Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial. Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativo Procure o medicamento pela classe terapêutica Mande-nos um e-mail

Ad-Til

Bula do Suplemento Vitamínico indicado em casos de casos de raquitismo e seus sintomas (espasmofilia), osteomalácia e para o aumento da resistência às infecções.

Princípio ativo : 2.500 U.I. de vitamina A e 500 U.I. de vitamina D.

Classe Terapêutica: Vitaminas

Apresentação : Frasco gotejador contendo 10 ml.

Indicação : Hipovitaminoses A e D.

No crescimento das crianças, em casos de raquitismo e seus sintomas (espasmofilia), osteomalácia e para o aumento da resistência às infecções.

Contra indicação :

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula;
Hipersensibilidade conhecida ao colecalciferol, ergocalciferol ou metabólitos da vitamina D (por exemplo: calcitriol, calcifediol, alfacalcidol, calciprotriol);
Hipersensibilidade conhecida à vitamina A;
Hipercalcemia;
Hipervitaminose A ou D;
Portadores de osteodistrofia renal com hiperfosfatemia;
As preparações orais de vitamina A e D não estão indicadas para tratar a deficiência destas vitaminas em pessoas cuja síndrome de má absorção é a etiologia da deficiência.

Modo de Usar :

Cada duas gotas da solução contém 2.500 U.I. de vitamina A e 500 U.I. de vitamina D.

Para a prevenção das deficiências de vitaminas A e D:
Recém-nascidos, lactentes e crianças até os 12 anos de idade: 2 gotas ao dia.

Adolescentes e adultos: 2 gotas ao dia.

Para o tratamento das deficiências de vitaminas A e D:
Tratamento do raquitismo / osteomalácia secundária à deficiência dietética (carencial):
Crianças: 2 gotas ao dia.

Adultos: 2 a 4 gotas ao dia, até a cura clínica. Após, 2 gotas ao dia como manutenção.

Tratamento do raquitismo / osteomalácia secundária ao uso de anticonvulsivante:
Crianças: 2 gotas ao dia.

Adultos: 2 a 4 gotas ao dia.

Não administre medicamentos diretamente na boca das crianças, utilize uma colher para pingar as gotinhas.

Gestantes e lactantes com ingestão inadequada de alimentos ricos em vitaminas A e D:
2 a 4 gotas diárias a fim de se manter o aporte diário recomendado d e vitaminas.

O uso de AD-TIL não deve exceder 4 gotas ao dia (5.000 U.I. de vitamina A) durante a gestação.

Efeitos Colaterais:

As reações adversas descritas em decorrência do uso da vitamina A são:
Efeitos sobre o Sistema Hematopoético: a hipervitaminose A levou à hipoprotrombinemia com defeito da coagulação.

Efeitos sobre o Sistema Nervoso Central: a exposição a longo prazo à vitamina A pode ocasionar cefaleia, insônia e sonolência.

Efeitos psiquiátricos: a exposição prolongada a altas doses de vitamina A pode causar depressão grave e psicose.

Efeitos gastrintestinais: hepatotoxicidade com o uso crônico de doses menores que 100.000 U.I. ao dia de vitamina A é incomum, entretanto, este risco pode aumentar na vigência de doença renal ou hepática, desnutrição proteica, hiperlipoproteinemia, consumo de álcool ou deficiência de vitamina C.

Efeito sobre a visão: a diplopia pode ser um sinal precoce de hipervitaminose A.

Efeitos sobre a musculatura e ossos: a osteoporose e o risco aumentado de fratura de quadril assim como a osteosclerose foram associadas ao uso excessivo de vitamina A.

As reações adversas descritas em decorrência do uso da vitamina D são:
Alterações endócrinas e metabólicas: a toxicidade pela vitamina D, incluindo a nefrocalcinose/insuficiência renal, hipertensão e psicose, podem ocorrer com o uso prolongado de colecalciferol; doses relativamente baixas podem produzir toxicidade em crianças pequenas hipersensíveis. A hipervitaminose D é reversível com a descontinuação do tratamento ao menos que ocorra dano renal grave.

Anormalidades das gorduras do sangue: efeitos dislipidêmicos do colecalciferol, caracterizados pela redução do HDL-colesterol e aumento do LDL-colesterol, tem sido observados quando as vitaminas são administradas isoladas em mulheres pós menopausa.

Superdosagem :

O uso de doses acima das preconizadas pode determinar quadro de hipervitaminoses A e D, cujo tratamento consiste basicamente na suspensão imediata da medicação e outras medidas de suporte cabíveis.

Fórmula :

Cada ml (40 gotas) da solução contém:
Acetato de retinol (vitamina A).................... 50.000 U.I.

Colecalciferol (vitamina D).................... 10.000 U.I.

Veículo não alcoólico q.s.p. .................... 1 ml
Veículo: metilparabeno, propilparabeno, butilhidroxianisol e óleo de milho.

Pacientes Idosos

Não existem restrições ou cuidados especiais quanto ao uso do produto por pacientes idosos, uma vez que não têm sido relatados problemas com a ingestão das quantidades normais das vitaminas a e d recomendadas para os idosos. entretanto, devido ao retardo do clearance do éster retinil, o uso prolongado de vitamina a por idosos pode aumentar o risco de sobrecarga da vitamina a, estudos têm revelado que idosos podem ter níveis mais baixos de vitamina d do que os adultos jovens, especialmente aqueles com pouca exposição solar.

Características

AD-TIL é uma solução lipossolúvel de vitaminas A e D.

AD-TIL contém a vitamina A, indispensável ao perfeito desenvolvimento dos processos metabólicos; atua no organismo, aumentando a resistência às infecções e concorrendo para a integridade dos epitélios. É fator importante no crescimento e desenvolvimento de crianças e lactentes.

Específico na prevenção de xeroftalmia e ceratomalácia, o que leva à cegueira. Entra na composição da rodopsina, indispensável à adaptação da visão na obscuridade.

A vitamina D, outro componente de AD-TIL , é por excelência anti-raquítica e fixadora do cálcio e fósforo. É, portanto, uma vitamina indispensável em qualquer época da vida humana. Influi no crescimento, desenvolvimento e na dentição.

Fabricante :

Produtos farmacêuticos Altana Pharma, Ltda.
Quinta da Fonte Edifício Gil Eanes Porto Salvo
2770-192 Palo D’ Arcos
Nycomed Denmark
Langebjerg 1 4000 Roskilde
Dinamarca.

Medicamentos do mesmo fabricante :

Acabel, Ad til, Agiolax, Albocresil, Dicetel, Dm Creme, Dramin_b6, Dramin, Faktu, Riopan, Venalot.


Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.