Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Adalgur N

Bula do medicamento analgésico e antipirético, composto à base de paracetamol, indicado nos casos de dor.

Princípio ativo: Paracetamol

Classe terapêutica: analgésico.

Apresentação:

Caixas com 20 e 50 comprimidos.

Paracetamol (DCI) ………………………………. 500 mg
Tiocolquicosido …………………………………… 2 mg
Excipientes………..q.b.p. ……………………….. 1 comprimido

Associação de um Analgésico e antipirético, com um relaxante muscular.

Desta forma, consegue-se eliminar a dor e a contratura em numerosos processos clínicos, quando estes factores se sobrepõem.

Indicações:

Tratamento sintomático das dores ligeiras a moderadas de origem músculo esquelética

Tratamento complementar de contraturas musculares em reumatologia

Contra indicação:

Hipersensibilidade às substâncias ativas ou a qualquer dos excipientes.

É contra indicado em casos de doença hepática grave.

Não administrar em caso de paralisia flácida ou hipotonia muscular.

É contra indicado em crianças menores de 10 anos.

O paracetamol é contra indicado em indivíduos portadores de manifesta perturbação renal, salvo indicação clínica.

Efeitos secundários:

Os efeitos adversos são, geralmente, pouco frequentes, mas podem ser importantes em alguns casos, particularmente relacionados com o paracetamol.

Hepatotoxicidade com doses altas ou tratamentos prolongados.

Raramente, podem aparecer erupções cutâneas e alterações sanguíneas (trombocitopenia, pancitopónia, neutropónia, agranulocitose e anemia hemolítica). também foi descrito o aparecimento de pancreatite, febre, hipoglicêmia e icterícia.

Excepcionalmente, gastralgias e diarreias.

Interações Medicamentosas:

O Adalgur N pode aumentar a toxicidade do cloranfenicol.

O Adalgur N pode potenciar o efeito dos anticoagulantes.

No entanto, em caso de tratamento com anticoagulantes orais, pode tomar Adalgur N, ocasionalmente, como analgésico de eleição.

Não se recomenda a administração simultânea de Adalgur N com aspirina, salicilatos ou anti-inflamatórios não esteroides.

O emprego simultâneo de diflunisal com Adalgur N aumenta o risco de hepatotoxicidade.

A resposta analgésica esperada deste medicamento altera-se pela administração de barbitúricos. O efeito do Adalgur N inibido pela administração de colestipol, colestiramina e estrogênios.

A isoniazida reforça a capacidade hepatotóxica do Adalgur N.

Os seguintes valores laboratoriais podem estar aumentados: transaminases plasmáticas, fosfatase alcalina, amoníaco, creatinina, lactato desidrogenase e ureia.

O Adalgur N pode causar interferências na determinação da glucose e do ácido rico no sangue e da metadrenalina e do ácido rico na urina..

Precauções Especiais de utilização:

Não exceder a dose máxima recomendada por dia.

Aconselhase a consulta ao médico em tratamentos de mais de 3 dias.

Deve evitar-se o tratamento concomitante com fármacos que tenham ação potencialmente hepatotóxica.

Não associar ao consumo de bebidas alcoólicas.

Efeitos em grávidas, Lactentes, Crianças, Idosos e Doentes com Patologias Especiais Gravidez

Há relatos de efeitos mal formativos do tiocolchicosídeo em estudos em animais.

Não há estudos adequados em mulheres grávidas.

Assim, não se recomenda a utilização deste medicamento durante a gravidez e, mais concretamente, durante os primeiros três meses da mesma, porque não foi estabelecida a sua segurança para o embrião ou feto.

O consumo deste medicamento durante a gravidez deve ser vigiado pelo médico, que deve avaliar a relação benefício risco da sua prescrição.

Aleitamento:

Existe passagem para o leite pelo que é Adalgur N desaconselhado na mulher a amamentar.

Idosos:

Não necessária qualquer precaução especial de utilização em idosos.

Doentes com outras patologias:

Em pacientes com insuficiência hepática e/ou renal, anemia, afecções cardíacas ou pulmonares, evitar tratamentos prolongados.

Em caso de administração prolongada, estes doentes devem ser monitorizados clinicamente.

Efeitos na capacidade de dirigir ou operar máquinas:

Não foram registadas alterações.

Posologia:

Adultos:

1 a 2 comprimidos, 3 ou 4 vezes por dia.

Não exceder a toma de 8 comprimidos/24 horas.

O uso do medicamento não é recomendado em crianças.

A administração de Adalgur N é indicada nos sintomas dolorosos, estados febris e de contratura. medida que estes sintomas desaparecerem, deve suspende-se a medicação .

Modo de Utilizar:

Via oral.

Superdosagem:

A sintomatologia por sobredose inclui náuseas, vômitos, anorexia, dor abdominal, diarreia.

Se ingeriu uma sobredose (mais de 6 g de paracetamol numa toma, equivalente a 12 comprimidos em adultos ou mais de 100 mg/kg em crianças), deve dirigir-se ao hospital ainda que não haja sintomas, já que estes, geralmente muito graves, começam a manifestar-se ao terceiro dia após a ingestão da sobredose.

O tratamento inclui:

Lavagem gástrica ou indução do vômito e administração oral de carvão ativado

Hemodialise

É administração de acetilcisteína em doses adequadas.

O urgente deve comunicar ao seu médico ou farmacêutico os efeitos indesejáveis detectados e que não constem nesta bula informativo.

O utente deve verificar o prazo de validade inscrito na embalagem ou no recipiente.

Fabricante:

Angelini farmacêutica Ltda.

Morada Angelini Farmacêutica Lda. – Rua João Chagas, 53 - Piso 3
1499-040 Cruz Quebrada - Dafundo – Portugal
T +351 214 148 300 | F +351 214 142 981

Informações Gerais:

Para receber informações gerais sobre a Angelini Farmacêutica contactar a empresa através do e-mail: angelini.farmaceutica@angelini.pt

Farmacovigilância:

Reações adversas associadas a qualquer produto da Angelini Farmacêutica deverão ser notificadas à

Unidade de Farmacovigilância através do email farmacovigilancia@angelini.pt ou através do Número Verde 800 208 674.

Advertências:

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A automedicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos:

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma:

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.