Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Alcagest

Bula do medicamento fitoterápico, composto a base de alcachofra, indiciado para problemas do fígado, estimulante da bile.

Princípio ativo : Extrato seco de folhas de Cynara scolymus – Asteraceae – Alcachofra

Classe Terapêutica: Medicamento Fitoterápico.

Apresentação : Cápsula gelatinosa dura. Concentração: 350 mg de extrato seco de folhas de Cynara scolymus por cápsula gelatinosa dura (equivalente a no mínimo 1,75 mg de Cinarina).

Cartuchos contendo blister de alumínio plástico incolor com 45, 60 e 100 cápsulas gelatinosas duras.

Indicação :

Este medicamento é indicado como colagogo (estimulante do fluxo da bile do ducto biliar para o duodeno) e colerético (estimulante da produção de bile pelo fígado).

Farmacocinética :

A ação da alcachofra consiste na diminuição dos sintomas dos males do fígado. Este medicamento possui ação colagoga, ou seja, estimula a secreção da bile pela vesícula biliar para o duodeno, e colerética, estimulando a produção de bile pelo fígado.

Contra indicação :

A alcachofra não deve ser utilizada em casos de fermentação intestinal, obstrução dos ductos da bile e alergia a Alcachofra ou outras plantas da família Asteraceae.
Este medicamento é contraindicado para mulheres em período de lactação, pois princípios amargos podem passar para o leite materno. Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Advertências e Precauções:

Em caso de hipersensibilidade (alergia) ao produto, descontinuar o uso e informar ao médico. Em caso de cálculos biliares (pedra na vesícula biliar), use somente após consultar o médico. A ocorrência de dermatite de contato (inflamação superficial da pele) alérgica foi relatada para Cynara scolymus, sendo atribuída à presença de lactonas sesquiterpênicas, como a cinaropicrina. Assim sendo, pacientes com histórias de sensibilidade a outras plantas da família Asteraceae podem desenvolver reação alérgica ao medicamento. A sensibilidade de pacientes idosos pode ser alterada com a idade. Sendo assim, recomenda-se o uso por pacientes, nesta faixa etária, apenas sob prescrição médica. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interações Medicamentosas:

O uso concomitantemente deste medicamento com diuréticos (hidroclorotiazida, espironolactona, furosemina) em pacientes com hipertensão (pressão alta) ou com cardiopatias (qualquer doença que atinja o coração) deve ser realizado sob restrita supervisão médica, devido à possibilidade de ocorrer aumento da ação de drogas cardiotônicas (medicamentos que aumentam a força do coração). Pode reduzir a eficácia de medicamentos que interferem na coagulação do sangue, como Ácido acetilsalicílico e anticoagulantes cumarínicos (ex. varfarina). Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Modo de Usar :

USO ORAL Ingerir 2 cápsulas, 3 vezes ao dia (equivalente a 10,5 mg de Cinarina ao dia). Utilizar apenas a via oral. O uso deste medicamento por outra via, que não a recomendada, pode causar a perda do efeito esperado ou mesmo provocar danos à saúde. Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista. Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.

Caso esqueça de tomar :

Caso haja esquecimento da ingestão de uma ou mais doses deste medicamento, a posologia indicada deverá ser retomada, não havendo necessidade de repor as doses esquecidas. Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião- dentista.

Efeitos Colaterais :

Em pessoas sensíveis pode apresentar um leve efeito laxativo, acompanhado de câimbras abdominais, dor no abdômen superior, náusea e azia. A Ocorrência de dermatite de contato (inflamação superficial da pele) alérgica também foi relatada. Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

Superdosagem :

Pode ocorrer aumento da diurese (excreção de urina) e diarreia, embora não haja informações precisas em literatura em casos de ingestão de altas doses. Recomenda-se tratamento dos sintomas pelas medidas habituais de apoio e controle das funções vitais.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.

MS: 1.4493.0033 Farm. Responsável: Luiz Henrique Pepe Antunes – CRF/SC 8481

Fabricante:

MDCPharma Produtos Farmacêuticos LTDA. Rodovia SC 440, km 01, no 500 – Bairro Ilhota/Distrito Industrial Pedras Grandes/Santa Catarina – CEP 88.720-000 CNPJ 01.858.973/0001-29

INDÚSTRIA BRASILEIRA SAC: (48) 3659-0682 sac@mdcpharma.com.br

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Fórmula:

Cada cápsula gelatinosa dura contém:

Extrato seco de Cynara scolymus (folhas) .......... 350 mg *

*: Equivalente a no mínimo 1,75 mg de Cinarina.

DICA DE OURO : A Alcachofra, tem propriedades medicinais protetoras do fígado, por isso também pode ser usada para emagrecer devido ao sua capacidade depurativa do sangue. também possui Indicações clínicas que incluem a redução do colesterol e a regulação da glicemia, devido à substância, cinaropicrina, que é encontrada nas suas folhas que promove o aumento da secreção biliar e gástricas.

MEDICAMENTOS COM O MESMO PRINCÍPIO ATIVO :

Alcachofra - Cynara scolymus, Extrato Seco de Alcachofra.


Modo de Conservar :

Conservar em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30 °C).Proteger da luz e umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para consumo, respeitando o prazo de validade de 24 meses, indicado na embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.

Guarde-o em sua embalagem original.

ALCAGEST é apresentado em cápsula branca, contendo pó fino, de cor pardo e odor característico.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.