes: amido de milho, lactose, polividona, docusato de sódio, estearato de magnésio, talco.

Fabricante : Sanofi-Aventis Produtos farmacêuticos,S.A.

Empreendimento Lagoas Park Edifício 7, 3Andar 2740-244 Porto Salvo
CLASSIFICAção FARMACOterapêuticA 16.2.2.2 Antiandrognios A nilutamida é um antiandrognio específico não esteroide.

PROPRIEDADES FARMACOdinâmicAS In vitro, fixa-se ao receptor andrognio, impedindo, assim, que os andrognios se liguem a ele. In vivo, graas sua biodisponibilidade e sua cinética, interage de maneira permanente com o receptor sem efeito andrognio tendo como consequncias: inibição dos efeitos dos andrognios de origem surrenaliana inibição dos efeitos potenciais de aumento da testosterona provocada por um anlogo da LHRH, nos primeiros dias de tratamento.

PROPRIEDADES FARMACOCInéticAS após Administração única: a nilutamida rapidamente e totalmente absorvida; o produto circulante É essencialmente do produto inalterado; a semi-vida de eliminação , em média, de 56 horas nos pacientes; o produto eliminado essencialmente por via urinária sob a forma de metabolitos glucoro e/ou sulfoconjugados, a proporção de produto inalterado nas urinas não tem valor a ter em conta;

Após Administração repetida no doente: o estado estável é atingido em 2 semanas sem que se observe em seguida acumulação as concentrações plasmáticas observadas no equilíbrio são proporcionais s doses, independentes da creatininmia e do nmero de tomas por dia com dose diária constante.

CONTRA-IndicaçõesHipersensibilidade nilutamida ou a qualquer outro componente de ANANDRON. Insuficiência hepática grave. Insuficiência respiratéria grave.

EFEITOS indesejáveIS Visuais Perturbações da acomodação é obscuridade e visão das cores (cerca de 25% dos doentes tratados). Estas perturbações que podem diminuir com a continuação do tratamento são pouco graves e sempre reversíveis com a paragem do tratamento. Podem ser melhoradas com o uso de culos escuros. Respiratérios

Sndroma pulmonar intersticial (frequência 1 a 2%) apresentando-se como dispneia com tosse, dor torácica e febre. Isto ocorre mais frequentemente nos primeiros 3 meses de tratamento e exige interrupção do tratamento. hepáticos Aumento transitório das transaminases que podem normalizar-se mesmo continuando o tratamento. Contudo, se houver um aumento de mais de 3 vezes acima do limite do nível normal, deve-se interromper o tratamento (ver também Precauções de utilização). Gastrintestinais Nusea, vômitos. Hematológicos Excepcionalmente, anemia aplástica, não se tendo determinado se devida ao medicamento. endócrinos Impotncia, diminuição da lbido, acessos de calor, ginecomastia, suores e perda de pelos são consequncia do efeito terapêutico esperado. Se notar qualquer efeito indesejável, Deverá comunic-lo ao seu médico ou farmacêutico.

Interações Medicamentosas:
A nilutamida pode reduzir o metabolismo hepático de certas substâncias, tais como: antivitaminas K, fenitona, propranolol, clordiazepoxide, diazepam e teofilina, cuja eliminação pode ser retardada e as taxas sanguíneas aumentadas. A posologia destes medicamentos ou de outros tendo um metabolismo semelhante, pode necessitar de um ajustamento, quando são coadministrados com a nilutamida. Em caso de tratamento conjunto por antivitaminas K, recomendado controlar atentamente a coagulação (taxa de protrombina) e reduzir, em caso excedente, a posologia das antivitaminas K durante o tratamento pela nilutamida.

PRECAUções DE EMPREGO -antes do tratamentoO estado hepático e respiratério do doente deve ser avaliado e a necessidade de assinalar qualquer sintoma sugestivo de lesão hepática ou qualquer sintoma respiratério deve ser sublinhado. -durante o tratamentoEm caso de aparecimento duma dispneia inexplicada ou de agravamento duma dispneia prexistente, fazer uma radiografia pulmonar. A descoberta duma pneumonia intersticial deve interromper o tratamento. a administração de corticosteróides pode ser considerada. Em caso de sinais clínicos fazendo suspeitar de uma hepatite: náuseas, vômitos, dores abdominais, icterícia, verificar as transaminases; se estiverem elevadas, acima de 3 vezes o

limite superior ao normal, tem de se interromper o tratamento. Deve evitar-se a ingestão de bebidas alcolicas se causarem manifestações de intolerância, tal como mal estar e rubor vasomotor. Sndroma de supressão de antiandrognio: Em doentes medicados com um antiandrognio, cuja doença está em progressão, a supressão do antiandrognio pode estar associada com uma resposta de privação. EFEITOS SOBRE A CAPACIDADE DE CONDUção E utilização DE máquinaS Os condutores e utilizadores de máquinas devem ser avisados do risco de distúrbios oculares e intolerância ao álcool quando se toma nilutamida.

MODO DE EMPREGO E POSOLOGIA
O tratamento com a nilutamida deve ser iniciado desde a castração, quer seja médica ou cirúrgica. Tratamento inicial: 300 mg/dia durante 4 semanas Tratamento de manutenção: 150 mg/dia. A dose quotidiana pode ser indiferentemente tomada em 1 ou mais tomas. A passagem ao tratamento de manutenção pode ser mais precoce em caso de aparecimento de efeitos indesejáveis em particular digestivos ou visuais.

SUSPENsão DO TRATAMENTO Na insuficiência respiratéria, todo o agravamento da dispneia deve fazer interromper o tratamento e deve ser feita uma aspiração.

SOBREDOSAGEM A absorção de doses superiores a 300 mg/dia pode provocar efeitos secundários tais como perturbações digestivas, vertigens.

AdvertênciaS Os comprimidos contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento. O utente deve comunicar ao seu médico ou farmacêutico os efeitos indesejáveis detectados e que não constem nesta bula informativo.

COMUNICAção DE EFEITOS secundários Se notar qualquer reação adversa Deverá informar o seu médico assistente ou o farmacêutico.

PRAZO DE VALIDADE O utente deve verificar o prazo de validade inscrito na embalagem ou no recipiente.

PRECAUções ESPECIAIS DE Conservação Manter fora do alcance e da vista das crianças. Não conservar acima de 25 C.

PRECAUções ESPECIAIS PARA A DESTRUIção DO PRODUTO NO UTILIZADO Não existem requisitos especiais.

ANANDRON 50 mg Comprimidos ANANDRON 100 mg Comprimidos (nilutamida)

composição Cada comprimido contém: Nilutamida ………… 50 mg Nilutamida …………100 mg Excipientes: amido de milho, lactose, polividona, docusato de sódio, estearato de magnésio, talco.

Forma farmacêutica e apresentação : Comprimidos brancos. Embalagens de 90 comprimidos doseados a 50 mg. Embalagens de 30 comprimidos doseados a 100 mg.

Indicaçõesterapêuticas Cancro da próstata metastisado, em combinação com a castração cirúrgica ou médica, observando-se a eficácia nos doentes não tratados anteriormente.

Fabricante : Sanofi-Aventis Produtos farmacêuticos,S.A.

Empreendimento Lagoas Park Edifício 7, 3Andar 2740-244 Porto Salvo
CLASSIFICAção FARMACOterapêuticA 16.2.2.2 Antiandrognios A nilutamida é um antiandrognio específico não esteroide.

PROPRIEDADES FARMACOdinâmicAS In vitro, fixa-se ao receptor andrognio, impedindo, assim, que os andrognios se liguem a ele. In vivo, graas sua biodisponibilidade e sua cinética, interage de maneira permanente com o receptor sem efeito andrognio tendo como consequncias: inibição dos efeitos dos andrognios de origem surrenaliana inibição dos efeitos potenciais de aumento da testosterona provocada por um anlogo da LHRH, nos primeiros dias de tratamento.

PROPRIEDADES FARMACOCInéticAS após Administração única: a nilutamida rapidamente e totalmente absorvida; o produto circulante É essencialmente do produto inalterado; a semi-vida de eliminação , em média, de 56 horas nos pacientes; o produto eliminado essencialmente por via urinária sob a forma de metabolitos glucoro e/ou sulfoconjugados, a proporção de produto inalterado nas urinas não tem valor a ter em conta;

Após Administração repetida no doente: o estado estável é atingido em 2 semanas sem que se observe em seguida acumulação as concentrações plasmáticas observadas no equilíbrio são proporcionais s doses, independentes da creatininmia e do nmero de tomas por dia com dose diária constante.

CONTRA-IndicaçõesHipersensibilidade nilutamida ou a qualquer outro componente de ANANDRON. Insuficiência hepática grave. Insuficiência respiratéria grave.

EFEITOS indesejáveIS Visuais Perturbações da acomodação é obscuridade e visão das cores (cerca de 25% dos doentes tratados). Estas perturbações que podem diminuir com a continuação do tratamento são pouco graves e sempre reversíveis com a paragem do tratamento. Podem ser melhoradas com o uso de culos escuros. Respiratérios

Sndroma pulmonar intersticial (frequência 1 a 2%) apresentando-se como dispneia com tosse, dor torácica e febre. Isto ocorre mais frequentemente nos primeiros 3 meses de tratamento e exige interrupção do tratamento. hepáticos Aumento transitório das transaminases que podem normalizar-se mesmo continuando o tratamento. Contudo, se houver um aumento de mais de 3 vezes acima do limite do nível normal, deve-se interromper o tratamento (ver também Precauções de utilização). Gastrintestinais Nusea, vômitos. Hematológicos Excepcionalmente, anemia aplástica, não se tendo determinado se devida ao medicamento. endócrinos Impotncia, diminuição da lbido, acessos de calor, ginecomastia, suores e perda de pelos são consequncia do efeito terapêutico esperado. Se notar qualquer efeito indesejável, Deverá comunic-lo ao seu médico ou farmacêutico.

Interações Medicamentosas:
A nilutamida pode reduzir o metabolismo hepático de certas substâncias, tais como: antivitaminas K, fenitona, propranolol, clordiazepoxide, diazepam e teofilina, cuja eliminação pode ser retardada e as taxas sanguíneas aumentadas. A posologia destes medicamentos ou de outros tendo um metabolismo semelhante, pode necessitar de um ajustamento, quando são coadministrados com a nilutamida. Em caso de tratamento conjunto por antivitaminas K, recomendado controlar atentamente a coagulação (taxa de protrombina) e reduzir, em caso excedente, a posologia das antivitaminas K durante o tratamento pela nilutamida.

PRECAUções DE EMPREGO -antes do tratamentoO estado hepático e respiratério do doente deve ser avaliado e a necessidade de assinalar qualquer sintoma sugestivo de lesão hepática ou qualquer sintoma respiratério deve ser sublinhado. -durante o tratamentoEm caso de aparecimento duma dispneia inexplicada ou de agravamento duma dispneia prexistente, fazer uma radiografia pulmonar. A descoberta duma pneumonia intersticial deve interromper o tratamento. a administração de corticosteróides pode ser considerada. Em caso de sinais clínicos fazendo suspeitar de uma hepatite: náuseas, vômitos, dores abdominais, icterícia, verificar as transaminases; se estiverem elevadas, acima de 3 vezes o

limite superior ao normal, tem de se interromper o tratamento. Deve evitar-se a ingestão de bebidas alcolicas se causarem manifestações de intolerância, tal como mal estar e rubor vasomotor. Sndroma de supressão de antiandrognio: Em doentes medicados com um antiandrognio, cuja doença está em progressão, a supressão do antiandrognio pode estar associada com uma resposta de privação. EFEITOS SOBRE A CAPACIDADE DE CONDUção E utilização DE máquinaS Os condutores e utilizadores de máquinas devem ser avisados do risco de distúrbios oculares e intolerância ao álcool quando se toma nilutamida.

MODO DE EMPREGO E POSOLOGIA
O tratamento com a nilutamida deve ser iniciado desde a castração, quer seja médica ou cirúrgica. Tratamento inicial: 300 mg/dia durante 4 semanas Tratamento de manutenção: 150 mg/dia. A dose quotidiana pode ser indiferentemente tomada em 1 ou mais tomas. A passagem ao tratamento de manutenção pode ser mais precoce em caso de aparecimento de efeitos indesejáveis em particular digestivos ou visuais.

SUSPENsão DO TRATAMENTO Na insuficiência respiratéria, todo o agravamento da dispneia deve fazer interromper o tratamento e deve ser feita uma aspiração.

SOBREDOSAGEM A absorção de doses superiores a 300 mg/dia pode provocar efeitos secundários tais como perturbações digestivas, vertigens.

AdvertênciaS Os comprimidos contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento. O utente deve comunicar ao seu médico ou farmacêutico os efeitos indesejáveis detectados e que não constem nesta bula informativo.

Fabricante :

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda.

Rua Conde Domingos Papaiz, 413 – Suzano – SP

Serviço de Atendimento ao Consumidor:
sac.brasil@sanofi.com

Produtos Sanofi
Fone: 0800 703 00 14
(2ª à 6ª feira, das 9 às 17h)

CNPJ 02.685.377/0008 23
Indústria Brasileira

Medicamentos do mesmo fabricante :

Aas protect, Actiprofen, Actonel, Aderogil, Agreal, Allegra 60 mg, Allegra d, Allegra d, Allegra pediatrico, Allegra, Amaryl, Amitrex, Amplictil gotas, Amplictil, Anandron nilutamida, Anandron, Antigripine, Apidra solostar, Apidra, Aprovel, Aprozide, Arava, Arelix, Asafen, Asilone, Atlansil, Auditol, Avaxim, Benoflex, Besaprin, Beserol, Bgstar, Buclina, Buclivit, Cefamezin, Cefrom, Celsior, Cepacaina, Cepacol fluor, Cepacol menta, Cepacol plus advanced, Cepacol, Cepacolplus advanced, Cewin efervescente, Cewin gotas, Cewin, Ciprofibrato, Citrovit 1 g, Citrovit 2 g, Claforan, Claripex al, Clikstar, Clorana, Colestase, Colirio moura brasil, Coltrax injetavel, Coltrax, Confiare prevent, Conmel, Corastorva, Corediol, Dactil, Danatrol, Daonil, Depakine chrono 300, Depakine chrono 500, Depakine chronosphere, Depakine solucao, Depakine xarope, Depura kids, Depura, Dermacyd breeze, Dermacyd delicata, Dermacyd femina, Dermacyd infantil, Dermacyd neutralize, Dermacyd pocket delicata, Dermacyd teen fresh, Dermacyd teen sweet flower, Dermacyd, Dermatop creme, Dermatop pomada, Dermatop, Dicinone, Dienpax, Dientrin, Digesan, Dimercaprol, Diurana, Dogmatil 50 mg, Dogmatil 200 mg, Dogmatil capsulas, Dogmatil forte, Dogmatil Solução oral, Dogmatil, Dolantina, Dorico, Eloxatin, Enterogermina, Equilid 50 mg, Equilid, Eradacil, Esperson n, Esperson, Euvax, Expolid, Falmonox, Fasturtec, Franol, Fraxiparina, Frisium, Gama venina, Gino loprox, GinoLoprox, Glimepirida andissa, Glimepirida, Glucantime, Haemaccel, Halotano, Hidrastar, Hidroclorotiazida, Hidromed, Hypaque 50, Hypaque m 75, Hypaque m 76, Ibgstar, Id Flu, Immucyst, Inocor, Istivac, Jevtana, Ladogal, Lantus, Lasilactona, Lasix long, Lasix retard, Lasix solucao, Lasix, Ledopsan, Lesterol, Loprox nl, Loprox creme, Loprox, Lovenox, Lyxumia, Maalox, Matergam, Maxilase, Meloxicam winthrop 15, Meloxicam winthrop 75, Metronidazol, Miocacin, Mioflex, Mobility, Mozobil, Mucolisil, Nasacort, Novalfem, Novalgina, Oenobiol, Omeprasec, Omnipaque, Omniscan, Orastina, Oroxadin, Os cal, Pan fungex, Par, Pastilhas cepacol, Pediacel, Pentavac, Pergalen, Pertacel, Plastenan, Plavix, Plavom, Pneumo, Pneumovax 23, Prednisolon, Primacor iv, Primacor, Primeral, Primperan comprimidos, Primperan, Profenid, Protectina, Psicoglut, Puran t4, Puran, Redrate, Renagel, Rifaldin, Rifocina, Rulid 300 mg, Rulid d, Rulid, Sanofi ventis, Sculptra, Semi, Seprafilm, Seprefact depot, Skelid, Socian, Sulpan, Suprefact e, Suprefact, Sureptil, Sylador, Tamcore, Targifor c, Targifor, Targocid, Taxotere, Tetavax, Tetraxim, Thymoglobuline, Ticlid, Toplexil pediatrico, Toplexil, Trental injetavel, Trental, Triatec, Trimovax, Typhim, Ulcedine, Utrim, Valpakine, Varicela, Verorab, Vincagil, Vitawin 2, Vitawin kids, Vitawin, wintomylon, Xatral, Youtube, Zolben, Zolbenl,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.