Site Bulário Brasil
Procure o medicamento pelo nome comercial.Vários tipos de calculadoras médicas Procure o medicamento pelo princípio ativoProcure o medicamento pela classe terapêuticaMande-nos um e-mail

Bula Assedatil

Bula do medicamento analgésico, composto a base de ácido Acetilsalicilico indicado para o alívio sintomático da dor e da febre.

Princípio ativo : Ácido Acetilsalicilico

Classe terapêutica : Analgésicos

Apresentação : Comprimidos

Indicação : Indicado para o alívio sintomático da dor e da febre

Efeito Colateral :

Podem ocorrer, ocasionalmente, distúrbios gastrintestinais como náusa, vômitos e leve perda de sangue gastrintestinal que, em casos excepcionais, podem causar anemia.

Úlcera gastrintestinal pode ocorrer ocasionalmente e, em alguns casos, com hemorragia e perfuração cutânea e diarreia.

Casos raros de reação de hipersensibilidade como dispnéia e erupções cutâneas podem ocorrer.

Casos isolados de alteração da função hepática (aumento de transaminases) e renal, hipoglicemia e reações graves de pele foram descritos.
Tontura , zumbido e hipoacusia (diminuição do sentido da audição) podem ocorrer como sintomas de superdose, principalmente em crianças e idosos.

Contra Indicação :

Conhecida hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico, a outros salicilatos ou a qualquer componente da fórmula.

Na presença da diátese hemorrágica, de úlcera gastroduodenal, nos três últimos meses de gravidez.

Interações Medicamentosas:

Os efeitos dos seguintes medicamentos são intensificados: anticoagulantes; corticosteróides (risco de hemorragia gastrintestinal); antiinflamatórios não-esteroides; álcool; sulfoniluréias; metotrexato; digoxina, barbitúricos e lítio (concentração plasmática); sulfonamidas e suas associações; ácido valpróico.

Os efeitos dos seguintes medicamentos são reduzidos: antagonistas da aldosterona (ex.: espironolactona) e diuréticos; anti-hipertensivos; uricoséricos.

Modo de Usar :

Crianças: 6 meses a 1 ano: a 1 comprimido (100mg)
1 a 3 anos : 1 comprimido (100mg)
4 a 6 anos : 2 comprimidos (200mg);
7 a 9 anos: 3 comprimidos (300mg);
Acima de 9 anos: 4 comprimidos (400mg).
Até 3 vezes ao dia, de acordo com a idade e o peso.

Adultos: 1 a 2 comprimidos até de 4/4 horas não excedendo a 8 comprimidos por dia.

A partir de 12 anos: 1 comprimido; se necessário, até 3 vezes por dia a cada 4 a 8 horas. Tomar preferencialmente após as refeições.

Superdosagem

Em caso de superdose acidental, procure imediatamente um médico ou um centro de intoxicações, mesmo na ausência de sinais ou sintomas.

Enquanto a intoxicação aguda provoca alterações graves de equilíbrio ácido-básico, a intoxicação crônica causa alterações predominantemente do sistema nervoso central (salicilismo).
Além do distúrbio do equilíbrio ácido-básico e eletrolítico (perda de potássio), hipoglicemia, erupções da pele e hemorragia gastrintestinal, os sintomas podem incluir hiperventilação, zumbido, náuseas, vômitos, distúrbios visuais e auditivos, cefaleia, tontura e confusão.

Na intoxicação grave, podem ocorrer delírio, tremor, dispnéia, sudorese, hipertemia e coma. O tratamento da intoxicação com Ácido acetilsalicílico depende da extensão, do estágio e dos sintomas clínicos do quadro. Recomendam-se medidas usuais para reduzir a absorção do Princípio ativo, acelerar a excreção e monitorar o balanão hídrico e eletrolítico, normalizar a temperatura e a atividade respiratéria.

Esvaziamento do estômago, lavagem gástrica com bicarbonato de sódio a 5%. Em casos graves, aumentar a diurese por infusão I.V de bicarbonato, Ringer-lactato ou dextrose.

Fabricante :

Vitapan Indústria farmacêutica Ltda.

Endereço: Rua VPR 01, Quadra 02-A, Modulo 01, Daia
Anápolis - GO, 75132-020
Telefone: (62) 3902-6100
CNPJ: 30.222.814/0001-31
Industria Brasileira.

TALVÉZ ISSO POSSA LHÊ INTERESSAR :

Diabetes Mellitus: Uso de Ácido acetilsalicílico - Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia

Antiplaquetários: Ainda Ácido acetilsalicílico ? - Lenita Wannmacher.
Não misture Ácido acetilsalicílico com insulina, álcool ou chá de camomila., Acido acetilsalicílico (aspirina) na melhora da coagulação.


Medicamentos do mesmo fabricante :

Aceclofenaco, Alendrin, Algy Flanderil, Amlodil, Ancloric, Assedatil, Atenoclor, Baczin, Beritin BC, Binafin, Bronquil, Butacid, Cecoflan, Celoxin, Cifloxan, Cinazin, Clarivit, Clordilon, Cloridrato de Amilorida Hidroclorotiazida, Clotigen, Dermitrat, Dermonil, Descoflan, Dexamex, Dibetam, Digoxan, Dimedril, Dimenidrin, Diureclor, Doralex, Dorfenol, Doxilina, Dnergrip-C, Feldran, Ferrison, Flamalgen, Flamatrat, Fluconid, Fungitrin, Gellat, Ginecol, Glicomet, Hemodase, Ivermectina, Katrizan, Lisinoprid, Lorasc, Lorasliv, Losacoron, Mebendathil, Meloflan, Micotrin, Miocardil, Mucovit, Nimelid, Nimelit, Nistagen, Panvermin, Peptovit, Permitrat, Predcort, Pressomet, Pulmotrat, Quadrineo, Renapril, Resfriol, Reumotec, Ritroxim, Secdazol, Sivastin, Soripan, Suavebaby, Sulfato de Salbutamol, Tenolon, Ulcevit, Vertizan, Vitaglos, Vital Colírio, Vitromicin.

MEDICAMENTOS COM O MESMO PRINCÍPIO ATIVO :

Ácido Acetilsalicílico Ratiopharm., PREVENCOR, Bisolgrip T, Coristina D, Bufferin Cardio, ASPIRINA BUFFERED, ASPIRINA EFERVESCENTE, ASPIRINA PREVENT, ASPIRINA C, Coristina D

Advertências :

Leia atentamente a bula antes de tomar qualquer medicamento.

Caso tenha alguma dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.

Este medicamento foi receitado para você e não deve ser dado a outras pessoas; o medicamento pode prejudicial, mesmo a pessoas que apresentem os mesmos sintomas.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar qualquer efeito secundário não mencionados nesta bula, informe o seu médico ou farmacêutico.

Esta bula pode ser utilizada apenas como uma referência secundária e informativa, pois trata-se de um registro histórico deste medicamento, portanto apenas a bula que acompanha o medicamento está atualizada de acordo com a versão comercializada. Sendo assim este texto não pode substituir a leitura da bula original.

O ministério da saúde adverte:

A auto-medicação pode fazer mal à sua saúde, lembre-se, a informação é o melhor remédio

Como descartar os medicamentos :

Todo medicamento, por conter diversas substâncias químicas, podem representar perigo ao meio ambiente e as pessoas, caso descartados incorretamente.

Nunca despeje líquidos no ralo ou em vasos sanitários, pois podem contaminar águas, mesmo no caso de cidades que contem com usinas de tratamento.

Os medicamentos são produtos que de maneira nenhuma devem ser consumidos fora do prazo de validade.

Informe-se sobre os locais que fazem a coleta adequada dos medicamentos vencidos. O sistema é parecido com o descarte de eletrônicos. Os laboratórios e postos de saúde são responsáveis pelo descarte apropriado para os remédios e algumas farmácias também recolhem os produtos.

Ampolas, seringas, agulhas e frascos de vidro danificados devem ser entregues à farmácia em uma sacola diferente daquela que contém restos de remédios

As embalagens dos medicamentos não devem ser reaproveitadas para o armazenamento de outras substâncias de consumo devido à potencial contaminação residual.

Como conservar seus medicamentos da melhor forma :

Mantenha o produto na embalagem original, tampado, guardado em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz, de radiações e de calor excessivo.

No caso de cápsulas, não retire o sachê de sílica do interior da embalagem.

Mantenha-o longe do alcance de crianças.

Manuseie-o com as mãos limpas.

Se a embalagem contiver a etiqueta “Fórmula Fracionada”, siga a orientação descrita na etiqueta

O peso/volume do produto corresponde aquele discriminado no rótulo. A capacidade da embalagem pode ser maior do que seu conteúdo

Limpeza: essencial em qualquer situação. Mantenha os medicamentos livres de pó, partículas e mofo.

Medicamentos devem ser armazenados isoladamente de cosméticos, produtos de limpeza, perfumaria, etc.

Os medicamentos devem ser guardados em salas protegidas da entrada de insetos, roedores e aves.

Caso observe alteração de cor, odor, ou consistência, procure seu farmacêutico.


Curso Master O Cara da Foto