Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial.Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativoProcure o medicamento pela classe terapêuticaMande-nos um e-mail

Aciclovir Actavis 200 mg / 400 mg

Esta bula é um registro histórico do medicamento descrito abaixo, meramente informativo e destinado ao público em geral.

Princípio ativo : Aciclovir

Classe terapêutica: Antiviral.

Apresentação : Comprimidos

Indicação :

Tratamento de infecções a varus Herpes simplex, da pele e mucosas, incluindo Herpes genital inicial e recorrente.
Supressão (prevenção de recorrências) de infecções a Herpes simplex recorrentes em doentes imunocompetentes.
Profilaxia das infecções a Herpes simplex em doentes imunocomprometidos que não possam ser controlados por terapia intermitente.
Tratamento de infecções a Herpes zoster (Zona e Varicela).

Contra-Indicações e Efeitos secundários :

O Aciclovir Actavis está contra-indicado em doentes que apresentem hipersensibilidade ao fármaco e a Valaciclovir.
estáo descritos os seguintes efeitos secundários:

Sistema nervoso central:

Comuns (> 1%, < 10 %) : Cefaleias, fadiga
Pouco comuns(>0.1%, <1%): reações neurológicas reversíveis, tais como tonturas, confusão, alucinações e sonolência, especialmente em doentes com insuficiência renal e outros factores predisponentes. Convulsões.

Tracto gastrointestinal:

Comuns (> 1%, < 10 %):náuseas, vômitos, diarrei a e dor abdominal.

Pele:

Comuns (> 1%, < 10 %): erupçõescutâneas.

Muito raros (incluindo casos isolados): durante a administração de Aciclovir foram relatados casos de alopécia difusa, não tendo ficado porêm estabelecida uma relação de causalidade entre a queda de cabelo e o tratamento com Aciclovir. urticária, angioedema, fotossensibilidade.

Outros:

Pouco comuns (>0.1%, <1%): Ligeiras alterações dos parâmetros laboratoriais como por exemplo, bilirrubina, transaminases, ureia plasmática, creatinina e parâmetros hematológicos. Anafilaxia, dispneia.
Interações Medicamentosas: e Outras
O Probenecid aumenta a semi-vida média do Aciclovir e a area inferior a curva de concentração do plasma.

Outras substâncias que afectam a fisiologia renal podem influenciar potencialmente a farmacocinética do Aciclovir. No entanto, a experiência clinica não identificou outras Interações Medicamentosas: com Aciclovit

Precauções Especiais de utilização

Todos os doentes devem ter cuidado de modo a evitarem a transmissão potencial do varus, especialmente na presença de lesões ativas.

Efeitos em grávidas, Lactentes, Crianças, Idosos e Doentes com Patologias Especiais

Os dados disponíveis sobre o uso do Aciclovir na gravidez são limitados. Os potenciais benefícios do tratamento devem ser considerados contra a possibilidade de riscos desconhecidos.
após administração oral de 200 mg de Aciclovir, 5 vezes ao dia, ele foi detectado no leite materno com concentração de 0,6 a 4,1 vezes os níveis plasmáticos correspondentes.

Como tal, a necessário precaução na administração de Aciclovir a mães a amamentar

Os comprimidos não devem ser administrados a crianças com menos de 12 anos e/ou peso inferior a 30 Kg. Nestes casos devem ser utilizadas outras formas farmacêuticas alternativas existentes.

Efeitos sobre a Capacidade de Condução e utilização de máquinas

Não foram efectuados estudos para avaliar o efeito sobre a capacidade de conduzir ou manobrar máquinas, em doentes tratados com este produto.

Lista dos Excipientes

Amido de milho, Celulose microcristalina, Polivinilpirrolidona, Primogel, Aerosil 200, Estearato de magnésio

Posologia

Herpes Simplex

Adultos:

Tratamento de infecções da pele e mucosas

200 mg de 4 em 4 horas, 5 vezes por dia, omitindo a administração nocturna. O tratamento Deverá ter a duração de 7 a 10 dias, conforme a gravidade da situação.
Em doentes imunodeprimidos, por exemplo após transplante, ou em doentes com deficiente absorção pelo aparelho digestivo, a dose poderá duplicar (400 mg). a administração do medicamento Deverá ser o mais precoce possível após o aparecimento da doença.

Supressão das recorrências do Herpes Simplex em doentes imunocompetentes:

Tratamento Intermitente:

200 mg de 4 em 4 horas, 5 vezes por dia, durante 7 a 10 dias. O tratamento Deverá ser iniciado aos primeiros sinais ou sintomas (prodromos) de recorrência.

Tratamento crônico:

200mg, 4 vezes ao dia, de 6 em 6 horas. Por comodidade posológica, poderá optar-se por 400 mg, 2 vezes ao dia, cada 12 horas, ou por 800 mg/ dia.

Em terapêuticas preventivas de longa duração a frequência e gravidade da infecção deve ser reavaliada para se averiguar da necessidade de continuação do tratamento.

Profilaxia das infecções a Herpes Simplex em doentes imunodeprimidos 200 mg, 4 vezes ao dia, de 6 em 6 horas. Doentes com imunodepressão muito marcada, ou deficianci a de absorção, podem receber doses superiores (400 mg). A duração do tratamento a determinada pela relação benefício/risco.

Herpes Zoster:
Zona: 800 mg de 4 em 4 horas por via oral, 5 vezes por dia, durante 7 a 10 dias.
Varicela:
Adultos e Crianças com mais de 40 Kg: 800 mg 4 vezes ao dia, durante 5 dias.
Quando o tratamento é indicado, Deverá ser iniciado aos primeiros sintomas ou sinais de varicela.
A dose recomendada no tratamento da Varicela não deve exceder os 800 mg por toma.
Não há informação acerca da eficácia do tratamento iniciado mais do que 24 horas após aparecimento dos sinais e sintomas.
Doentes com Insuficiência renal aguda ou crônica:

Hemodialise:

Para doentes que necessitam de hemodialise, a semi-vida plasmática de Aciclovir durante a hemodialise é aproximadamente 5 horas. Isto resulta numa diminuição de 60% das concentrações plasmáticas, após 6 horas do perãodo de dialise. Deste modo, o esquema de dosagem deve ser ajustado, de modo a que uma dose adicional seja administrada após cada dialise.

Dialise Peritoneal:

A dosagem, nos doentes em dialise peritoneal, a idêntica aos doentes com clearance da creatinina inferior a 10 ml/min/1.73 m2.

Não parecem ser necessárias doses suplementares após ajuste das dosagens e respectivos intervalos.

Indicação do Momento mais Favoravel é Administração do Medicamento

Segundo prescrição médica

Duração do Tratamento Madio, quando deva ser Limitado

A duração do tratamento, depende da situação clinica e da sua evolução.

Indicação de como suspender o tratamento, se a sua suspensão causar efeitos de privação

Se for omitida a administração de uma ou mais doses, o tratamento deve continuar.

Não a necessária qualquer precaução especial, para a suspensão do tratamento.

Medidas a adoptar em caso de sobredosagem e/ou intoxicação sintomas de urgência e antídotos

O Aciclovir é apenas parcialmente absorvido pelo aparelho gastrintestinal. Assim, não são previstos efeitos graves após ingestão de doses até 5 g de Aciclovir, em dose única.

Não há dados para doses superiores a 5g.

Dever-se-a manter os doentes em observação, em caso de sobredosagem.

A administração de doses por via IV até 80 mg/Kg foram dadas inadvertidamente e não se registaram efeitos adversos.

O Aciclovir a dialisavel por hemodialise.

Aconselhamento ao Utente

Se verificar algum efeito secundário, que não se encontre descrito nesta bula, Deverá comunica-lo ao seu médico ou ao farmacêutico.

Verifique se o produto se encontra dentro do prazo de validade inscrito na embalagem.

Mantenha sempre os medicamentos fora do alcance das crianças

Precauções Particulares de Conservação e Indicação de Sinais visíveis de Deterioração, se Existirem

Conservar em local seco e fresco.

Não guardar acima de 25ºC.

Fórmula :

Aciclovir ………. 200 ou 400 mg

Fabricante :

Actavis Group PTC ehf.
Reykjavakurvegi, 76-78
IS-220 Hafnarfjárour
Iceland


MEDICAMENTOS COM O MESMO PRINCÍPIO ATIVO :

Aciclovir Actavis, Ácido Alendronico, Epirrubicina Actavis, Finasterida Actavis, Fludarabina Actavis, Glimepirida Actavis 1, Glimepirida Actavis 2, Glimepirida Actavis 3, Glimepirida Actavis 4,

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Jesus a Chave Hermenêutica, Curso exclussivo com o Pastor Caio Fábio