Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Alphacaine

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Cloridrato de Lidocaína

Apresentação :

- Solução estéril injetável de Cloridrato de lidocaína 2% (20mg/ml) +Epinefina 20 μg /ml acondicionada em tubetes de vidro de 1,8 ml. Cada embalagem contém 50 tubetes.

- Solução estéril injetável de Cloridrato de lidocaína 2% (20mg/ml) +Epinefina 12,5 μg /ml acondicionada em tubetes de vidro de 1,8 ml. Cada embalagem contém 50 tubetes.

- Solução estéril injetável de Cloridrato de lidocaína 2% (20mg/ml) +Epinefina 10 μg /ml acondicionada em tubetes de vidro de 1,8 ml. Cada embalagem contém 50 tubetes.

- Solução estéril injetável de Cloridrato de lidocaína 2% (20mg/ml) +Epinefina 5 μg /ml acondicionada em tubetes de vidro de 1,8 ml. Cada embalagem contém 50 tubetes.

PARA USO EXCLUSIVO POR INFILTRAÇÃO OU POR BLOQUEIO DE NERVO VIA SUBMUCOSA E INTRAGENGIVAL.

Fórmula :

Cada ml da solução injetável de ALPHACAINE 1:50.000 contém:

Cloridrato de Lidocaína - 20,0 mg

Epinefrina base - 20,0μg

Excipientes q.s.p - 1,0 ml

Excipientes: Bissulfito de Sódio, Cloreto de Sódio e Água para Injeção.

Cada ml da solução injetável de ALPHACAINE 1:80.000 contém:

Cloridrato de Lidocaína - 20,0 mg

Epinefrina base - 12,5μg

Excipientes q.s.p. - .1,0 ml

Excipientes: Bissulfito de Sódio, Cloreto de Sódio e Água para Injeção.

Cada ml da solução injetável de ALPHACAINE 1:100.000 contém:

Cloridrato de Lidocaína........................................... 20,0 mg

Epinefrina base........................................................10,0μg

Excipientes q.s.p........................................................1,0 ml

Excipientes: Bissulfito de Sódio, Cloreto de Sódio e Água para Injeção.

Cada ml da solução injetável de ALPHACAINE 1:200.000 contém:

Cloridrato de Lidocaína - 20,0 mg

Epinefrina base - 5,0μg

Excipientes q.s.p. - .1,0 ml

Excipientes: Bissulfito de Sódio, Cloreto de Sódio e Água para Injeção.

Indicação :

Este medicamento é destinado para anestesia local em intervenções odontológicas em geral, extrações múltiplas, próteses imediatas e procedimentos endodônticos além de procedimentos periodontais simples e complexos.

Farmacocinética :

Este medicamento inibe a condução dos impulsos nervosos no local da aplicação causando um efeito de anestesia local. Tanto o início da ação (de 2 a 3 minutos) quanto a duração da anestesia (de 60 minutos a 5 horas) vai depender do local da aplicação.

Contra indicação :

O uso do produto é contra indicado em pacientes com conhecida hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Não usar este medicamento se estiver fazendo uso de medicamentos que provocam alterações na pressão sanguínea, como inibidores da monoaminoxidase (IMAO), antidepressivos tricíclicos e fenotiazinas.

Não usar este medicamento durante ou após a administração de halotano, tricloroetileno, ciclopropano ou clorofórmio. Pacientes com hipertensão arterial, distúrbios coronarianos ou cardiovasculares (principalmente se relacionados a uma sequela de febre reumática aguda) devem evitar o uso deste anestésico.

Precauções e Cuidados :

Informe o cirurgião-dentista caso esteja debilitado ou seja portador de doença grave. Informe o cirurgião- dentista caso tenha distúrbios hepáticos ou renais graves. Informe o cirurgião-dentista caso já tenha tido crises de asma. Informe o cirurgião-dentista caso tenha histórico de sensibilidade ou alergia aos componentes da fórmula.

O bissulfito de sódio presente na formulação pode causar reações alérgicas, leves ou graves, em algumas pessoas, principalmente em indivíduos asmáticos. Existe a possibilidade de perda temporária da sensibilidade e da função muscular, após o uso do medicamento. Os responsáveis por crianças ou pacientes com distúrbios mentais devem observar os mesmos, a fim de evitar possíveis mordidas nos lábios.

Informe o cirurgião-dentista caso sinta algum mal estar após a aplicação de MEPIADRE. O uso deste produto em mulheres grávidas, durante a amamentação ou em pacientes asmáticos só é
recomendado se os benefícios justificarem o possível risco.

Em pacientes com doenças vasculares periféricas há um pequeno risco potencial de vasoconstritores, como a epinefrina, causarem isquemia ou necrose local O uso de anestésico local associado ao consumo de álcool e medicamentos tranquilizantes, interfere diretamente na eficiência do anestésico, podendo aumentar ou diminuir seu tempo de ação, bem como sua potência.

MEPIADRE não deve ser administrada simultaneamente com drogas vasopressoras e drogas oxitócicas do tipo ergot porque pode causar hipertensão severa persistente ou acidentes vasculares cerebrais.

Informe ao cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde.

Modo de Conservar :

Evitar o calor excessivo (temperatura superior a 40°C) e proteger da luz. O prazo de validade desse produto é de 24 meses, contados a partir da data de fabricação.

de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem

Não use medicamento com prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

O aspecto da solução injetável de MEPIADRE é incolor, inodoro e livre de partículas.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Efeitos Colaterais :

As reações adversas são em geral relativas a dosagem, causados por dosagem excessiva, absorção rápida ou injeção na circulação sanguínea não intencional, ou ainda podem resultar de uma hipersensibilidade, tolerância reduzida por parte do paciente. As reações podem ser caracterizadas por fotofobia, nervosismo, apreensão, euforia, confusão, tontura, sonolência, zumbidos, visão borrada, vômitos, sensação de calor, frio ou dormência, tremores, perda da consciência, depressão e parada respiratória, bradicardia, hipotensão e colapso cardiovascular, que pode levar a uma parada cardíaca. A sonolência após a administração de lidocaína usualmente é um primeiro sinal do alto nível da droga no sangue e pode ser consequência da rápida absorção. Embora possíveis, as reações alérgicas documentadas e reprodutíveis são extremamente raras.

As manifestações alérgicas brandas podem incluir lesões cutâneas, urticária e edema. Reações severas são extremamente raras. Informe ao cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento.

Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Superdosagem :

Os primeiros sinais e sintomas da intoxicação por lidocaína podem incluir sonolência, que pode levar à perda da consciência e parada respiratória.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.
MS No: 101770016 Farmacêutico responsável Evaldo Rodrigues de Oliveira CRF - RJ No 2897 DFL Indústria e

DFL Comércio S.A. Estrada do Guerenguê, 2059 Rio de Janeiro – RJ - Brasil CEP: 22713-002 CNPJ: 33112665/0001-46 Indústria Brasileira SAC: 0800 602 68 80 Fax: 55-21-3342-4009 - sac@dfl.com.br

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA PRODUTO DE USO EXCLUSIVAMENTE PROFISSIONAL


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.